O Blog da Aegro sobre gestão no campo e tecnologias agrícolas

O Blog da Logo da Aegro
Foto de agricultor na lavoura, com óculos de realidade virtual e tablet. Ele está em baixo de um sistema de irrigação central.

Como a agricultura 5.0 vai impulsionar seu trabalho na lavoura

- 7 de janeiro de 2022

Agricultura 5.0: conheça todas as novidades, o que já é aplicável na sua lavoura e o que esperar das tecnologias

A agricultura está em constante evolução. A vantagem disso é que, cada vez mais, seu trabalho no campo será facilitado.

Agora, a agricultura 5.0 trouxe uma forte revolução de métodos, processos e demandas.

E para isso, a inovação tecnológica vem sendo uma das principais aliadas de produtores rurais e fornecedores de insumos.

Quer saber mais sobre a agricultura 5.0 e como ela irá impactar a sua fazenda? Acompanhe a leitura!

O que é a agricultura 5.0

A agricultura 5.0 é a produção agrícola baseadas no uso de big data e inteligência artificial. O objetivo é atingir alta precisão e performance.

Para isso ser possível, a Agricultura 5.0 conta com um grande número de serviços e ferramentas digitais, como:

A Agricultura 5.0  não está relacionada apenas ao uso das ferramentas digitais mais modernas. Ela também tem grande papel no auxílio à tomada de decisão.

As decisões são tomadas pelos próprios sistemas autônomos e máquinas inteligentes.

Tudo isso é possível com análises estatísticas e probabilísticas. Por isso, a coleta, armazenamento e processamento de dados são tão importantes.

Tudo isso contribui para alcançarmos os 4 pilares da Agricultura 5.0.

Os 4 pilares e benefícios da agricultura 5.0

Na base da Agricultura 5.0 há 4 pilares.

1. Aumento de produtividade

Esse é um dos objetivos presentes desde o começo da agricultura. As soluções que já existem permitirão alimentar cada vez mais e mais pessoas.

Além disso, já existem tecnologias na agricultura que te ajudam a ter domínio sobre todos os detalhes da sua plantação. 

Estando por dentro de todos os detalhes do seu trabalho, você consegue tomar decisões eficazes para aumentar a produtividade.

2. Segurança alimentar

A agricultura 5.0 já pensa no futuro, e considera aspectos sociais e políticos para garantir a segurança alimentar da população.

Afinal, é a realidade de muitas pessoas não saber se terá comida na mesa no dia seguinte. O objetivo é reduzir ao máximo possível essa situação.

3. Redução de desperdício

Aproximadamente 30% de tudo o que é produzido é desperdiçado. 

Um dos focos da agricultura 5.0 é atuar na melhoria das práticas de conservação, armazenamento e transporte. Assim, o desperdício será cada vez menor.

Essa redução será possível através da inteligência artificial e de robôs, além de técnicas e métodos de cultivo e colheita avançados.

4. Alimentação saudável e menor impacto ambiental

O estímulo à alimentação saudável também é um foco da Agricultura 5.0.

Ela irá garantir alimentos nutritivos para a população. Ela também irá controlar e reduzir os impactos ambientais que podem ser causados pela atividade.

Tecnologias disponíveis da agricultura 5.0

Graças ao GPS, hoje há muitas tecnologias disponíveis na agricultura 5.0. 

Veja alguns serviços e produtos que já são realidades:

  • Sensores de linha: acoplados às semeadoras, eles conseguem gerar mapas de plantio em tempo real e ainda informar a porcentagem de uniformidade, linhas duplas e falhas.
  • Sistemas distribuidores de sementes: as mudanças nos sistemas distribuidores permitiram uma melhora considerável na uniformidade de distribuição de sementes, além da possibilidade de trabalhar com mais de um híbrido ao mesmo tempo.
  • Sistemas de linhas independentes: esse sistema auxilia na correção do remonte nas cabeceiras e arremates da lavoura. Há expectativas de se aplicar essa mesma tecnologia para a distribuição de adubo, reduzindo gastos excessivos com sementes e insumos.
  • Regulador de pressão das linhas: já amplamente utilizado no exterior, a ideia é substituir as molas de pressão das semeadoras por um sistema pneumático. Esse sistema garantirá a regulagem automática da pressão das linhas exercida sob o solo, variando de acordo com as condições do solo e cultura.

Novidades da agricultura 5.0

muitas outras novidades que já estão chegando e logo serão tendências na agricultura.

Como a agricultura 5.0 será baseada em análises de dados e processamento, os sensores terão local de destaque, pois são os responsáveis pela coleta desses dados.

