O Blog da Aegro sobre gestão no campo e tecnologias agrícolas

O Blog da Logo da Aegro

6 vantagens de fazer MIP com o Aegro

- 4 de junho de 2021

MIP com o Aegro: entenda como um software de gestão agrícola torna o seu Manejo Integrado de Pragas mais eficiente

Provavelmente você tem ouvido falar cada vez mais no MIP (Manejo Integrado de Pragas), sobre o quanto ele é importante para a sustentabilidade da produção e como pode ajudar a melhorar o manejo e a rentabilidade da sua lavoura.

Mas você sabe de fato o que ele é e como pode te ajudar nesses aspectos?

Neste artigo, vamos te ajudar a entender por que fazer o MIP com o Aegro, quais os benefícios e como o software pode facilitar o seu trabalho.

O que é o MIP?

O Manejo Integrado de Pragas é um conjunto de práticas que procura manter as pragas abaixo do NDE (Nível de Dano Econômico).

No MIP, a intenção não é eliminar as pragas agrícolas existentes, mas sim manter sua população abaixo da quantidade que causaria prejuízo econômico.

Para isso, o manejo integrado de pragas baseia-se em 4 pontos principais:

  • monitorar;
  • explorar o controle natural;
  • conhecer o nível de tolerância das plantas aos danos causados pelas pragas;
  • conhecer sobre a ecologia e biologia das pragas e da cultura.

Com isso, você promove o equilíbrio entre as pragas e seus predadores e pode até evitar algumas aplicações de defensivos agrícolas.

Mas como manter essas pragas abaixo do nível de dano? Monitorando e sabendo quando e como agir!

Monitoramento

Você já deve ter ouvido a expressão “é o olho do dono que engorda o gado”. Pois é!

O monitoramento é um ponto fundamental do manejo e vai ser um grande aliado na sua tomada de decisão. A escolha do método de monitoramento depende muito da cultura e das pragas a serem observadas.

Alguns dos métodos mais comuns são:

  • inspeção de plantas;
  • contagem de plantas;
  • pano de batida;
  • armadilhas.

Confira como realizar a amostragem por pano de batida, o método mais comum nas lavouras.

metodo-pano-de-batida

Quando e como agir

Para saber quando agir, é importante que você conheça alguns conceitos:

  • Nível de dano econômico: é aquela quantidade mínima de pragas necessárias para causar prejuízo econômico;
  • Nível de controle: é a quantidade limite de pragas para realizar algum tipo de controle e evitar o prejuízo;
  • Nível de equilíbrio: momento em que as pragas e seus predadores estão em equilíbrio, sem causar prejuízo.

Esses níveis são estabelecidos de acordo com o conhecimento da tolerância das plantas ao ataque e da dinâmica das populações de insetos presentes.

Agora que você já monitorou e decidiu se precisa ou não fazer controle naquele momento, vamos conhecer as práticas empregadas no MIP?

Práticas

Como já vimos, o manejo integrado de pragas trabalha com várias técnicas de manejo em conjunto.

A escolha dessas práticas depende de cada cultura, da disponibilidade de produtos e do investimento necessário para cada método.

Os métodos utilizados podem ser enquadrados em:

  • culturais: medidas preventivas, para evitar ou desfavorecer o crescimento populacional, como plantio na época certa, rotação de culturas, eliminação de restos culturais e limpeza da área;
  • biológicos: manutenção ou liberação de inimigos naturais, utilização de produtos seletivos naturais;
  • comportamentais: utilização de armadilhas, iscas com feromônios para atração de insetos;
  • varietais: liberação de machos estéreis a fim de reduzir o crescimento populacional;
  • genéticos: uso de variedades resistentes de plantas;
  • físicos: ação direta para impedir dano, inundação de áreas e formação de barreiras físicas como ensacamento de frutos.
  • químicos: aplicação de inseticidas químicos.

Além disso, não se esqueça de sempre cumprir as medidas legislativas de prevenção, como serviço quarentenário, controle obrigatório de pragas previsto em lei, comercialização e utilização correta de produtos químicos.

Por que fazer?

A utilização dessas técnicas em conjunto contribui para um ecossistema mais equilibrado e um cultivo mais saudável.

Usando vários métodos, você não precisa depender de uma única forma de controle nem de um calendário de aplicação.

Realizando o monitoramento de forma correta, frequente e conhecendo bem sua cultura e as pragas presentes nela, é possível reduzir o número de aplicações de inseticidas.

Reduzir seus custos com aplicação pode ser um ponto-chave para alavancar sua rentabilidade.

Agora que você já sabe como e porquê fazer o monitoramento integrado de pragas, venha conhecer as vantagens de fazer o MIP com o Aegro.

curso gratuito MIP Aegro

Vantagens de fazer MIP com o Aegro

Para qualificar o processo de MIP na sua lavoura, você pode contar com o apoio do Aegro

Esse software de gestão agrícola possui um módulo dedicado ao controle de pragas e doenças, que já é utilizado para monitorar mais de 1 milhão de hectares em todo o Brasil.

