O que é seguro de máquina agrícola? Saiba como funciona esse serviço, dicas para contratação e motivos para valer a pena esse tipo de investimento.

Quando pensamos em seguro, seja ele residencial, automotivo ou até de maquinário agrícola, algumas frases surgem automaticamente em nossas mentes:

“O seguro morreu de velho”; “É melhor ter um seguro e não usar”; “Nada vai acontecer comigo”.

Essas e muitas outras frases associam o gasto com seguro como um desperdício mensal de dinheiro.

Neste artigo falaremos sobre o que é seguro de máquina agrícola, vantagens e desvantagens desse tipo de serviço. Aproveite!

O que é Seguro de máquina agrícola?

Muitos pensam se vale a pena gastar com a aquisição de seguro de máquinas agrícolas ou se será apenas parte do nosso dinheiro sendo jogado fora.

Na realidade, essa visão pode ser bem diferente!

Todos sabem que quem se previne evita surpresas desagradáveis, como por exemplo, a perda de uma máquina agrícola devido a algum acidente durante o trabalho na lavoura.

Quem batalha no campo dia após dia sabe o quanto foi difícil ter um investimento para adquirir aquela máquina desejada e melhorar o rendimento operacional da fazenda.

Imagine o prejuízo àqueles agricultores que dependem da máquina para o sucesso da sua safra.

Se você não tem dinheiro sobrando para a aquisição de outra máquina no valor total, concordará comigo que a contratação de um seguro é um ótimo negócio para assegurar acidentes ocasionais e indesejáveis.

Já ouviu falar que “É melhor se prevenir do que remediar!”? A ideia do seguro de máquinas agrícolas parte do mesmo princípio.

Por mais cuidadoso que você ou seus operadores sejam, os riscos estão presentes no dia a dia agrícola e esperar algo acontecer para contratar o seguro não adianta.

Se algo ocorrer com alguma máquina agrícola, quanto tempo será necessário para juntar o dinheiro para a compra de uma nova?

o que é seguro de máquina

(Fonte: Bradesco Rural)

Seguro para trator e outras máquinas agrícolas

Atualmente existem muitas seguradoras que realizam seguros para tratores, colheitadeiras, plantadeiras, plataformas, pulverizadores e pivôs.

As apólices de seguros podem variar desde coberturas básicas como:

  • Roubo; 
  • Furto (atenção, nem todos os tipos de furtos são cobertos);
  • Danos materiais decorrentes de acidentes de causa externa como colisão, capotamento, abalroamento, etc.
  • Incêndio, raio, explosão;
  • Vendaval, granizo.

Até coberturas adicionais – aquelas que você opta por contratar – que cobrem:

  • Danos elétricos;
  • Lucros cessantes;
  • Perda ou pagamento de aluguel;
  • Despesas fixas;
  • Responsabilidade civil;
  • Viagens de entrega;
  • Entre outros.

A disponibilidade e detalhes de cada uma variam de seguradora para seguradora.

O mercado de seguros, seja ele de qualquer natureza, é regulamentado e fiscalizado pela SUSEP, a Superintendência de Seguros Privados. 

Qualquer dúvida ou irregularidade na prestação do serviço pela seguradora é possível comunicar à SUSEP, que tomará as devidas providências de modo que o produtor rural não seja lesado.

Como fazer seguro de equipamentos

Antes de fechar o contrato da apólice, consulte a lista de empresas autorizadas a operar no mercado.

Veja o passo a passo para contratação do seguro:

  1. Escolha uma corretora de seguros e solicite um orçamento:  Opte por uma corretora de seguros especialista que terá melhores preços e buscará o melhor custo-benefício dentre diversas seguradoras, orientando-o quanto às coberturas e exclusões do seguro. 
  2. Leia a proposta e as coberturas oferecidas: ao receber a proposta, leia atentamente as cláusulas e, se estiver de acordo, envie os dados necessários para a contratação.
  3. Finalização do contrato e realização do seguro: a corretora de seguros agendará a vistoria presencial, se necessária. Na maior parte dos casos, o seguro já fica valendo no mesmo dia. Pode ser necessário assinatura e envio de documentos  como notas fiscais, recibos de compras, etc.

Após a quitação da 1ª parcela, vistoria e aceitação por parte da seguradora, a apólice será gerada e enviada para o contato cadastrado. Leia atentamente a apólice de seguro a ser contratado para sua máquina agrícola e guarde uma via com você.

Como já comentado, em caso de alguma irregularidade na prestação do serviço o ideal é entrar em contato com a SUSEP e fazer a sua reclamação.

Algumas das principais seguradoras que as corretoras de seguros trabalham são: 

Ao escolher o seguro, tenha sempre em mente a necessidade de proteger os seus bens e prevenir os riscos que possui em sua lavoura.

O ideal é negociar as coberturas do seguro para cada máquina agrícola, ponderar o valor e decidir se aquele bem merece a proteção que está sendo oferecida.

Dessa forma, o segurado garante a restituição do bem de acordo com o que foi negociado na apólice contratada.

Vantagens e desvantagens do seguro de máquina agrícola

Vantagens como agilidade e flexibilidade estão presentes em algumas corretoras de seguro do mercado. 

Os agricultores conseguem pedir uma proposta e fechar um seguro no mesmo dia para seus equipamentos agrícolas, gerando agilidade no processo.

A flexibilidade está na aceitação da contratação do seguro, em certos casos, mesmo que o equipamento esteja com nota fiscal faltando ou tenha sido adquirido no exterior. E na possibilidade de incluir coberturas e ajustar franquias. 

Algumas seguradoras geram descontos e bonificação de acordo com a experiência do seguro, ou por quantidade de equipamentos segurados, ampliação da franquia e instalação de rastreadores.

Além disso, há possibilidade de contratar o seguro plurianual (de 2 até 5 anos) e obter algum desconto com isso.

O seguro de máquinas agrícolas é muito similar ao de automóveis, podendo até ser parcelado sem acréscimo de juros – de acordo com cada seguradora contratada.

A desvantagem principal é que cada seguradora oferece garantias diferentes. Por exemplo, algumas cobrem furto simples, outras não, algumas garantem acidente em rodovias, outras não.

Para entender isso melhor, é fundamental contratar o seguro com atenção e com uma corretora de seguros que o oriente sobre esses detalhes bem como o que não está coberto. 

Outra desvantagem é que as seguradoras costumam ter aceitação restrita para maquinários mais antigos.

Conclusão

Um dos bens essenciais e preciosos das fazendas são suas máquinas agrícolas.

Um seguro desses bens garantirá a proteção desse patrimônio crucial para o sucesso do negócio e que está exposto a diversos riscos.

A contratação de um seguro para esse maquinário gera maior tranquilidade aos agricultores frente a fatores que, na maioria dos casos, são externos ao bom uso das máquinas “dentro da porteira”.

Ao contrário do que muitos pensam, a contratação de um seguro não é somente para aqueles que possuem muito dinheiro, a ideia é justamente oposta, pois, quem tem muito dinheiro consegue bancar o custo de outra máquina em uma eventualidade.

Quem batalhou anos para comprar uma máquina e não tem recursos para adquirir outra é quem mais necessita do seguro, caso ocorra um imprevisto!

Você possui seguro de máquina agrícola? Acha que o seguro é uma vantagem ou desvantagem no seu caso? Restou alguma dúvida? Adoraria ver seu comentário abaixo!

Cotação de seguro rural no Aegro