Preços da soja 2020: confira os principais fatores que poderão influenciar o mercado nacional e internacional nos próximos meses.

Mesmo com o pequeno atraso no plantio da soja (2019/20) devido à seca, a produção brasileira tem atingido patamar recorde nesta safra.

Graças à alta do dólar, a safra 2020/2021, que se inicia em breve, já atingiu um patamar recorde na negociação antecipada do grão, com 44% da produção estimada já negociada.

Segundo dados do Cepea, a busca pela soja brasileira continua aquecida. Associado a isso, mudanças nas expectativas de produção, importação e armazenamento dos grãos nos Estados Unidos e China influenciam diretamente os preços da soja 2020.

Entenda melhor como esses fatores podem influenciar o mercado e o que você pode fazer para se proteger das oscilações e negociar melhor seu produto!

Preços da soja no Brasil

Os dois principais indicadores dos preços da soja no Brasil são o Esalq/BM&FBovespa Paranaguá (PR) e Cepea/Esalq Paraná, que podem ser encontrados em sites especializados como o Cepea.

Nos últimos meses, ambos os indicadores vinham apresentando novas marcas históricas para os preços da soja a cada dia.

Recentemente, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) liberou o novo relatório de expectativas de safra, que traz dados dos Estados Unidos e outros países produtores.

Após a liberação do relatório, houve movimentação no mercado, aquecendo-o ainda mais.

Apesar da safra recorde observada nesta última safra no país (2019/20), a disputa pelo grão tem se mostrado bastante acirrada entre importadores e indústrias nacionais.

Indicador do preço da soja Cepea/Esalq - Paraná nos últimos 6 meses

Indicador do preço da soja Cepea/Esalq – Paraná nos últimos 6 meses
(Fonte: Cepea/Esalq)

Na semana de 10 a 15 de agosto, enquanto o Esalq/BM&FBovespa Paranaguá (PR) subiu 3,3%, chegando ao valor de R$ 127,26 por saca, o Cepea/Esalq Paraná avançou 2,8% elevando os valores da saca do grão para R$ 121,54.

Nesses valores, as diferenças entre o preço no porto e no mercado interno foram as menores desde 2016.

Indicador do preço da soja Esalq/BM&FBovespa - Paranaguá nos últimos 6 meses

Indicador do preço da soja Esalq/BM&FBovespa – Paranaguá nos últimos 6 meses
(Fonte: Cepea/Esalq)

Os preços mais elevados, segundo os pesquisadores do Cepea, foram devido à presença mais ativa dos compradores no spot, principalmente na busca por lotes para fechamento de cargas dos navios.

Do lado dos vendedores, a maior parte dos sojicultores aproveitou para liquidar os volumes remanescentes da safra 2019/2020.

Vendas antecipadas de safra

Com o dólar em alta e a demanda aquecida na China, a venda antecipada da safra se estabeleceu como fator importante na formação do preço da soja.

Das 131 milhões de toneladas de soja estimadas para a próxima safra, o Brasil já conta com 44% dela negociadoe isso é possível graças às vendas no mercado futuro.

Comparativamente, na mesma época da safra anterior (2019/2020), 16% da produção já havia sido negociada, sendo o número atual quase três vezes maior que o anterior.

Entretanto, a expectativa é que as vendas para os próximos meses sigam de forma mais lenta e gradual, uma vez que os preparativos para o plantio, previsto para setembro, sejam iniciados.

O estado do Mato Grosso lidera a comercialização antecipada da safra da soja, com 52% da safra já comercializada.

gráfico com comercialização antecipada da safra de soja por estado brasileiro

Comercialização antecipada da safra de soja por estado brasileiro
(Fonte: Canal Rural)

Baixe aqui uma planilha gratuita para estimar sua produtividade de soja!

O que pode mexer com o mercado e influenciar os preços da soja 2020?

Aumento na estimativa de produção dos Estados Unidos

Com a liberação das estimativas de safra pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos no dia 11 de agosto, mudanças no mercado devem ser esperadas.

Segundo o relatório, a estimativa da safra 2020/2021 do grão nos EUA atingiu o patamar de 120,4 milhões de toneladas.

Já era esperado um aumento na previsão da produção norte americana, entretanto, ele veio acima das expectativas.

