Sucessão familiar na agricultura: o que é, seus desafios e como realizar esse processo da melhor forma possível dentro de sua fazenda. 

A sucessão familiar é um assunto que muitos agricultores têm receio até mesmo de começar uma conversa, uma vez que, por inúmeras razões, o seu desfecho pode não agradar a todos.

Assim como deixar uma herança em dinheiro ou um bem material aos filhos, a sucessão familiar na agricultura pode apresentar grandes desafios.

  • Como transferir a administração de uma empresa agrícola aos próximos sucessores?
  • Quando é a hora de abrir mão dos negócios e curtir a vida?
  • Será que este momento realmente existe quando o assunto é agricultura?

Se você já teve algumas destas dúvidas, acompanhe neste artigo as principais dificuldades e algumas dicas para facilitar a sua sucessão familiar.

O que é sucessão familiar?

Sucessão familiar é um processo de passagem do bem de uma geração para a seguinte e, no caso da agricultura, é a passagem da fazenda ou da empresa agrícola de pai para filho.

Por mais simples que possa parecer, não existe uma metodologia padrão para se ter uma sucessão familiar de sucesso, cada caso é um caso.

Algumas famílias possuem mais de um filho que se interessa em assumir os negócios e outras possuem filhos, mas nenhum com interesse pela fazenda.

Desafios da sucessão familiar na agricultura

A sucessão familiar na agricultura é diferente da sucessão familiar de uma empresa tradicional.

No agronegócio, muitas vezes, o ativo está imobilizado no valor da terra, sendo inviável a sua venda para divisão entre irmãos, herança, etc.

Geralmente, as fazendas não possuem uma gestão eficiente que registra todos os procedimentos de cada operação de campo para serem passados às novas gerações.

A falta de organização e gestão da fazenda somente na cabeça do patriarca, sem planilhas ou anotações, acaba complicando os filhos a tocar o negócio como seus pais.

Evidentemente, cada geração tem uma forma de gerenciar a propriedade e cabe ao patriarca repassar os ensinamentos adquiridos ao longo dos anos à geração seguinte.

Inserir a nova geração e os próximos gestores no dia a dia da fazenda deve ser realizado o mais breve possível.

O ditado “a prática leva à perfeição” cabe bem nestas situações, principalmente quando vemos pais desacreditando que seus filhos são capazes de dar continuidade ao trabalho com a mesma determinação com que eles fazem.

Em muitos casos, a geração mais antiga acaba se esquecendo o quanto foi difícil no início de suas próprias gestões e quantas dificuldades tiveram que passar para aprender a gerenciar seus negócios da melhor maneira possível.

sucessão familiar na agricultura

Como fazer a sucessão familiar na fazenda

Confira algumas dicas para que a sua sucessão seja tranquila e seus sucessores atinjam resultados ainda mais promissores em sua propriedade agrícola.

1. É imprescindível que o fundador do negócio agrícola esteja presente no momento de transição às novas gerações. 

2. O(s) fundador(es) podem orientar seus sucessores acerca dos caminhos já traçados no futuro desenvolvimento de seus negócios.

3. É necessário que todas as contas e documentações da fazenda estejam registradas,  para facilitar o entendimento da nova geração, bem como contas a pagar, empréstimos, etc.

4. Anos antes de realizar a sucessão familiar é interessante uma conversa entre os atuais donos do negócio e os sucessores, bem como a explicação de todo o funcionamento da fazenda.

5. A separação entre relações pessoais e profissionais é vital para evitar possíveis conflitos.  

6. Uma gestão das atividades da fazenda, seja em software específico ou em planilhas passíveis de serem entendidas pela nova geração, também auxiliarão em uma boa sucessão familiar.

A importância de um software agrícola

Se as atividades e contabilidade da fazenda estão em dia, fica simples a realização da divisão dos valores aos sucessores, bem como o entendimento de todo o funcionamento dos processos diários.

Um software agrícola pode auxiliar a registrar tudo que acontece na fazenda e no dia a dia dos processos.

Com o Aegro é possível registrar todos os custos envolvidos nas operações, bem como os gastos realizados em cada talhão.

Todos estes dados ficam armazenados em um aplicativo acessível de qualquer dispositivo móvel, situação que os jovens dominam muito bem, facilitando o entendimento dos processos e custos da fazenda.

Quando as famílias possuírem mais de um sucessor, esse software pode auxiliar no processo de sucessão familiar, uma vez que todas as atividades estarão anotadas e separadas talhão por talhão.

Alguns pontos em que o Aegro pode auxiliar são:

  • Gestão de maquinário agrícola;
  • Controle de patrimônio;
  • Controle dos custos da safra e do talhão;
  • Resultados da safra e do talhão;
  • Fluxo de caixa e extrato;
  • Controle de múltiplas contas bancárias;
  • Conciliação bancária;
  • Contas a pagar e contas a receber;
  • Apropriação de custos;
  • Gestão de estoque;
  • Gestão da produção e armazenamento;
  • Controle de vendas;
  • Emissão de Nota Fiscal Eletrônica de venda e remessa de produção;
  • Integração para cotação de seguros agrícolas; 
  • Solução para obrigatoriedade do LCDPR;
  • Monitoramento de pragas;
  • Mapa de incidência de pragas e nível de controle;
  • Catálogo de pragas e nível de controle;
  • Operação de monitoramento via aplicativo agrícola de celular.
aegro

Teste o Aegro de forma gratuita:

Certamente, se tiver tais informações para compartilhar ao longo do tempo com as novas gerações, será muito mais simples a sucessão da agricultura familiar na sua propriedade.

Sucessão familiar na agricultura: recomendações gerais

Existem inúmeras maneiras de transformar a sucessão familiar em algo simples de lidar.

É evidente que temos o êxodo rural acontecendo e as pessoas atualmente não querem continuar trabalhando no campo, uma vez que as cidades oferecem algumas comodidades, principalmente aos mais jovens, que não as encontram no campo.

Mas o inverso também é verdade! 

Se nas cidades temos inúmeros restaurantes, lojas, shopping centers e afins, no campo temos nosso escritório a céu aberto, novas tecnologias, além de não termos trânsito, se não o da boiada passando, lentamente, rumo à próxima invernada.

Hoje já temos máquinas modernas que se locomovem sozinhas nas lavouras, quadriciclos para realização da amostragem de solo, aplicativos bancários para pagamento de contas da fazenda, internet na palma da mão e softwares que auxiliam na gestão das propriedades.

A ideia antiga de que a vida na roça é sofrida e requer muito esforço já mudou, aliás, a frase “se você não estudar vai ficar na roça”  inverteu para “se você quiser ficar na roça vai ter que estudar”.

Portanto, as novas gerações têm de estar preparadas para que a sucessão familiar se torne uma alegria e não um pesadelo aos pais ou aos filhos.

Conclusão

A sucessão familiar na agricultura é algo extremamente importante, a qual deve ser pensada e planejada.

Fique atento para identificar interesses em seus sucessores nas atividades de seu negócio familiar agrícola.

Além disso, ensine aos seus filhos como gerenciar a fazenda, pensando em otimização de processos e melhorias operacionais e gerenciais.

Não espere o dia da sucessão chegar para começar a registrar as atividades e contabilidade da sua fazenda, comece hoje! 

Seus sucessores já participam das atividades diárias da sua empresa agrícola? Restou alguma dúvida sobre sucessão familiar na agricultura? Adoraria ver seu comentário abaixo!