Planejamento de safra: pontos necessários e fatores-chave no momento de se fazer o planejamento ideal. 

Mesmo com o acesso às informações cada vez mais facilitado pelas tecnologias, muitos produtores ainda enfrentam dificuldades para se organizar e planejar ações futuras. 

Com variações do dólar, é mais que necessário utilizar meios para garantir uma boa safra e aumentar a rentabilidade.

E o que você deve saber para planejar corretamente sua produção agrícola? Quais são os fatores-chave?

Neste artigo, vamos juntos entender como realizar um bom planejamento de safra.

O que é um planejamento de safra?

O planejamento de safra deve acontecer no momento de organizar os detalhes para iniciar uma nova safra, sujeitando-se a possíveis erros e acertos que visam sustentabilidade no plantio e aumento da renda.

planejamento de safra

(Foto: Agriseiva

Anote tudo o que for trivial, ou seja, aquilo que todo mundo fala que deve ser feito:

  • Análise do solo

Verifique as condições químicas, físicas e biológicas do solo para decidir se há necessidade de correções e para escolher a cultivar mais adequada.

  • Tamanho da área

Saber o tamanho exato da sua área vai te garantir, com precisão, o que deve ser investido ao longo de todo o processo de cultivo.

  • Período do cultivo

Se atente ao momento certo para iniciar o plantio, conferindo a data final de vazio sanitário para a cultura e, além disso, esteja de olho no clima.

  • Manutenção de maquinário

Verifique a vida útil de seu maquinário e se há necessidade de regulagem e calibração. Faça também uma análise da logística de uso durante todos os processos na fazenda.

  • Colaboradores (mão de obra)

Faça um balanço das etapas desde o plantio até a colheita em que serão necessárias ações dos colaboradores. Além disso, tenha um bom acompanhamento técnico de um(a) engenheiro(a) agrônomo(a).

  • Compra de insumos agrícolas (sementes, fertilizantes, defensivos)

Verifique todo o estoque da fazenda e faça uma prévia do que será necessário acrescentar durante o cultivo para não ser pego de surpresa.

Dica extra: utilize planilhas para administrar. 

planilha controle de custos de safra

Planilha gratuita para controle de custos da safra , baixe aqui

Tudo isso é o “arroz com feijão” para ter o mínimo necessário em um planejamento, mas que deve ser estratégico para suas condições reais. 

A propósito, o planejamento de safra deve estar atrelado ao planejamento financeiro e ao estoque, sempre tendo como ponto de partida os custos de produção. 

Em vista disso, você já parou para pensar que os maiores casos de sucesso são aqueles que não deixaram qualquer erro cometido ser em vão?

É aí que estão os fatores-chave que vão contribuir para melhorar suas tomadas de decisão.

Fatores-chave para seu planejamento

Mesmo que eu te desse uma “receita de bolo” de todos os pontos inevitáveis para se ter excelência ao final de sua safra, nada poderia ser tão eficaz como a sua própria experiência. 

Cada cultura requer um manejo e será o seu conhecimento vinculado ao planejamento inicial que garantirão maior rentabilidade, assim como uma produção sustentável

Entretanto, existem quatro fatores-chave que você deve ficar atento durante o planejamento. 

planejamento de safra

1. Verificar os erros cometidos em safras anteriores

Um bom negócio agrícola não vai paralisar ao cometer um erro. Muito pelo contrário! 

Se você cometeu erros nas safras anteriores é importante que saiba exatamente onde falhou e, a partir dessa próxima safra, tenha conhecimento de como melhorar. 

Por isso, reveja as decisões incorretas que você já cometeu e anote

Parece não ser importante, mas diante de tantos requisitos na fazenda, você pode vir a esquecer aquele deslize cometido e repetir na próxima safra. E isso não vai te trazer nenhum benefício.

2. Saber o histórico da área

O histórico da área vai te garantir segurança na hora de tomar certas decisões. Para isso, você pode responder algumas perguntas como:

  • O que foi feito em cada talhão da área?
  • Foi necessário fazer correção de solo?
  • Quais pragas e doenças foram um problema nos anos anteriores?
  • Quais plantas daninhas estão sendo mais frequentes?
  • Que defensivos agrícolas foram aplicados?

