Blog da Aegro sobre gestão no campo e tecnologias agrícolas

adubação em citros

Adubação em citros: 3 dicas para ser ainda mais eficiente

- 9 de dezembro de 2019

Adubação em citros: tudo o que você precisa saber para definir o quê, em que momento e quanto aplicar em seu pomar para alcançar mais produtividade.

A produção e a qualidade dos frutos cítricos estão associadas a diversos fatores como clima, planta (copa e porta-enxerto), práticas culturais, controle de pragas e doenças

Mas, sem dúvida, o fator mais básico e fundamental, com resposta rápida na produtividade, é a adubação.

E para alcançar máxima eficiência nesta prática é preciso saber o quê, quanto, quando e como aplicar. 

Confira a seguir 3 dicas para realizar a adubação em citros com maestria!

1ª Dica – adubação em citros: o quê e quanto aplicar

A lavoura de citros responde rápida e positivamente ao uso de fertilizantes. E, para garantir a eficiência da adubação em citros, precisamos saber o quê e quanto aplicar, quando aplicar e como aplicar!

Para definir o quê e quanto aplicar precisamos, antes de mais nada, descobrir quais são as principais necessidades de nossa lavoura.

E são as análises nutricionais do solo e de folhas que vão nos auxiliar a responder essas perguntas.

Deficiências nutricionais em citros

As plantas, assim como nós, precisam de nutrientes para que possam crescer e se desenvolver.

Os macro (N, P, K, Ca, S, Mg) e micronutrientes (B, Cl, Co, Cu, Mn, Mo, Zn) devem estar sempre presentes e disponíveis às plantas para alcançar máxima produtividade.

Para cada caixa de laranja (Citrus sinensis L.) de 40,8 kg produzida, cada cultivar extrai do solo uma grande quantidade de nutrientes. 

E, caso o solo não apresente as quantidades necessárias para suprir as plantas, elas podem apresentar desenvolvimento insatisfatório e sintomas de deficiência.

Entenda melhor na tabela abaixo:

extração por cultivar

A fim de evitar as deficiências, antes mesmo da implantação do pomar, devemos realizar uma adubação de correção.

E com o passar do tempo, devemos monitorar nossa lavoura, corrigindo sempre que for necessário.

Qual adubo usar em citros?

O adubo que iremos utilizar depende do nutriente que desejamos corrigir, fornecer ou complementar.

Confira na tabela que separei a seguir alguns dos adubos que podem ser utilizados para adubação em citros e seus principais constituintes.

adubação em citros

De modo mais prático, podemos optar pelo uso de formulados NPK, que garantem o fornecimento de três nutrientes numa única vez.

Como vimos, cada adubo pode conter mais de um nutriente e apresenta determinada garantia desses nutrientes.

Dessa forma, as quantidades aplicadas podem ser diversas, evitando a salinidade do solo e garantindo viabilidade financeira.

Qual a composição do adubo Super Simples?

O superfosfato simples (SSP), também conhecido como Super Simples, é um fertilizante derivado do minério natural de fosfato.

Junto com outros, fertilizantes fosfatados são os mais utilizados para corrigir os valores de fósforo (P) do solo. Sua composição básica é de 18% P2O5, 20% Ca e 12% de S.

Agora que sabemos os adubos que podemos usar na adubação em citros, vamos à próxima dica: quais as épocas de maior exigência, ou seja, “quando aplicar?”.

superfosfato simples

Detalhe de superfosfato simples ou “Super Simples”
(Fonte: BR Fértil)

2ª Dica – Adubação em citros: Quando aplicar?

Já vimos que a adubação garante resposta rápida na produtividade das plantas e que é primordial sabermos quais e quanto de adubo iremos utilizar.

Agora precisamos saber qual a época crítica para sua aplicação!

Para o citros, as fases mais críticas para a adubação são o florescimentocrescimento dos frutos, após a colheita e início da vegetação.

Mas, além disso, é importante que as adubações em citros estejam associadas às épocas de ocorrência de chuvas. 

No Estado de São Paulo, essa época ocorre de setembro a março e engloba as fases de maior demanda.

