Blog da Aegro sobre gestão no campo e tecnologias agrícolas

Manutenção dos pneus agrícolas: como realizar, quais são os tipos de pneus e como saber se o momento da troca chegou!

Uma lavoura bem sucedida não depende só de insumos, sementes, fertilizantes e defensivos

Mão de obra qualificada, máquinas agrícolas, tratores, as colhedoras e os diversos implementos que as complementam também fazem parte desse sistema.

O maquinário deve estar sempre bem regulado e pronto para as atividades, e um dos pontos cruciais é a manutenção dos pneus agrícolas

Você realiza a manutenção de forma correta? Quer algumas dicas sobre como cuidar bem dos seus pneus? Confira!

Como fazer a manutenção dos pneus agrícolas

Nas fazendas e lavouras brasileiras, as despesas com os pneus podem chegar até o segundo lugar na lista de maiores despesas da frota agrícola.

Evitar desgastes desnecessários é essencial. Veja como a manutenção dos pneus agrícolas pode te ajudar.

Calibração e pressão interna 

Qual a calibração correta do pneu agrícola? A resposta é “depende”.

Cada pneu tem uma calibração adequada e a pressão varia de acordo com a capacidade de carga. Para você ter certeza, o melhor é sempre consultar as recomendações dos fabricantes.

Se seu maquinário trabalhar abaixo da calibração ótima, as bandas se desgastam com rapidez e de forma irregular.

Além disso, os pneus agrícolas perdem tração e pode ser que ocorra o “rim slip”, termo usado para descrever quando o pneu corre no aro.

O inverso também é indesejável. Uma calibração excessiva deixa o pneu com formato mais ovalado. Isso gera perda de tração e maior desgaste na linha central do pneu.

Além de garantir a durabilidade dos pneus agrícolas, trabalhar na correta calibração reduz a compactação do solo e garante economia de combustível!

Uma vez feita a calibragem, você deve realizar periodicamente a verificação da pressão interna dos pneus. É importante realizar as medições antes de realizar os serviços no campo, para evitar potenciais danos.

>> Leia mais: “Como produtora economizou em manutenção de máquinas a partir de ação estratégica”

ebook gerenciando o maquinário agrícola, baixe agora

Atenção ao índice de patinagem 

A patinagem é o deslizamento decorrente da transmissão da força das rodas traseiras para o solo.

A patinagem zero ou maior que 20% são problemas comuns do campo, e você pode a determinar com alguns cálculos.

Para começar, você precisa de um local plano para seguir as etapas:

  1. posicione o trator sem implemento e marque o local onde está a roda traseira e a parte do pneu que toca o solo naquele ponto;
  2. dirija o trator até que a roda traseira tenha completado 10 voltas;
  3. meça a distância percorrida (distância 1);
  4. engate o implemento e realize o mesmo procedimento, percorrendo a mesma distância (distância 1) obtida e verifique o número de voltas completas;
  5. faça a seguinte conta:
manutenção de pneus agrícolas, esquema com dez voltas a cem por cento, embaixo têm-se o número de voltas com implemento menos número de voltas sem implemento a Y por cento de patinagem

Suponha que você tenha verificado 11 voltas com o implemento.

esquema para índice de patinagem de pneus, sendo dez voltas a cem por cento, embaixo onze menos dez voltas a Y por cento. Depois dez vezes Y igual a cem vezes e entre parênteses onze menos dez. Dez Y igual a cem vezes um. Y igual cem dividido por dez e, por fim, Y igual a dez por cento.

Esse valor de 10% de patinagem está adequado, mas você deve tomar cuidado para que não ultrapasse 20%.

Chegou a hora da troca? 

A troca pode ser um momento complicado pois, como você viu, os custos dos pneus agrícolas não são pequenos. Entretanto, caso a vida útil do pneu tenha esgotado, não hesite em trocá-los.

O comportamento das máquinas e implementos com pneus desgastados não é o mesmo, e pode colocar a vida dos operadores em risco.

Uma das principais formas de verificar a hora da troca é através da profundidade dos desenhos do pneu (sulcos, frisos e barras).

Quando o desgaste é superior a ¾ (ou 75%) do tamanho inicial, a troca é necessária.

ilustração indicando desgaste máximo de 25% da profundidade total dos sulcos dos pneus agrícolas

Desgaste máximo de 25% da profundidade total dos sulcos dos pneus agrícolas
(Fonte: Dia De Campo)

Essa atividade pode ficar mais fácil com apoio de um software de gestão agrícola como o Aegro. Com o aplicativo, você pode programar alertas de manutenção periódicos, facilitando a análise e possível troca dos pneus das suas máquinas.

Você também consegue acompanhar a data da última troca e o impacto dessas operações nos custos totais da safra.

Alerta para manutenção preventiva de máquinas agrícolas no Aegro

Tipos de pneus agrícolas

Os pneus agrícolas não são todos iguais. Basicamente, você encontra 5 tipos diferentes no mercado:

  • Diagonais: compostos por sobreposição de lonas. O topo e os flancos não são independentes.
ilustração que mostra como é o pneu diagonal

(Fonte: Michelin)

  • Radiais: compostos pela união de uma carcaça flexível e uma armadura metálica de estabilização.
ilustração que mostra como é o pneu radial

(Fonte: Michelin)

  • Alta flutuação: muito estudados para redução da compactação de solo.
  • Implementos: pneus de implementos agrícolas com raias longitudinais.
  • Florestais: específicos para máquinas florestais. São reforçados para suportar áreas com objetos cortantes.

Avalie com cuidado e escolha o mais apropriado para as suas condições.

Água nos pneus? 

É isso mesmo! É possível encher os pneus agrícolas com água para adequar a massa dos tratores.

Esse procedimento é chamado lastragem líquida e garante aumento da capacidade de tração e estabilidade.

ilustração de pneu sendo cheio com água e com opções e porcentagens de lastro

Opções e porcentagens de lastro
(Fonte: adaptado da aula do Prof. Dr. Carlos Furlani)

Porém isso tem um limite e deve ser feito de acordo com as orientações dos fabricantes.

Conclusão

Os pneus agrícolas são componentes essenciais dos tratores, máquinas e implementos agrícolas, pois fazem o contato e garantem a tração.

Escolher o pneu correto é primordial para maximizar as atividades e garantir maior lucratividade. Além da escolha correta, você precisa realizar manutenções preventivas (calibração, verificação de pressão, etc) constantemente.

Dessa forma você obterá melhor desempenho, além de garantir a durabilidade dos pneus.

Com que frequência você faz a manutenção dos pneus agrícolas da sua propriedade? Conta pra gente aqui nos comentários!