Identificação de plantas daninhas: 5 aplicativos para você reconhecer rapidamente as plantas na sua área e ter um manejo correto e bem-sucedido.

Vira e mexe aparece uma planta daninha que não conseguimos controlar na nossa área e não sabemos bem qual o seu nome.

E sem conhecer essas plantas, o manejo adequado simplesmente não acontece.

Há plantas com tolerância natural a alguns herbicidas, outras que preferem temperaturas altas ou que germinam apenas na luz.

Antes, para essa identificação, eram necessários alguns dias e algumas pessoas envolvidas, como um consultor ou mesmo o vizinho.

Agora conseguimos fazer isso em alguns minutos e por nós mesmos através dos aplicativos. Assim, separei aqui os 5 melhores aplicativos para isso. Confira!

Por que fazer a identificação de plantas daninhas por aplicativos?

A identificação de plantas daninhas é muito importante no campo, pois é necessário conhecer as espécies mais frequentes na sua área.

É através da identificação que você poderá selecionar os melhores manejos para sua área.

Se você faz uso de herbicidas, você terá que saber reconhecer as espécies presentes para selecionar o melhor produto para aquela situação, além da dose correta, época de aplicação e estágio da planta daninha.

Além disso, tem espécies de plantas daninhas que são favorecidas ou desfavorecidas em função da presença ou ausência de palha sobre o solo.

Já as espécies que possuem propagação através de bulbos, tubérculos e/ou rizomas podem ser favorecidas caso haja revolvimento do solo.

Como você pode ver, o correto manejo dependerá da correta identificação da espécie.

Com os aplicativos, a identificação de plantas daninhas que às vezes demorava dias e envolvia algumas pessoas, pode ser feito em alguns minutos por você mesmo.

Existem vários aplicativos para essa identificação, sendo que aqui listei os melhores que conheço!

Alguns são mais restritos a identificação e manejo de plantas daninhas, enquanto outros trazem mais conteúdos na parte de pragas e doenças.

Por isso, veja quais suas diferenças e qual se encaixa melhor na sua rotina do dia a dia:

1. Defesa Vegetal: Identificação de plantas daninhas e seu controle

O aplicativo Defesa Vegetal foi desenvolvido pela Associação Nacional de Defesa Vegetal (ANDEF).

O aplicativo também tem apoio do Comitê Brasileiro de Ação à Resistência a Inseticidas (IRAC-BR), Comitê Brasileiro de Ação à Resistência a Fungicidas (FRAC-BR) e Oxya Consultoria.

Possui mais de 500 pragas agrícolas, doenças e plantas daninhas catalogadas, com diversas imagens para facilitar a identificação.

identificação de plantas daninhas

(Fonte: Defesa Vegetal)

Se você está com suspeita de alguma planta daninhas na área, você pode pesquisar pelo seu nome ao clicar em “praga”.

Depois de achar a planta no catálogo você pode comparar com a que tem na sua lavoura. O aplicativo ainda traz informações sobre detalhes da descrição e  biologia da invasora.

Outra função interessante é que o sistema informa os principais defensivos agrícolas recomendados, além de como fazer o manejo cultural e preventivo.

Veja o que encontrei quando procurei pelo capim-carrapicho:

2-identificação-defesa-vegetal
(Fonte: Defesa Vegetal)

Para pragas, você  verá a recomendação correta para o manejo da resistência de insetos e fungos.

Também é possível consultar os modos de ação de inseticidas e fungicidas, entretanto não há para os herbicidas.

Outra desvantagem que vejo nesse aplicativo é que em seu catálogo só se encontram as plantas daninhas com fotos claras e diversas aquelas mais conhecidas. Assim, se você possuir na sua área uma planta menos comum, será mais difícil de reconhecê-la.

2. ADAMA Alvo

O ADAMA Alvo é um aplicativo que contém informações sobre pragas, doenças e plantas daninhas em lavouras de soja, milho, trigo, algodão, cana e café.

3-adama-identificação-de-plantas-daninhas

(Fonte: Adama – veja mais sobre o aplicativo e como baixá-lo aqui)

Para isso o aplicativo conta com um completo banco de imagens. Nele você vai encontrar informações sobre ciclo de vida, tratamento indicado, importância econômica e descrição de cada problema das lavouras brasileiras.

O diferencial desse aplicativo é que caso você não encontre o que esteja procurando, você pode tirar uma foto e enviar para receber ajuda.

4-identificação-de-plantas-daninhas

Também é muito interessante a ferramenta “Mapa de Alvos”, em que os usuários podem reportar escapes de controle de plantas daninhas nas culturas.

Além disso, ele conta com acesso a previsão do tempo da sua região ou, ainda, você pode acessar as informações da sua estação Adama Clima;

É possível pode baixar apenas o banco de dados para a cultura que você tem interesse. Nesse sentido, a desvantagem aqui é a necessidade de baixar o banco de dados do aplicativo para utilizá-lo.

No entanto, essa também é uma das suas vantagens, porque com isso você pode usar o aplicativo normalmente mesmo sem internet.

3. RRPlus

O aplicativo do Sistema Roundup Ready Plus foi desenvolvido pela Monsanto.