Essa nova estimativa representa um aumento significativo da produção americana. Serão 8 milhões de toneladas a mais em relação à estimativa anterior (mês de julho) e 26,6 mi de toneladas a mais se comparada à temporada anterior (2019/2020).

Uma maior oferta de grãos no mercado pode causar redução nos preços.

Evento climático atípico em Iowa nos Estados Unidos

As lavouras americanas em geral vinham apresentando boas condições climáticas, o que acelerou a bolsa de Chicago.

Em evento isolado, uma linha de instabilidade ligada a uma frente fria, com ventos e chuvas fortes, chamado derecho, atingiu os estados do meio-oeste americano, dentre eles o estado de Iowa.

O estado é o segundo maior produtor de grãos no país e apresentou grandes danos em silos, galpões e nas plantações de soja e milho.

Tais eventos, mesmo que isolados, servem como catalisadores para os preços da soja, que na bolsa em Chicago subiram mais de 2%.

Silos distorcidos e derrubados pelo derecho em Iowa (EUA)

Silos distorcidos e derrubados pelo derecho em Iowa (EUA)
(Fonte: USDA)

Embora o governo dos Estados Unidos já tenha autorizado e liberado auxílios emergenciais aos produtores afetados, novos efeitos devem ser esperados nas próximas semanas.

Aumento da demanda chinesa

O relatório do USDA apresentou também aumento na expectativas de importação da China para a safra 2020/21, o que poderá influenciar nos preços da soja 2020.

gráfico de série histórica de produção, consumo e importações de soja pela China

Série histórica de produção, consumo e importações de soja pela China
(Fonte: Cogo/Canal Rural)

Com o aumento, o valor atingiu um recorde histórico de importações para o país: 99 milhões de toneladas – 1 mi de toneladas a mais do que na safra 2019/20.

O aumento da demanda pelo grão por parte da China poderá equilibrar os efeitos oriundos do aumento da oferta nos Estados Unidos.

A demanda chinesa pela soja vem crescendo graças às tentativas do país asiático de recuperar a produção de suínos e de aves.

Principais fatores que podem influenciar os preços da soja
(Fonte: Conab)

Alternativas para se proteger das variações nos preços da soja 2020

O risco existente no mercado de commodities é velho conhecido. Como a margem de lucro na agricultura não é grande, às vezes pode-se ter prejuízos quando os preços de venda não cobrem os custos de produção.

Para evitar problemas com oscilações nos preços da soja, uma alternativa importante para se conhecer é o hedge. Essa operação financeira pode te ajudar, protegendo o valor do produto contra as variações do preço de venda.

Confira aqui como fazer um contrato de hedge e como ele pode assegurar sua rentabilidade.

Outra estratégia que tem crescido muito e pode te auxiliar na garantia de um bom preço da soja é o barter

Diferente do hedge, o barter é uma operação financeira de troca, ou permuta, do produto final por algum insumo agrícola.

Para uma operação ou outra, a fim de garantir os preços da soja, é importante ter um bom planejamento da lavoura e dos custos de operação.

Softwares de gestão agrícola como o Aegro podem te auxiliar nessa tarefa! Assim, você consegue saber se o preço da soja negociado cobre ou não seus custos de produção.

Exemplo de como visualizar de modo fácil e rápido a rentabilidade de diferentes áreas da propriedade através do aplicativo

Exemplo de como visualizar de modo fácil e rápido a rentabilidade de diferentes áreas da propriedade através do aplicativo

Conclusão

Antes de buscar garantir o preço da soja, o primeiro passo é entender a produção, equilibrando custos e sabendo o real custo de produção.

O preço da soja, assim como outras commodities, pode variar de acordo com a política, clima, entre outros fatores. Por isso, é preciso estar sempre atento.

Operações financeiras como barter ou hedge podem ser importantes aliadas e vale a pena conhecê-las para garantir os melhores preços da soja 2020!

>> Leia mais:

Calcule sua produtividade de soja antes da colheita

Custo de produção de soja: entenda por quanto vender sua saca

O que você esperava para os preços da soja 2020? Já iniciou as vendas antecipadas para a safra 2020/21? Conte para a gente nos comentários!