Máquinas e Implementos Agrícolas: Veja agora todas as novidades de para os próximos anos.

A cada ano são lançados novos implementos que facilitam a utilização e manuseio por parte dos produtores ou operadores no campo. 

Os tratores estão cada dia maiores, mais potentes, econômicos.

E digo mais, até tratores que trabalham sem a necessidade de um piloto em uma cabine já existem.

Quem diria que chegaríamos ao ponto de poder utilizar um trator agrícola sem cabine que pode ser controlado à distância?

máquinas e implementos agrícolas

(Fonte: Revista Auto Esporte)

Neste artigo vou te apresentar algumas máquinas e implementos agrícolas que você nem sabia que existiam e que certamente podem auxiliar muito na sua vida. Confira!

Sensores em máquinas e implementos agrícolas

Temos muitos sensores acoplados às máquinas e implementos agrícolas que já lançaram no exterior do Brasil ou estão apenas começando a sua comercialização.

Falando em sensores, recomendo a leitura desse assunto no artigo “8 maneiras de deixar sua lavoura mais inteligente utilizando sensores no campo”.

Uma coisa eu garanto, esses novos sensores para máquinas e implementos agrícolas são surpreendentes! Veja os principais deles a seguir:

Sensores para manejo de plantas daninhas

Quem aqui já se deparou com uma ou mais plantas daninhas que insistiam em não morrer? Ou que teve um custo de herbicidas muito elevado?

Pensando em inovações nesse setor, uma empresa holandesa trouxe para o mercado o WEEDit.

Quem não o conhece aqui vai uma explicação rápida sobre este sensor:

O WEEDit funciona com a emissão de um feixe de luz, capaz de reconhecer se a planta está viva ou não, e realizar uma aplicação de herbicida químico para combatê-la.

Essa tecnologia é utilizada em lavouras com o intuito de economizar os produtos aplicados, além de garantir a eficácia da aplicação e reduzir os impactos ambientais.

>> Veja também: Guia absolutamente completo sobre agricultura de precisão na Pré-Safra

Sensor de condutividade elétrica do solo acoplado a máquinas e implementos agrícolas

Outro sensor que vem ganhando espaço no mercado brasileiro é o sensor de condutividade elétrica aparente do solo (CEa).

Um exemplo de sensor já bastante difundido é o Veris comercializado pela Stara aqui no Brasil.

máquinas e implementos agrícolas

(Fonte: Stara)

A falker é uma empresa nacional que possui a mesma tecnologia de sensor de CEa.

maquinas-e-implementos-agricolas-4

(Fonte: Falker)

As leituras que este sensor realiza estão bastante correlacionadas com os atributos físicos dos solos, como textura e matéria orgânica.

Com a utilização deste sensor são gerados mapas que podem auxiliar na hora do manejo e amostragem de solo, uma vez que zonas com características semelhantes podem ser visualizadas nas propriedades.

Falando em solo, veremos agora sobre análise de nutrientes:

Novidade em análise de nutrientes no solo

Essa tecnologia ainda não está acoplada a alguma máquina ou implemento agrícola, mas logo pode ser adaptada.

A análise de solos é feita por uma empresa conhecida como SoilCares e utiliza espectroscopia para recomendação da adubação a ser realizada nas propriedades.

As leituras obtidas com o auxílio do sensor são enviadas à Holanda para comparação com as análises presentes no banco de dados.

Os resultados são impressos na hora e o laudo deixado aos produtores para realização da adubação.

A inovação ainda não chegou ao Brasil, mas outras empresas do ramo estão indo para a mesma linha de tecnologia. Vamos ficar atentos!

Saiba mais sobre correção de solos em “Tudo o que você precisa saber sobre cálculo de calagem (+calcário líquido)”.

aegro

Quais são as tecnologias que chegaram para ficar?

Separei as melhores e mais promissoras tecnologias que realmente acredito que chegaram para ficar:

Máquinas agrícolas autônomas

Outra inovação do setor é a parte de maquinaria autônoma, como o trator da Case.

Num futuro não muito distante teremos máquinas operando sem a presença de um condutor a bordo.

Os tratores possuem sensores de presença, sensores de posicionamento global como o GPS e diversas funções pré cadastradas a serem realizadas na lavoura.

Mas fiquem tranquilos, pois quando o equipamento autônomo não sabe o que fazer ou como proceder em diversas operações, ele envia um comando ou mensagem para seu condutor que é um ser humano, e este toma a melhor decisão.

Semeadura em taxa variada e GPS embarcado

Uma linha de estudos que vem ganhando força atualmente é a de taxa variada na semeadura e utilização de GPS embarcado no implemento.

Uma vez que são delimitadas zonas dentro da lavoura com áreas mais produtivas, uma estratégia de manejo é a semeadura com populações variadas de sementes e até híbridos diferentes.

maquinas-e-implementos-agricolas

(Fonte: Revista A Granja)

A semeadura realizada dessa maneira visa explorar melhor as diferentes zonas encontradas nas propriedades, buscando incrementos na produtividade.

