Tecnologia no agronegócio: confira as novidades e tendências para utilizar na sua propriedade rural e garantir mais produtividade. 

Com o crescimento da população mundial, o campo teve que crescer junto. E isso só foi possível com o auxílio da tecnologia!

Tudo começou com a chegada da mecanização no campo, possibilitando a produção em grande escala.

O tempo foi passando e novas tecnologias foram chegando, juntamente com altas produtividades que buscam otimizar processos e cada vez mais oferecer praticidade ao produtor rural.

Confira neste artigo quais as tecnologias que vão revolucionar o agronegócio brasileiro e como você pode utilizá-las em sua fazenda.

1- Tecnologia no agronegócio: Agricultura de precisão

A utilização de sensores na agricultura de precisão vem ganhando mercado e revolucionando o agronegócio.

Essa é uma tecnologia que permite ao produtor maior rentabilidade. Com a possibilidade que o produtor mapeie e monitore suas áreas, otimizando o manejo das culturas.

Nota-se que agricultura de precisão (AP) auxilia muito o produtor na tomada de decisão, o que permite a maximização dos ganhos e minimização dos impactos e desperdícios.

Ainda, com o auxílio de sensores de localização, é possível limitar a área da fazenda, identificar as áreas úmidas e estradas existentes, informações que são muito importantes para o planejamento.

O uso de sensores ópticos são fundamentais para caracterização das propriedades do solo.

Já os sensores eletroquímicos fornecem informações de níveis de nutrientes no solo, pH, sendo um forte aliado para o planejamento da adubação da propriedade.

Com o mapa de solos na palma da mão, a aplicação de fertilizantes fica muito mais fácil!

tecnologia no agronegócio

Mapa de aplicação de fertilizantes
(Fonte: Lavoura10)

Outro forte aliado é a utilização de sensores em pulverizadores que visam minimizar os custos com defensivos.

Na aplicação de herbicidas, por exemplo, o sistema dessa tecnologia é capaz de identificar a presença de plantas daninhas e realizar a aplicação após encontrá-las.

sensores de pulverizadores - Jacto

(Fonte: Jacto)

Além disso, também temos os novos sensores de produtividade, já acoplados nas colhedoras que permitem observar quais as regiões mais produtivas na fazenda.

A grande vantagem é que atualmente boa parte das colhedoras já vêm com os sensores necessários para o mapeamento da produtividade.

2- Tecnologia no agronegócio: Equipamentos autônomos

A automatização de processos no campo é a nova tendência da tecnologia no agronegócio.

Para trazer praticidade, economia e otimização do desempenho de processos ao produtor rural, inúmeras empresas do setor agro buscam a implementação de equipamentos autônomos.

Um exemplo são os tratores autônomos que vêm encantando produtores nas feiras agrícolas de todo o país.

São maquinários guiados por GPS e que podem ser comandados de longe por smartphones, computadores ou tablets, reduzindo os custos com operadores e aumentando a produtividade – sem a necessidade de tanta mão de obra.

Destaque na Agrishow, o trator Autonomus é um dos equipamentos que prometem revolucionar o setor.

Ele está sendo desenvolvido no Estados Unidos para desempenhar funções durante 24 horas na lavoura e ainda tomar decisões, a fim de evitar possíveis acidentes.

O trator Autonomus foi inspirado no Magnum 380, também da Case IH. 

Trator Autonomus, da Case IH

Trator Autonomus, da Case IH
(Fonte: G1)

É tecnologia de ponta, a favor da agricultura!

Esses equipamentos são totalmente interativos, permitindo que o empresário rural monitore as operações e as programe conforme o planejamento da fazenda.

3- Tecnologia no agronegócio: Melhoramento genético e biotecnologia

Novas tecnologias revolucionárias para ficar de olho são as cultivares que prometem oferecer mais praticidade, adaptabilidade, estabilidade, segurança e flexibilidade aos produtores rurais.

Para isso, o melhoramento genético aliado à biotecnologia trabalham juntos para possibilitar o lançamento de cultivares com características desejáveis ao produtor.

Além das inovações que já conhecemos como a semente Bt (resistência das plantas a insetos) e a Roundup Ready® (RR: resistência das lavouras ao herbicida glifosato), nos próximos anos o mercado tende a lançar para a cultura da soja:

  •  A soja Conkesta™ Enlist E3™: além da tolerância aos herbicidas 2,4-D, glifosato e glufosinato, conta com a biotecnologia Bt de maior espectro de controle de lagartas. 
  •  A Intacta 2 Xtend®: tolerante aos herbicidas glifosato e dicamba, também conta com o amplo controle de lagartas.
  •  Soja com a característica HB4®: tolerante a seca, deve ser lançada de forma isolada.
  • Combinação de HB4®: com tolerância ao herbicida glifosato.

Novas tecnologias como essas que buscam alcançar altos tetos produtivos com boa adaptabilidade e com novas características não param de ser estudadas por pesquisadores.

Por isso, devemos ficar sempre atentos para saber qual será a próxima tecnologia no agronegócio lançada pelo setor sementeiro. 

O canal Rally da Safra fez uma série com três episódios chamada Relatos do Brasil que Produz, e já no primeiro podemos ver o relato de produtores sobre o uso de genética, produtos biológicos e agricultura 4.0. Confira:

4- Tecnologia no agronegócio: Big Data

A utilização de Big Data (conjunto e coleta de dados) na agricultura promete crescer e revolucionar o setor, podendo ser aplicado em propriedade de pequeno, médio e grande porte.

O armazenamento de dados pode ser realizado em vários softwares com custos variáveis.

Assim, o uso de Big Data tende a facilitar o processo no campo, dar mais segurança ao produtor na tomada de decisão, além de diversos outros benefícios como:

  • Melhorar a gestão da propriedade;
  • Reduzir desperdícios;
  • Reduzir custo de produção agrícola;
  • Controlar a fazenda do escritório;
  • Aumentar a produtividade;
  • Melhorar a sustentabilidade do seu negócio.

É a vinda da agricultura inteligente, ou digital, para auxiliar o produtor na veracidade das informações de sua lavoura. 

tecnologia no agronegócio

(Fonte: Agrishow Digital)

5- Tecnologia no campo: Softwares

As inovações desencadeadas pela tecnologia da informação e big data são os lançamentos de softwares para auxiliar o produtor rural. E vieram para ficar! 

A cada dia são modificados códigos em sistemas fáceis de usar, no computador ou no celular, para agilizar a vida no campo e realizar um controle eficaz da gestão rural. 

O Aegro é um dos aplicativos que você pode utilizar na fazenda para facilitar o dia a dia. É um software de gestão agrícola que auxilia o produtor da semeadura até a colheita

Oferece ao empresário rural:

  • Gestão de Patrimônio e de máquinas;
  • Operações agrícolas;
  • Gestão financeira e comercialização;
  • Monitoramento integrado de pragas;
  • Cotação de seguros agrícolas; 
  • Integração com o Climatempo, para verificar as previsões em tempo real. 
  • Imagens de satélite e análise NDVI;
  • Livro Caixa Digital do Produtor Rural (LCDPR).
Aegro aplicativo de gestão rural

Teste você mesmo o sistema de gestão agrícola Aegro. Temos algumas opções grátis para você começar agora:

Conclusão

Como a tecnologia está cada vez mais presente no agronegócio, diversas empresas e startups brasileiras vêm desenvolvendo inovações que buscam otimizar o sistema de produção, minimizar custos e perdas no campo e, ainda, aumentar a rentabilidade.

Mostramos algumas das principais tecnologias que tendem a revolucionar o setor agrícola e movimentar a economia brasileira.

Contudo, novas tecnologias tendem a surgir diariamente, cabe ao empresário rural optar pelas opções que se encaixam melhor à propriedade.

Você já utiliza alguma dessas tecnologias em sua propriedade? Conhece outra tecnologia no agronegócio? Deixe seu comentário!