Entenda como o Aegro facilita a prática do manejo integrado!

1. Planejando as atividades de MIP

Um ponto decisivo para o sucesso do seu controle de pragas é manter a regularidade do monitoramento.

No Aegro, você pode montar um cronograma de trabalho para garantir que as amostragens sejam coletadas conforme a frequência estabelecida.

Comece definindo a data em que o monitoramento será realizado e atribua as atividades para os membros da sua equipe.

Depois você consegue acompanhar o progresso das atividades pelo aplicativo, verificando quais pontos já foram inspecionados.

Tela de monitoramento do progresso das atividades

2. Monitoramento orientado por GPS

Ao planejar o monitoramento, você pode determinar quais pontos da lavoura serão inspecionados.

O Aegro oferece tecnologia de georreferenciamento para tornar o seu MIP mais preciso.

Assim, quando os monitores estiverem no campo, eles conseguirão consultar pelo aplicativo o local exato em que deve ser coletada a amostragem

Basta ativar o localizador do celular e abrir o Aegro, que o aplicativo indica o ponto de coleta mais próximo.

3. Registro de amostragens pelo celular

O Aegro acaba com a confusão dos cadernos de campo. Com ele, é possível registrar o monitoramento de pragas pelo celular, e você evita perder qualquer informação.

Você informa a quantidade de pragas encontradas na amostra e ainda pode inserir informações complementares, como estande de plantas e estádio fenológico.

O aplicativo também permite que você anexe fotos durante a coleta dos dados para garantir um registro ainda mais detalhado.

E a melhor parte é que o Aegro funciona mesmo sem internet!

Registros de amostragens

4. Mapa com os níveis de infestação

Após a coleta das amostras, você pode conferir o resultado do seu monitoramento pelo computador.

O Aegro prepara um mapa de calor que apresenta a quantidade de pragas encontrada em cada ponto da plantação:

  • a cor verde significa que nenhuma praga foi registrada;
  • amarelo e laranja representam áreas que estão no nível de controle;
  • vermelho indica infestações acima do nível de controle.

Esses mapas te ajudam a entender quando e onde é necessário entrar com medidas de controle.

Você passa a pulverizar de maneira mais assertiva e reduz custos com defensivos agrícolas.

Mapa de calor

5. Alerta sobre a incidência de pragas

Para assegurar que nenhuma situação de perigo passe despercebida, é possível configurar alertas no Aegro.

Desta forma, o aplicativo notifica seu computador e seu celular sempre que uma praga atinge o nível de controle.

Com um clique na notificação, você descobre o local da infestação e toma providências rapidamente.

Este recurso é excelente para quem precisa se manter atualizado mesmo a distância.

6. Histórico detalhado dos talhões

A grande vantagem de integrar o MIP à gestão da fazenda é obter uma visão completa da lavoura.

No Aegro, você visualiza o histórico de pragas de cada talhão junto ao seu controle de manejo. Ou seja, fica mais fácil analisar se as suas aplicações tiveram o impacto esperado nas pragas.

Use essas informações para descobrir os produtos mais eficazes e direcionar seus investimentos no futuro.

Quer ver todas essas funcionalidades de perto? Então peça uma demonstração gratuita do Aegro!

  • Computador (teste grátis por 7 dias – clique aqui)
  • Celular Android (aplicativo gratuito – clique aqui)
  • Celular iOS (aplicativo gratuito – clique aqui)
  • Utilize seus Pontos Bayer para contratar a versão completa do Aegro (clique aqui)

Vale a pena investir em tecnologia?

Caso você tenha dúvida se vale a pena apostar em tecnologia para o MIP, fique atento aos dados da Embrapa.

De acordo com a instituição, um monitoramento de pragas bem-feito pode reduzir a aplicação de defensivos em quase 50%

Em outras palavras, investir em aplicativos como o Aegro gera um potencial de economia gigante para a sua propriedade.

Logo, o retorno produtivo e financeiro dessas ferramentas se torna evidente.

Conclusão 

Implementar o Manejo Integrado de Pragas é fundamental para proteger a lucratividade da sua fazenda.

Adotar práticas como o monitoramento te ajudam a identificar a presença de invasores na lavoura antes que haja dano econômico.

Considere utilizar aplicativos como o Aegro, que facilitam a rotina de monitoramento e oferecem uma visão mais clara das infestações.

>> Leia mais:

“Como grupo cafeeiro realiza o monitoramento de pragas em 5 fazendas com apoio da tecnologia”

Como você realiza o Manejo Integrado de Pragas em sua fazenda? Já pensou em realizar o MIP com o Aegro? Deixe seu comentário abaixo!

Artigo elaborado por nossos profissionais:

Artigo elaborado por nossos profissionais:

Victória Freire
Jornalista e analista de Marketing de Produto da Aegro

thaís deon

Thaís Deon
Engenheira-agrônoma e parte do time de Relacionamento com o Cliente da Aegro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.