Tratamento de sementes: entenda as diferenças, importância, produtos utilizados e como realizar

A semeadura é uma das etapas mais importantes durante o processo produtivo.

Por isso, a utilização correta de técnicas que auxiliem no estabelecimento do estande da lavoura é fundamental. Isso possibilita melhor crescimento, desenvolvimento e, consequentemente, maior produtividade. 

Confira neste artigo a importância do tratamento adequado das sementes, produtos mais utilizados e como realizar esse manejo em sua fazenda! 

Tratamento de sementes: importância para semeadura

O tratamento de sementes é uma das técnicas mais importantes para garantir o estabelecimento adequado do estande de plantas.

É uma medida preventiva que visa proteger e preservar a qualidade das sementes e plântulas contra o ataque de pragas e doenças.

Na prática, o tratamento de sementes é a aplicação de produtos (químicos ou biológicos) sobre as sementes, visando preservar o desempenho inicial da cultura.

Mas, vale lembrar, o tratamento não aumenta o vigor das sementes. Por isso, utilize sempre sementes de alta qualidade fisiológica! 

No campo, a utilização do tratamento vem como uma garantia, protegendo a semente desde o contato inicial com o solo até as fases iniciais de desenvolvimento. 

O tratamento de sementes também pode ser uma excelente ferramenta para prevenção de condições climáticas adversas, refletindo, assim, em maior produtividade da lavoura.

Apesar de ser uma técnica que auxilia muito na semeadura, é preciso manter boas práticas de manejo no tratamento das sementes!

Escolher corretamente a época de semeadura e realizar o manejo adequado de seu solo são fundamentais.

Separei algumas informações sobre os produtos mais utilizados para o processo. Vou explicar melhor a seguir.

Produtos mais utilizados no tratamento de sementes

Normalmente, o tratamento de sementes é realizado com fungicidas e inseticidas. Contudo, outros produtos podem ser utilizados para assegurar o estabelecimento do estande, como:

  • micronutrientes;
  • nematicidas;
  • polímeros;
  • reguladores de crescimento; e 
  • agentes de proteção a herbicidas.
Composição do tratamento de sementes

Composição do tratamento de sementes
(Fonte: CIMMYT em AZ Agronômico)

Lembre-se que, no tratamento de sementes, menos é mais! Não inclua produtos sem necessidade, pois você pode prejudicar a qualidade de sementes.

Veja os principais produtos utilizados para grandes culturas:

Lembrando que no mercado existem diversas opções de produtos. Para mais informações, consulte o portfólio da empresa de sua preferência.

banner e-book guia de planejamento para milho e soja

Tratamento de sementes on farm x industrial

Uma dúvida que sempre surge é como realizar o tratamento de sementes.

Atualmente, existem duas formas: “on Farm” (na fazenda) ou o tratamento de sementes industrial (TSI).

Vou detalhar as diferenças, benefícios e desvantagens de cada um a seguir:

On Farm

Tratar as sementes na própria fazenda acaba sendo uma opção para muitos produtores, seja por adquirir sementes sem tratamento (pelo menor custo) ou por utilizar sementes salvas.

Os principais benefícios do tratamento na fazenda são o baixo custo e o curto período de exposição das sementes aos produtos químicos. 

Porém, se optar por essa modalidade, é importante que sua fazenda possua um profissional capacitado e bons equipamentos. Caso contrário, o barato pode sair caro. 

O primeiro passo é saber escolher o produto para o tratamento. Para isso, você precisa considerar: 

  • histórico de ocorrência de pragas e doenças da sua região, escolhendo produtos que sejam efetivos para as mesmas. Ouvir a experiência de outros produtores poderá te ajudar nisso;
  • veja se todos os produtos selecionados têm registro para o tratamento da cultura em questão;
  • dê preferência para produtos que já contenham inseticidas e fungicidas na formulação e boa aderência na semente a baixo volume;
  • se no final desses passos ainda tiver mais de uma opção, selecione o produto com menor toxicidade.

Antes do período de semeadura, certifique-se que o aparelho para tratamento de sementes está bem calibrado e limpo. Isso evita contaminar a semente com produtos usados anteriormente.

Cuidados no tratamento on farm

Uma questão importante no tratamento de sementes on farm é que o local de tratamento deve ser limpo e arejado. Além disso é preciso seguir as normas de segurança para impedir contaminações de pessoas e do meio ambiente. Todos os envolvidos na operação devem usar EPIs (Equipamentos de Proteção Individual).

Recomenda-se que as sementes tratadas não sejam armazenadas, sendo plantadas o quanto antes. 

Além disso, cuidado com o volume de calda utilizado (certifique-se quanto à recomendação para a cultura e para o produto utilizado). 

Caso você opte pelo tratamento on farm e for utilizar a inoculação ou co-inoculação, lembre-se: é fundamental não realizar os dois procedimentos no mesmo momento!

O tratamento de sementes é composto, normalmente, por produtos químicos, alguns altamente tóxicos.

Por isso, opte por realizar o tratamento químico, espere suas sementes secarem e somente depois inclua seu inoculante.

Assim você evita gastos extras e preserva a qualidade de sua inoculação. 

As principais culturas que costumam ser tratadas nesta modalidade são: soja, feijão e trigo. 

Sementes de soja tratadas na fazenda

Sementes de soja tratadas na fazenda
(Fonte: Portal do Agronegócio)

Tratamento de sementes industrial (TSI)

Os principais benefícios do tratamento industrial estão relacionados à eficiência do método. De forma industrializada, o ajuste da dose e cobertura da sementes são melhores. 

Além disso, os riscos de contaminação da equipe e do meio ambiente são menores, pois o manejo dos produtos químicos concentrados não é feito na fazenda. 

Como desvantagem deste método temos a exposição das sementes aos produtos químicos por um período maior.

Esse fato ocorre pois a indústria não trata a semente na pré-semeadura, ocorrendo um período de armazenamento. Por isso, certifique-se que as sementes compradas não foram tratadas há muito tempo!

Além disso, confira se sua sementes não possuem muitos danos mecânicos. Isso porque, como esse método trata grandes volumes de sementes, algumas falhas no equipamento podem danificar as sementes e, consequentemente, diminuir sua germinação e vigor.

A dica aqui é: antes de iniciar a semeadura, realize um teste de emergência em um canteiro da sua propriedade.

Sementes de milho tratadas industrialmente

Sementes de milho tratadas industrialmente
(Fonte: Syngenta)

Entenda a biotecnologia na agricultura e confira as novidades que vêm por aí

Conclusão

Vimos neste texto a importância do tratamento de sementes para o estabelecimento do estande adequado.

Falamos sobre os principais produtos utilizados e como você pode tratar sua sementes na fazenda. 

Também citamos as vantagens e desvantagens do tratamento industrial e a que você deve se atentar na hora da compra.

Espero que, com essas dicas, você alcance ainda mais sucesso na semeadura e produtividade da sua lavoura!

>> Leia mais:

O que caracteriza as sementes piratas e como fugir disso

Semente de soja: principais cuidados e novas tecnologias para fazer a melhor escolha

Não erre mais: tudo o que você precisa saber para a compra de sementes de milho

Você já utiliza o tratamento de sementes em sua propriedade? Qual método prefere: on farm ou industrial? Adoraria ver seu comentário abaixo!