Muitas vezes, em regiões de solo menos fértil, as quantidades a serem aplicadas podem ser muito elevadas para serem distribuídas numa única vez.

Para sanar esse problema, podemos realizar o parcelamento dos adubos em duas ou até quatro vezes durante esse período.

O parcelamento, assim como a escolha dos adubos, pode ser estratégia essencial para evitar aumento da salinidade do solo.

A tabela que trago a seguir mostra os períodos de maior exigência de N, P, e K dos citros, portanto, quando devemos aplicar cada um deles.

adubação em citros

Nesse processo, os micronutrientes não podem ser esquecidos pois, assim como os macronutrientes, são essenciais para o bom desenvolvimento das plantas.

A época de maior exigência de micronutrientes é durante o florescimento, logo após a queda das pétalas e início do fluxo vegetativo.

3ª Dica – Como aplicar a adubação em citros?

Minha terceira e última dica te ajudará na escolha do modo de aplicação dos adubos em sua lavoura.

De modo geral, os macronutrientes são aplicados via solo. Isso pode ser feito na forma sólida ou ainda junto com a água de irrigação através da técnica chamada fertirrigação.

Enquanto para os nossos micronutrientes podemos optar pela aplicação foliar.

Fertirrigação em citros

Ao contrário da adubação com fertilizantes sólidos, a fertirrigação não depende da época das chuvas, pois será realizada juntamente com a irrigação e de forma localizada.

Entretanto, para utilizar desta técnica é necessário que os pomares já apresentem um sistema de irrigação previamente instalado.

Além disso, é preciso que os adubos escolhidos sejam completamente solúveis em água para não causar entupimentos.

Esta técnica demanda monitoramento constante, pois pode causar aumento da salinidade dos solos, o que prejudica o desenvolvimento radicular das plantas.

Adubação foliar em citros

A adubação foliar é normalmente restrita à aplicação de micronutrientes. O boro (B) é uma exceção, pois sua maior absorção ocorre via solo.

A principal vantagem da adubação foliar é que ela fornece os nutrientes diretamente nas regiões de demanda, o que permite melhor absorção.

Apesar de poder ser associada a outras aplicações, garantindo economia de operações, precisa ser realizada nas horas mais amenas do dia para garantir sua eficácia!

Aplicação foliar em plantas cítricas

Aplicação foliar em plantas cítricas
(Fonte: Acervo pessoal – Marcelo Brossi Santoro)

Conclusão

Para aumentarmos a eficiência da adubação em citros precisamos nos atentar ao quê e quanto aplicar, quando e como aplicar.

Esses três fatores estão intimamente ligados e vão influenciar diretamente na produtividade da lavoura.

Cada forma de aplicação e cada tipo de adubo utilizado apresenta vantagens e desvantagens que mostramos aqui.

Cabe a você avaliar e optar pelas que trarão vantagens econômicas e produtivas ao pomar.

>> Leia mais:

Como não errar na implantação do pomar de laranja valência

“Tudo sobre a produção de laranja pêra”

Em quais pontos você foca na hora de aumentar a eficiência da adubação em citros? Conte pra gente nos comentários!

Comentários

  1. Luiz Carlos Vaz disse:

    Olá Marcelo, saudações
    Fiquei muito satisfeito com suas explicações e aprendi bastante coisa sobre o assunto.

    Vou aplicar esses conhecimentos e ver o resultado.

    Só uma pergunta, se eu colocar o boro no solo, como devo fazer?

    Muito obrigado pela sua atenção.

    Luiz Carlos Vaz

    1. Olá Luiz!

      Que bom que você gostou do texto, espero que essas informações te auxiliem no manejo e condução de seus pomares.

      Para a aplicação do boro via solo, o primeiro passo é escolher entre os adubos boratados simples ou mistos (aqueles que tem boro na formulação).

      A aplicação em si pode ser realizada em área total ou em faixas de adubação.

      Te adianto que aplicação conjunta do boro com outros fertilizantes garante maior uniformidade na distribuição, além de reduzir os custos de operação.

      Espero que essas informações tenham sanado suas dúvidas. Estamos à disposição!

      Fique ligado no blog que sempre tem conteúdo novo. Abraço!

