Blog da Aegro sobre gestão no campo e tecnologias agrícolas

Zoneamento agrícola do sorgo forrageiro: entenda o que é, qual a sua importância, onde e como consultar os dados deste estudo.

O clima na agricultura é um fator de risco. Saber onde e quando plantar é fundamental.

O Zarc (Zoneamento Agrícola de Risco Climático) é um importante instrumento de gestão de riscos. Ele contribui para a redução de perdas em decorrência de problemas climáticos.

O Zarc identifica os municípios e os períodos do ano que apresentam condições de cultivo mais favoráveis. Os resultados são apresentados considerando o ciclo fenológico da cultura e as diferentes classes texturais do solo.

Neste artigo, você pode conferir como funciona o Zarc para a cultura do sorgo forrageiro, onde e como consultar essa ferramenta. Boa leitura!

Zoneamento agrícola do sorgo forrageiro

Recentemente, o Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) divulgou o Zarc para a cultura do sorgo forrageiro. 

O sorgo é uma planta classificada em cinco grupos: granífero, biomassa, forrageiro, sacarino e vassoura. 

Apesar de se tratar da mesma espécie, os sistemas de produção dos tipos de sorgo são diferentes

O Zarc direcionado para o sorgo forrageiro permite o melhor manejo da cultura. Além disso, reduz a probabilidade de perdas de produtividade em função de adversidades climáticas. 

No Zarc, foram identificadas áreas com condições favoráveis para o cultivo de sorgo: aquelas que apresentavam menor risco climático

Também foram definidas as melhores épocas de plantio, considerando a textura do solo e o ciclo do sorgo forrageiro.

>> Leia mais: “Veja como lidar com as pragas e doenças do sorgo”

Tipos de solo

Nos resultados gerados pelo Zarc, são considerados três tipos de solo aptos para o cultivo: 

  • solo tipo 1: solos arenosos, com teor de argila acima de 10% e menor ou igual a 15%;
  • solo tipo 2: solos com textura média, com teor de argila entre 15% e 35%, e menos de 70% de areia;
  • solo tipo 3: solos argilosos, com teor de argila acima de 35%.

Ciclo fenológico da cultura do sorgo

Além do tipo de solo, os resultados do Zarc são fornecidos em função do ciclo fenológico da espécie cultivada. O ciclo da cultura é dividido em quatro fases:

  • fase 1, estabelecimento: semeadura/germinação/emergência;
  • fase 2, crescimento vegetativo: das primeiras folhas verdadeiras até o surgimento da primeira flor;
  • fase 3, reprodução: da primeira flor, incluindo floração e frutificação, até o enchimento dos grãos;
  • fase 4, maturação: do enchimento dos grãos até a maturação fisiológica.

Veja na tabela a duração média dos ciclos e as respectivas fases fenológicas do sorgo forrageiro:

Sorgo forrageiro: tabela de duração média dos ciclos e suas respectivas fases fenológicas

Sorgo forrageiro: duração média dos ciclos e suas respectivas fases fenológicas
(Fonte: Mapa – Portaria 268, de 6 de julho de 2021)

Segundo a Embrapa, o estudo que permitiu a elaboração do Zarc do sorgo forrageiro mostrou que seu cultivo deve ser iniciado em outubro e finalizado em fevereiro na maioria das regiões do Brasil Central. 

Já nas áreas em que o regime de chuvas começa e termina mais tarde, o sorgo forrageiro pode ser plantado até março – caso da região Nordeste.

A seguir, veja como pesquisar as épocas para plantio do sorgo forrageiro na sua região!

Como funciona o Zarc

No vídeo abaixo, você pode conferir como funciona o Zoneamento Agrícola de Risco Climático:

Onde consultar

Os dados do Zarc podem ser acessados de três formas:

Como consultar o zoneamento agrícola do sorgo forrageiro

Painel de Indicação de Riscos do Zarc

Veja como consultar as datas de plantio pelo Painel de Indicação de Riscos do Zarc:

  1. acessar o Painel no site do Mapa;
  2. selecionar a aba Zarc – 20%;
  3. selecionar o indicativo de safra;
  4. selecionar a safra;
  5. selecionar a cultura;
  6. selecionar a unidade federativa;
  7. selecionar o município.

Feito isso, são apresentadas as melhores datas para semeadura. Isso de acordo com o tipo de solo e o grupo da cultura, considerando um nível de risco de perda de 20%.

Portarias de Zarc por Estado

As Portarias de Zarc são publicadas a cada ano-safra no Diário Oficial da União. Elas podem ser acessadas pelo site do Mapa.

Na consulta pelas portarias vigentes do Zarc, é necessário indicar o seu Estado e a cultura de interesse

São apresentadas informações técnicas sobre a cultura e a janela de plantio por município, textura de solo e ciclo da planta

Também são considerados três níveis de risco de perda: 20%, 30% e 40%.

Aplicativo Zarc – Plantio Certo

O aplicativo possibilita uma consulta fácil e rápida aos dados do Zarc. Nele, é necessário selecionar o município e a cultura de interesse

A partir disso, é indicada a melhor época do ano para se realizar a semeadura, com base no tipo de solo e no ciclo fenológico da cultura. São considerados diferentes níveis de risco de perda.

Confira como são apresentados os resultados da pesquisa pelo aplicativo:

Aplicativo Plantio Certo: recomendação de datas de plantio do sorgo forrageiro no município de Rio Verde, Goiás, para a safra 2021/2022

Aplicativo Plantio Certo: recomendação de datas de plantio do sorgo forrageiro no município de Rio Verde, Goiás, para a safra 2021/2022
(Fonte: Aplicativo Zarc – Plantio Certo)

Zarc para concessão de crédito e seguro agrícola 

O Zarc também é cada vez mais utilizado por instituições financeiras como um dos critérios para concessão de crédito de custeio e seguro agrícola.

O Proagro e Proagro Mais (Programa de Garantia da Atividade Agropecuária) e o PSR (Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural) são políticas de seguro agrícola do governo federal. 

Elas têm seu acesso facilitado quando as recomendações do Zarc são seguidas.

Ao adotar as orientações do Zarc e práticas de manejo adequadas, você reduz os riscos de perda de produtividade em decorrência de problemas climáticos, como períodos de seca.

checklist planejamento agrícola Aegro, baixe agora

Conclusão

O Zoneamento Agrícola de Risco Climático é uma importante ferramenta na orientação da melhor época para a semeadura, além de indicar as regiões aptas para o plantio das culturas de interesse agronômico.

O Zarc também influencia na orientação da concessão de crédito de custeio e seguro agrícola.

É importante ressaltar que o Zarc te orienta quanto à melhor época de plantio e quanto às regiões com condições para o cultivo.

Aliado a isso, é imprescindível adotar um manejo agronômico adequado que contribua para o pleno desenvolvimento da lavoura.

Restou alguma dúvida sobre o zoneamento agrícola do sorgo forrageiro? Já consultou qual a melhor época de plantio em sua região? Adoraria ler seu comentário abaixo!