É evidente que são tecnologias novas e a maioria das máquinas ainda são importadas, porém futuramente isto se tornará cada dia mais frequente nas nossas lavouras.

Agregado a tudo isso, temos a necessidade da utilização de GPS, não só nos tratores, mas nos implementos também.

Isso porque semeadoras de grãos e plantadoras de cana de açúcar acabam saindo de seu trajeto devido a inclinações no terreno e umidade presentes nos solos.  

Para reduzir o escorregamento e erros de percurso, uma solução seria a colocação de antenas, também, nos implementos.

Tudo isso envolve a Agricultura de Precisão.

Para saber mais sobre esse assunto veja: “Software para Agricultura de Precisão: O guia definitivo para escolher um”.

O futuro de máquinas e implementos agrícolas contará com o trator escravo

As máquinas modernas estão cada vez mais tecnológicas.

Algumas já podem ser operadas 24 horas por dia, ampliando as janelas curtas de plantio e de colheita.

Com isso temos um incremento na produtividade. Temos a tecnologia nos auxiliando e muito a maximizar as operações e ampliar as jornadas de trabalho.

Nesse sentido, temos na Europa o trator escravo.

Isso mesmo, o nome é estranho mas a funcionalidade é muito interessante.

Deixa eu te explicar: o operador pilota um trator mestre e, ao lado deste, trabalha o trator escravo que copia e repete os mesmos movimentos que o trator mestre fizer.

Com isso temos a redução de um funcionário na lavoura, reduzindo custos operacionais e agilizando as operações agrícolas.

Novidades nos tratores modernos

Quem acha que o trabalho no campo, atualmente, exige tanto esforço quanto no passado está enganado.

O trabalho no campo vem passando por modernizações que auxiliam muito os produtores ou profissionais envolvidos nesse ramo quando o assunto são máquinas e implementos agrícolas.

Quem entra pela primeira vez em um trator John Deere serie 8R ou em um Case Magnum, se surpreende com a tecnologia embarcada nesses maquinários.

São equipamentos que possuem mais tecnologia que muitos carros de luxo que trafegam nas rodovias brasileiras.

Equipados com motores potentes e econômicos, caixas de câmbio automáticas com mais de 23 combinações de marchas.

Atualmente, os tratores mais modernos fornecem aos seus condutores diversas comodidades que muitos de nós não possuímos em nossos carros.

Segue alguns opcionais encontrados no mercado brasileiro de máquinas agrícolas:

  • Assentos com suspensão a ar para reduzir os impactos;
  • Conjunto de faróis de LED e xênon 360º para facilitar trabalho noturno;
  • Piloto automático e assistente de manobras de cabeceira;
  • Pacotes de áudio com diversos falantes, entrada USB, auxiliar e antena externa;
  • Aquecedores e ar condicionado com controles automáticos de temperatura;
  • Monitores digitais para nível de combustível, temperatura do motor, rpm, etc.
maquinas-e-implementos-agricolas-8

(Fonte: Machinefinder)

>> Leia mais: “Como fazer administração rural com essas 3 ferramentas mesmo não sabendo nada de tecnologia”.

Mas depois de ver tudo isso fica a dúvida:

Em qual novidade de máquinas e implementos agrícolas devo investir?

Isso vai depender muita da situação da sua fazenda.

E conhecer sua fazenda passa pelo planejamento agrícola e conhecimento do seu custo de produção real.

Será que compensa alugar máquinas de terceiros ou comprar uma? Será que aquele trator que vive dando problema está compensando?

Essas e muitas outras dúvidas você só vai saber se conhecer seu negócio por completo.

Para isso você pode ter uma pilha enorme de papéis com todos os registros das safras. Ou inúmeras planilhas confusas.

Mas um software de gestão agrícola pode dar a você uma visão muito mais completa, fácil e rápido de fazer e entender o que está acontecendo.

Controle de custos de safra no Aegro

Conheça mais sobre o aplicativo de gestão agrícola Aegro clicando aqui.

Conclusão

Frente a tantas inovações do setor de máquinas agrícolas e implementos, os produtores podem escolher quais se enquadram mais em suas propriedades e em seu sistema de manejo.

Além dessas tecnologias, inúmeras startups estão surgindo no mercado com novos sensores, máquinas, implementos agrícolas e sistemas de gestão, trabalhando para melhorar seu dia a dia na lavoura.

Portanto, temos inúmeras pesquisas e novidades que já podem ser utilizadas nas fazendas brasileiras hoje, cabe a cada um escolher qual rumo quer que sua fazenda tome no futuro.

>>Leia mais:

Depreciação de máquinas: Todos os cálculos de forma prática

Máquinas para culturas de inverno: Diferentes tipos e particularidades

Como evitar o embuchamento em plantio direto de soja

E você, vai inovar e utilizar algumas destas máquinas e implementos agrícolas em sua propriedade? Já possui alguma dessas tecnologias? Adoraria ver seu comentário abaixo.