5 motivos para você começar agora a controlar seu estoque

Ninguém quer correr o risco de atrasar uma aplicação porque o fornecedor está com o produto em falta, por atrasos na entrega, ou até mesmo por uma variação de preço que torna a compra inviável. Pior ainda se atrasar a colheita ou a semeadura porque faltou uma peça do trator. Para isso, toda empresa rural mantém alguns produtos em estoque. Mas por que você deve sistematizar o controle desse estoque de forma muito mais organizada do que anotações na agenda?

1. Minimizar o capital imobilizado

Se é importante ter peças e produtos guardados para evitar que faltem num momento crítico, o estoque é capital imobilizado, ou seja, dinheiro parado que poderia ser investido de outras formas para aumentar os seus ganhos. Saber exatamente quanto é o mínimo que você precisa ter estocado de cada item maximiza o uso do capital, sem afetar a produtividade da lavoura. Porém, esse é um conhecimento que só se obtém analisando com cuidado o histórico do estoque e, para isso, você precisa ter um controle cuidadoso do seu estoque.

2. Rapidez para saber quanto tem de cada produto e quanto foi gasto

Você sabe dizer quanto tem dos insumos estocados? E quais peças das suas máquinas você tem guardadas? E quanto tem com o fornecedor? Se, para responder essa pergunta, você precisa ir ao local de armazenamento ou mesmo pegar o caderno e as notas fiscais e fazer somas e subtrações, você tem no mínimo um problema: Perda de tempo. Com um sistema automatizado de controle de estoque, mesmo que seja uma simples tabela no Excel, você tem essas informações todas com poucos cliques e sem erros.

Mais ainda: caso você tenha sistematizado todo o controle de estoque, não só com um bom programa para isso, como com funções detalhadas delegadas aos seus colaboradores, você saberá de quem é a responsabilidade de uma possível diferença do que está no sistema para o que você de fato tem armazenado.

3. Antecipar uso e comprar mais barato

Como já comentamos, manter produtos em estoque é imobilizar o capital que poderia ser investido em outras coisas. Porém, em uma baixa repentina no dólar, por exemplo, pode ser um investimento muito interessante comprar um produto importado, mesmo que com bastante antecedência. Assim como promoções ou expectativa de aumento no custo de um produto podem fazer com que valha a pena estocar.

Um controle de estoque detalhado não só lhe permite saber o quanto você tem, como quanto e quando vai precisar de mais do produto. Além de ajudar a manter a produtividade alta, sem riscos de atrasar atividades do manejo agrícola por falta de peça ou insumo, ele te ajuda a minimizar os gastos, para que você compre os produtos com o preço mais baixo.

4. Facilidade no cálculo de custos

Um proprietário faz três compras de ureia durante a safra: Uma de 10 toneladas, custando R$1.050,00 a tonelada, outra de 15 toneladas, custando R$1.100,00 e outra de 25 toneladas, com um custo de 1.250,00 a tonelada. No Talhão 1, são usadas 22 toneladas e no Talhão 2 são usadas 28 toneladas. Quanto foi o custo da uréia em cada talhão? A conta é uma regra de três relativamente simples, mas que, se ampliada para mais talhões e diversos insumos, aumenta muito a chance de erros nos cálculos feitos a mão. Um sistema de controle do estoque e de custos faz essa conta automaticamente, reduzindo a zero a chance de erro.

5. Monitoramento do estoque com o fornecedor

Por diversos motivos, em especial a segurança e a garantia de ter o produto bem armazenado e dentro da validade, tem crescido no agronegócio a compra com estoque no fornecedor. Isso é, compra-se uma quantidade do insumo, mas tudo ou parte do que foi comprado permanece no fornecedor até o momento de ser usado. Isso pode ajudar muito quem pretende comprar com antecedência quando o preço está em baixa.

O grande problema está quando a retirada é fracionada – por exemplo, quando se compra um produto para várias aplicações, em quantidades diferentes, ao longo da safra. Nossa memória é pouco confiável e o papel e caneta nem sempre estão disponíveis o tempo inteiro, além da dificuldade de agrupar todas as anotações de cadernos e agendas diferentes para saber o quanto ainda temos nesse estoque. Mantendo um sistema informatizado de controle do que foi comprado e do que foi retirado do fornecedor facilita em muito o domínio sobre o que ainda pode ser gasto e garante que uma falha no controle do fornecedor – por má-fé ou desorganização por parte dele – não lhe prejudique.

 

Planilha gratuita para Controle de Estoque

Enfim, monitorar e controlar seu estoque não são tarefas fáceis, mas extremamente necessárias para que você tenha bons resultados econômicos com sua empresa rural. Cadernos e agendas dificilmente dão conta do recado, especialmente para quem tem uma equipe de mais de uma pessoa. O primeiro passo para a informatização da gestão rural é começar a guardar informações de seu estoque em planilhas eletrônicas. Pensando nisso, fizemos uma planilha Excel que você baixa gratuitamente clicando abaixo.

 


Solução profissional

O AEGRO, nosso sistema de gestão rural também conta com um sistema de controle de estoque, além do controle financeiro, do manejo técnico e gerenciamento de equipe.

Compartilhe suas opiniões

Comentários

8 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *