Blog da Aegro sobre gestão no campo e tecnologias agrícolas

Imagem mostra uma mão segurando um quadrado com símbolo da porcentagem, que está em cima de outros quadrados sob um solo de plantio. No fundo, há uma paisagem verde desfocada.

Conheça a relação entre taxa Selic e agronegócio

- 20 de setembro de 2021

Taxa Selic e agronegócio: saiba como a taxa influencia os juros do crédito rural, conheça o efeito do sobe e desce e os impactos no agro

Conhecida como taxa básica de juros da economia, a taxa Selic influencia todas as taxas de juros do país. Exemplos são as taxas de financiamento do crédito rural e do Plano Safra.

No agronegócio, ela é um fator de retração ou estímulo aos investimentos nas atividades agrícolas como um todo.

No crédito rural, a taxa Selic serve como parâmetro para determinar os juros que você terá de pagar por determinado empréstimo.

É importante que você considere o histórico da taxa Selic no planejamento financeiro da sua fazenda, para evitar surpresas desagradáveis.

Neste artigo, você saberá como a taxa Selic funciona e como ela impacta nos negócios da sua fazenda. Boa leitura!

O que é a taxa Selic

A taxa Selic é a taxa média dos financiamentos diários.

A taxa funciona como principal instrumento balizador da política monetária para controlar a inflação. Essa inflação se refere à variação de preços dos produtos e serviços.

Selic é a sigla de Sistema Especial de Liquidação e de Custódia. O sistema é administrado pelo BC (Banco Central do Brasil), e é onde são negociados títulos públicos federais.

O sistema Selic, como infraestrutura do mercado financeiro, faz parte do SPB (Sistema de Pagamentos Brasileiros).

Ao fazer parte da infraestrutura do mercado financeiro, o sistema Selic tem papel fundamental no bom funcionamento do SFN (Sistema Financeiro Nacional).

Conforme o BC, o sistema Selic é importante para resolver possíveis casos de falência ou insolvência de instituições financeiras.

Ele serve para coibir fraudes e prevenir o contágio de instituições

Afinal, o sistema registra em seu banco de dados, em tempo real, a liquidação das transações com títulos públicos federais.

Infográfico azul que mostra a diferença entre taxa e sistema selic.

Taxa Selic X Sistema Selic

(Fonte: Banco Central)

Como a taxa Selic é regulada

No BC, a taxa Selic é regulada pelo Copom (Comitê de Política Monetária). Ele se reúne a cada 45 dias para definir se mantém ou altera, para mais ou para menos, o valor da taxa.

A atualização mais recente ocorreu dia 5 de agosto de 2021, quando a taxa Selic foi definida em 5,25% ao ano

O valor foi a alta de um ponto percentual em relação à alteração anterior.

Tabela com taxas de juros básicas.

Histórico recente das variações da taxa Selic

(Fonte: Banco Central)

Desde abril deste ano, a taxa Selic está em alta.

Entre agosto de 2020 e abril de 2021, ela ficou estável, em 2% ao ano. A alta veio após quedas frequentes desde agosto de 2016, quando bateu 14,25% ao ano.

De acordo com analistas financeiros, a tendência é que a taxa Selic suba mais um ponto percentual em setembro de 2021, indo a 6,25%.

Efeitos do sobe e desce da taxa

A alteração na taxa Selic provoca diversas mudanças. Elas vão desde as operações financeiras até o consumo pelos cidadãos

Nos bancos, ocorre alteração no custo de captação quando há mudança na meta para a taxa Selic. Afinal, a rentabilidade dos títulos indexados à taxa também muda.

Quando a taxa é reduzida, cai também o custo de captação dos bancos, pois eles tendem a emprestar dinheiro a juros menores. Isso estimula a tomada de empréstimos e o consumo.

Do contrário, quando a taxa sobe, os bancos cobram juros mais altos nos empréstimos, financiamentos e cartões de crédito

Como consequência, o consumo e a inflação caem.

Impactos da alta da taxa Selic no agronegócio

Os efeitos das alterações da taxa Selic no agronegócio têm foco nos financiamentos e empréstimos

Neste sentido, é importante que você avalie as tendências de subida ou descida da taxa de juros. Assim, você pode fazer apostas mais seguras.

No momento atual, por exemplo, a tendência é de subida da taxa Selic para combater a inflação. 

Agora, ela é de 8,99% no acumulado dos últimos 12 meses, medido pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

Mas com a taxa Selic com tendência de alta, sua preocupação deve ser com o financiamento e o crédito rural: fazer ou não?

Sobretudo para quem teve prejuízo com seca e geada neste ano, o crédito ou o financiamento rural podem servir como alavanca para retomada ou permanência na atividade

Tabela com taxas de juros do plano safra 2021-2022

Veja as taxas de juros do Plano Safra 2021-2022

(Fonte: Mapa)

As preocupações maiores devem ser com operações de custeio, como:

  • preparo do solo;
  • compras de insumos e maquinários;
  • outras operações cotidianas, até a colheita.

Deve ser feita avaliação, ainda, sobre a possibilidade de obter créditos de comercialização. 

Eles são utilizados para garantir que você tenha recursos para esta finalidade ou para armazenar a produção, na espera do melhor preço para venda.

Os créditos de investimento, utilizados para compra de bens duráveis, também podem entrar na lista de prioridades, já que são para uso de longo prazo.

Tabela com linhas de funcionamento de outros programas do plano safra 2021-2022, como pronaf, pronamp, abc e inovagro, por exemplo.

Linhas de financiamento de outros programas do Plano Safra 2021-2022

(Fonte: Mapa)

As taxas de juros do Plano Safra são reflexos da tendência de aumento da taxa Selic. 

Em 2020, por exemplo, os juros do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) eram de 2,75% a 4% ao ano. Em 2021, estão entre 3% e 4,5%.

kit de crédito rural com palestra em vídeo e e-book exclusivo, baixe agora

Conclusão

Neste artigo, você viu como a taxa Selic impacta no agronegócio. A taxa é um importante instrumento de regulação da economia.

Para o desenvolvimento da sua fazenda, o que mais interessa são as taxas de juros dos financiamentos e do crédito rural.

Acompanhe as análises de especialistas em mercado para saber as tendências de subida e descida dos juros e metas anuais do governo.

Sempre dentro das necessidades da sua fazenda, faça análises de investimentos para longo prazo, com base também nas perspectivas governamentais. Na dúvida, consulte um especialista.

>> Leia mais:

“Como fazer fluxo de caixa sem complicação na sua fazenda”

Você conhecia os impactos da taxa Selic no agronegócio? Consegue se preparar para não fazer investimentos em épocas desvantajosas? Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Banner de teste grátis do Aegro na cor verde com uma imagem no meio de uma máquina trabalhando no campo