Assim, você visualizará mais facilmente os pontos em que terá que ficar mais atento durante a safra. Além disso, ao responder essas perguntas os custos desnecessários vão ser reduzidos

Do contrário, não sabendo o que foi feito, você poderá repetir alguma ação desnecessária ou, até mesmo, usar defensivos em que há casos de resistência na sua área.

3. Unir ao planejamento financeiro e de estoque

Se você não tem esse costume e deixa para analisar a parte financeira e o seu estoque em outro momento, está na hora de mudar isso. 

Para melhorar a sua rentabilidade, cada passo deve ser atualizado de acordo com o que for planejado. 

No momento de registrar todas as informações triviais, faça um diagnóstico financeiro da empresa. Esse ponto é importante para ter um histórico de caixa da propriedade.

E não deixe seu estoque de lado! 

É essencial fazer um balanço de tudo o que se tem e, a partir daí, verificar o que será necessário comprar.

Portanto, não deixe para avaliar o estoque no último momento. Com a variação constante do dólar, os preços dos insumos podem ir às alturas e quanto mais você tiver controle do que já tem, menores os gastos.

4. Focar na sustentabilidade

Por último e não menos importante, dê passos mais sustentáveis. Engana-se quem acha que fazer monitoramento é perca de tempo. 

Longe disso, os manejos integrados tanto de pragas (MIP) e doenças (MID) como de plantas daninhas (MIPD) vão te garantir a utilização correta dos controles. 

Com o histórico de pragas, doenças e plantas daninhas em mãos, você poderá planejar o monitoramento ao longo da safra e reduzirá riscos.

Dados da Embrapa Soja mostram que a falta de monitoramento pode causar grandes erros ao aplicar os defensivos químicos, causando resistência e o pior: grandes prejuízos financeiros.

Planejamento de safra no Aegro

Se você já organiza o seu planejamento de safra por meio de planilhas e anotações separadas, este pode ser o momento de avançar em sua gestão. 

O Aegro é um facilitador dos processos, ou seja, você pode ter todos os dados de sua safra em um único lugar – otimizando seu tempo e melhorando o controle operacional

Esse aplicativo une as áreas operacional e financeira da fazenda, centralizando informações para que o produtor possa acompanhar cada etapa da safra: desde a semeadura até a comercialização. 

Pelo computador ou celular, você e sua equipe passam a trabalhar de forma mais integrada.

No final do ciclo produtivo, o Aegro oferece uma análise detalhada sobre os custos de produção e a rentabilidade de cada talhão. Desta maneira, você pode entender o que deu certo ou errado no plantio e otimizar os processos da sua lavoura.

As principais funcionalidades do aplicativo são:

  • Planejar, controlar e registrar atividades diretamente do campo;
  • Mapear e medir áreas dos talhões;
  • Registrar observações com geolocalização e fotos;
  • Controlar os abastecimentos e as manutenções de máquinas;
  • Realizar o monitoramento de pragas e doenças (MIP);
  • Administrar o fluxo de caixa da fazenda;
  • Gerenciar o estoque da fazenda.
aegro

Confira algumas opções para começar o seu planejamento de safra com o Aegro agora mesmo: 

  • Teste a versão completa do software durante sete dias (clique aqui);
  • Use o aplicativo gratuito para celular Android (clique aqui);
  • Use o aplicativo gratuito para celular iOS (clique aqui);
  • Aproveite seus Pontos Bayer para contratar a versão completa do Aegro (clique aqui).

Conclusão

Neste artigo, você viu o que é necessário para fazer um bom planejamento de safra.

Os fatores triviais devem ser levados em conta e é importante que você tenha todos os dados em mãos.

Você também conferiu que existem quatro fatores-chave para se ter sucesso no planejamento.

Com essas informações, é possível ter controle de cada passo que vai ser dado ao longo da safra e ter maior rentabilidade, além de garantir uma produção mais sustentável. 

6 recursos do Aegro que vão te ajudar durante o plantio

Restou alguma dúvida sobre planejamento de safra? Deixe seu comentário abaixo!