Nele você vai encontrar um guia completo de recomendações, que indicam as ações ideais para o manejo de plantas daninhas de acordo com a sua região e cultura.

5-identificação-de-plantas-daninhas
(Fonte: RRPlus – saiba mais sobre o sistema aqui, baixe o aplicativo para Android ou iOS)

A vantagem é que o aplicativos traz foto das plantas daninhas jovens, que normalmente são mais difíceis de serem identificadas.

No entanto, há poucas plantas no catálogo, apenas as mais conhecidas, além de poucas imagens.

Quanto ao método de controle, você pode visualizá-lo ao clicar na “Árvore de Recomendações”. Ali, você seleciona sua região: Cerrado, Sul Alto (RS/SC/Sul do Paraná) e Sul transição (MS/SP/Oeste do Paraná).

Depois você poderá relatar qual a situação da sua área: manejo proativo (sem relato de resistência) ou se há plantas daninhas resistentes (buva, azevém, capim-amargoso e caruru).

No meu caso, selecionei a região de Cerrado, relatando capim-amargoso resistente na minha área de soja  e safrinha de milho. Com isso, obtive o manejo de erva daninhas durante todo o processo produtivo, como você pode ver abaixo:

6-identificação-de-plantas-daninhas
(Fonte: RRPlus )

4. IZAgro

O IZAgro possibilita a consulta e compartilhamento de informações na área agrícola, com informações sobre mais de 10 culturas.

Nele você pode consultar informações dos produtos registrados para o controle de pragas, doenças e plantas daninhas, inclusive pedindo orçamentos.

7-izagro-identificação-plantas-daninhas

Também dá para avaliar o produto utilizado e receber dicas do Engenheiro Agrônomo. A principal vantagem dele é poder fazer a consulta off-line no campo, sem internet.(Fonte: IZAgro – veja mais sobre o sistema aqui)

5. WeedApp Nufarm

Com o aplicativo WeedApp Nufarm você pode identificar plantas daninhas através de imagens em diferentes estádios, sendo essa uma das principais vantagens do aplicativo.

Além disso, você consegue consultar as melhores opções de tratamento para sua área considerando as plantas daninhas existentes nela.

O objetivo do aplicativo é auxiliar na identificação de plantas daninhas e na sugestão de uso de herbicidas (ingredientes ativos) para o controle de espécies difíceis de serem controladas;

O foco do aplicativo é na cultura da soja, disponibilizando funções como identificação de plantas daninhas, informativos e guia de herbicidas.

8-weedapp-nufarm-identificação-plantas-daninhas
(Fonte – WeedApp Nufarm – baixe aqui para Android e iOS)

Livros de identificação de plantas daninhas

Os livros de identificação vão te auxiliar na hora de identificar as plantas daninhas, sendo utilizados por agricultores e profissionais.

Eles são bem fáceis de manusear, e alguns têm até o tamanho ideal para serem levados no bolso.

Alguns livros você consegue encontrar em pdf na internet:

9-identificação-de-plantas-daninhas

O Manual de Identificação e controle de plantas daninhas: plantio direto e convencional está entre as principais referências na hora de identificar plantas daninhas.

O livro tem ilustrações da planta no início do desenvolvimento, da planta adulta e das sementes.

As plantas daninhas são separadas por família e trazem a descrição da espécie, nome científico, nomes comuns e controle químico de acordo com a classificação em:

  • A: altamente suscetível (mais de 95% de controle);
  • S: suscetível (de 85 a 95% de controle);
  • M: medianamente suscetível (de 50 a 85% de controle);
  • P: pouco suscetível (menos de 50% de controle);
  • T: tolerante (0% de controle).

E, também, possuem os melhores posicionamentos do produto para cada espécie:

  • pré-emergência;
  • pré-plantio incorporado;
  • pós-emergência inicial;
  • pós-emergência tardia;
  • planta adulta.
10-identificação-de-plantas-daninhas

(Fonte: Instituto Plantarum)

Manual de identificação de plantas daninhas na cultura da soja. Este manual é disponibilizado pela Embrapa Soja.

O manual tem ilustrações das plantas daninhas encontradas em lavouras de soja, além de uma descrição da espécie, com seu nome científico e comum.

11-identificação-de-plantas-daninhas

(Fonte: Embrapa)

>>Leia mais: “Guia para controle eficiente da trapoeraba

Baixe grátis o Guia para Manejo de Plantas Daninhas

Conclusões

A correta identificação de plantas daninhas no campo é essencial na hora de escolher o manejo mais adequado.

Antes era mais comum utilizar livros ou pedir alguma consultoria. Essas duas opções continuam sendo muito importantes.

Mas agora temos os aplicativos que facilitam muito a vida, trazendo respostas mais rápidas para que possamos tomar as melhores decisões.

Aqui vimos os principais deles para a correta identificação de plantas daninhas, inclusive suas vantagens e desvantagens.

>>Leia mais:

Glifosato: Fatos e curiosidades sobre o mais usado herbicida
“Planta tiguera: Quais os manejos mais eficientes para sua lavoura”
O guia do manejo eficiente da buva

Gostou? Tem mais dicas sobre aplicativos para identificação de plantas daninhas? Adoraria ver seu comentário abaixo!