Dessa forma, podemos esperar sensores em todas as etapas do cultivo, desde a análise e preparo do solo até a colheita!

Atrelado a isso, o uso de drones e o sensoriamento remoto auxiliarão na confecção dos mapas alimentados e processados por softwares de informação em tempo real.

Informação em tempo real é sinônimo de facilidade de monitoramento, gestão integral e economia.

Principais desafios 

A Agricultura 5.0 será uma grande revolução para o agronegócio. Como qualquer grande mudança, ela enfrenta obstáculos.

Por exemplo, não há incentivos à pesquisa e desenvolvimento de tecnologias com baixos custos para facilitar a vida de quem produz. Mas existem outros:

  • falta de incentivo fiscal;
  • falta de crédito agrícola;
  • pouco treinamento de equipes técnicas especializadas;
  • ausência de internet de qualidade no campo;
  • falta do uso de inteligência artificial.

O agronegócio vive um momento de transformação único e sem precedentes.

Poderemos alcançar uma agricultura sustentável e moderna com base na gestão e processamento de dados.

O que mudou até hoje na agricultura? 

No início, a relação com a agricultura e a criação de animais permitiu com que as populações humanas obtivessem alimentos numa escala até então nunca vista.

Como consequência, as populações deixaram de ser nômades e se fixaram nos territórios, criando sociedades.

Essa fase pode ser chamada Agricultura 1.0. Aqui, a agricultura dependia do esforço árduo, e todos, de alguma forma, estavam envolvidos na produção de alimentos.

Foto de quadro antigo, com três senhoras em uma lavoura, recolhendo espigas do chão. A imagem é amarelada e envelhecida.

Retrato da Agricultura 1.0 – ‘Era do músculo’

(Fonte: Culte – História da Agricultura)

Depois da Revolução Industrial, começou a “Era das máquinas” ou a Agricultura 2.0. As máquinas atuaram pelas pessoas em algumas atividades.

A principal mudança dessa época foi o motor a combustão, o coração das máquinas e tratores agrícolas.

Foto em preto e branco de uma carroça com um homem sentado sobre a roda, em uma lavoura

Com o surgimento dos motores e tratores, o preparo do solo para a agricultura tornou-se muito mais fácil.

(Fonte: Conectar Agro)

Por volta da década de 70, houve a revolução verde. Graças a ela, começou a Agricultura 3.0, ou a “Era da Química”.

Buscando aumentar a produção e a redução de custos de produção, novos manejos e tecnologias surgiram no campo. 

Essas mudanças aparecem especialmente no campo dos agroquímicos.

Foto de lavoura com máquina moderna no fundo, realizando a pulverização

Avanço no campo dos agroquímicos e mudanças na agricultura 3.0

(Fonte: Brasil Escola)

Na década de 90, surgiu a Agricultura 4.0, ou da “Era da Biotecnologia e genética”.

Nessa época, surgiram culturas geneticamente modificadas, tolerantes à agroquímicos, mais produtivas e adaptadas.

Surgiram também as tecnologias digitais, desde a agricultura de precisão ao sensoriamento remoto com drones e imagens.

A agricultura 5.0 promete dar sequência a todas essas mudanças da agricultura. Agora, ela será cada vez mais tecnológica.

Agora, as tecnologias ainda tendem a diminuir cada vez mais o seu trabalho no campo e facilitar suas tomadas de decisão.

Conclusão

O  mundo está cada vez mais competitivo, rápido e super conectado. Quem não se adaptar e usar tecnologias a seu favor poderá acabar ficando para trás.

A convergência das tecnologias é a base da Agricultura 5.0

Ela veio para ajudar quem produz na adaptação, gestão e aproveitamento das mais diversas tecnologias. Por isso, ficar sempre de olho nas novidades é fundamental!

Assim, você mantém sua lavoura sempre a par das novas tecnologias e das possíveis melhorias.

>> Leia mais:

Nanotecnologia na agricultura: conheça os impactos

Conheça as obrigações e regras para uso de drones na agricultura

5 tecnologias que vão deixar sua fazenda mais inteligente e rentável

Você ficará fora da Agricultura 5.0? Quais tecnologias já integrou na sua lavoura? Vou adorar ler seu comentário!

Comentários

  1. Olá, Marcelo, Feliz 2022

    Podemos reproduzir seu artigo nas mídias da Biblioteca, Blog e Fanpage?

    1. Raíssa Ciccheli disse:

      Olá, Marcia
      Sou da comunicação da Aegro.
      Pode sim compartilhar nossos artigos, só pedimos que coloque o link do artigo e coloque como fonte blog Lavoura10.

      Agradecemos por nos acompanhar,
      Abraço! 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.