  2. Isaías Smider disse:

    Suas explicações são tecnicas ,porém de fácil entendimento,gostei muito

    1. Olá Isaías, tudo bem?
      Fico feliz que tenha gostado do texto. Espero ter te ajudado!
      Fique ligado no blog que sempre tem conteúdo novo!
      Forte abraço!

  3. ELIAS BEIRA JR disse:

    Bom Dia Marcelo;

    Sou de Piracicaba, moro em um condomínio em SBO (cidade vizinha), plantei um pé de laranja já fazem uns 3 anos aqui no condomínio, comprei a muda já grande, porém ela não cresce e não muda nada, acho que o solo aqui é mto ruin, consigo fazer alguma coisa para tentar mudar esse cenário? Por favor sou muito leigo nesse assunto, preciso de dicas fáceis;

    Desde já mto obrigado,

    Obs.: Tentei ler seu artigo mas achei mto complexo para mim;

    1. Olá Elias, tudo bem?
      Vamos ver se consigo te ajudar!
      Normalmente quando as mudas estão muito grandes mas ainda em vasos pequenos pode ocorrer o enovelamento do sistema radicular. Quando isso acontece mesmo depois de colocada no solo as plantas podem domorar a crescer.
      O que você pode fazer para tentar estimular o crescimento da planta é deixar o solo mais rico e propício ao crescimento dela.
      Para isso, a aplicação de esterco bovino bem curtido ao redor do tronco e fertilizantes NPK, aliado a irrigação da planta, principalmente nessa época mais seca, pode ajudar!
      Estamos a disposição!
      Um abraço.

      1. ELIAS BEIRA JR disse:

        Obrigado pelo retorno Marcelo;
        Vou procurar esses dois itens para por no solo e vou fazer a irrigação;
        Só mais uma dúvida se puder é claro, qual a frequência da adubação e da irrigação?
        Att

        1. Olá Elias, tudo bem?
          Magina, estamos aqui para ajudar!
          A frequência da irrigação varia de acorodo com a época do ano, já que no verão a demanda por água é maior. Apesar de maior demanda no verão, agora no inverno costuma chover menos e por isso é importante irrigar pelo menos de 2 a 3 vezes na semana ou menos se notar que está encharcando. Já no verão, irrigar de 3 a 4 vezes por semana pode ser o suficiente mas pode irrigar mais vezes caso verifique que o solo está muito seco.
          Quanot a adubação, você pode fazer uma adubação em maior quantidade no início das chuvas e do florescimento (setembro/outrubro) e mensalmente, ou a cada 2 meses, aplicar uma dose menor para manter a planta bem nutrida. É importante também fazer uma boa adubação também após a colheita!
          Espero que tenha conseguido te ajudar.
          Fique ligado no Lavoura 10 que sempre tem conteúdo novo.
          Abraço!

      2. Valdeir Araújo Sussai disse:

        Excelente explicação, estava procurando estas informações, será de grande ajuda p mim, tenho 12 pés d cítricos no início da formação

  4. Marco Areias disse:

    Olá! Muito bem explicado e de fácil entendimento para quem não está acostumado com termos técnico. Assunto bem resumido e acertado para o objetivo que é a adubação nas épocas adequadas. Obrigado

    1. Olá Marco!
      Que bom que gostou do texto. Espero ter te ajudado de alguma forma.
      Fique ligado no Lavoura 10 que sempre tem conteúdo novo!
      Forte abraço e até a próxima.

  5. Marcelo muito boa sua explicação sobre citrus !!gostaria de ampliar esse contato pois sempre surge duvidas quanto ao cultivo dessa fruta tão rica!!

    1. Olá Renato, tudo bem?
      Fico feliz que tenha gostado do texto e espero ter te ajudado a aprender um pouco mais sobre a cultura.
      Caso tenha alguma dúvida específica, estamos aqui para tentar ajudar!
      Forte abraço!

  6. Jefferson E. H. disse:

    Olá estou com uma dúvida, moro no Rio grande de Sul temos uma época de frio que é de abril até setembro, nossa épocas de chuva é em julho. Posso adubar em julho sendo que nessa época é frio?

    1. Olá Jefferson! Tudo bem?
      A época de aplicação dos adubos depende muito do tipo de abubo, mas de forma mais geral ela deve ser feita pelo menos um mês antes do início da brotação principal. Assim, os nutrientes ficam diponíveis para as plantas na época adequada.
      Como o período de frio é mais longo no RS, a adubação nesta época poderia ser feita com fertilizantes de liberação mais lenta.
      A adubação servirá como que um estímulo para a brotação, por isso é importante tomar cuidado ao adubar em épocas mais frias, especialmente se houver risco de geada.
      Espero que tenha conseguido te ajudar!!
      Fique ligado no Lavoura 10 que sempre tem novidade.
      Um abraço e até a próxima!

  7. Antonio disse:

    Olá Rodrigo me chamo antonio sou aqui do Piauí , é por que eu plantei umas mudas encestadas de laranja faz uns 4 anos ,aí elas não se desenvolveram ,elas ficaram empaturadas ,ai eu quero saber qual adubo NPK devo usar

    1. Olá Antonio, tudo bem? Aqui é o Marcelo!
      Para estimular o crecimento das mudas você pode acrescentar fertilizantes ricos em nitrogênio (N) e potássio (K), como nas formulações 20-5-20 ou 20-0-20. Além disso, tente aumentar a matéria orgânica do solo com esterco curtido.
      Espero que tenha conseguido te ajudar!
      Fique ligado no blog que sempre tem novidade.
      Abraço!

  8. Antonio disse:

    Obrigado Marcelo ,vou fazer isso

  9. Valdir José Esteves Pereira disse:

    Marcelo, tudo bem!
    Estou formando novo pomar, mas algumas plantas brotaram, vou retirar e plantar novas mudas. Mas outras que eu havia plantado não estão crescendo, a minha dúvida devo continuar adubando, mas essa adubação pode ser diretamente na planta ou ao seu redor.
    E por último antes de plantar as novas mudas devo colocar um pouco de calcário e depois o adubo esterco) e aguardar uma semana para depois plantar.

    abraço

    Valdir

    1. Olá Valdir, tudo bem?
      Para acertar na aplicação do calcário e na adubação é importante ter a análise de solo nas mão e contar com acompanhamento de um Engenheiro Agrônomo, assim você acerta nas quantidades e evita o desperdício.
      Essas aplicações podem ser feitas em área total ou localizada (na cova de plantio). Em uma semana pode ser que o calcário ainda não tenha reagido no solo e cumprido seu trabalho, o recomendado é que após a aplicação esperemos cerca de 90 dias para o plantio.
      Caso as plantas já estejam no campo é interessante aplicar os adubos na coroa da planta mas sem encostar no tronco.
      Espero que tenha conseguido sanar suas dúvidas Valdir!
      Nesse link você pode conferir um pouco mais sobre adubos: https://blog.aegro.com.br/melhor-adubo/
      Um abraço e até mais!

  10. Tatiana Cantuarias disse:

    Muito bom Marcelo!! Obrigada por compatilhar a informacao

    1. Marcelo Santoro disse:

      Boa tarde Dra Tatiana! Tudo bem? Espero que sim.
      Obrigado pelo comentário! Fico feliz que tenha gostado e aproveitado o texto.
      Forte abraço!

  11. Sergio Moura Santos disse:

    Boa Tarde Marcelo !
    Parabéns pelo seu brilhante trabalho.

    1. Marcelo Santoro disse:

      Boa tarde caro Sergio! Tudo bem? Espero que sim.
      Agradeço pelo comentário! Fico contente que tenha gostado e aproveitado o conteúdo.
      Grande abraço!

  12. Luciano de Oliveira disse:

    Ola tudo bem, então tenho dúvidas em relação a mudas pequenas (sem enxertos) qual adubo devo usar para melhor desenvolvimento das mudas? Sou eu que germinos elas e depois de um tempo mudo para sacos pra mudas.

    1. Marcelo Santoro disse:

      Olá Luciano, boa tarde, tudo bem? Espero que sim!

      Você diz respeito a produção dos cavalinhos em estufa?

      Bom, ai o manejo é bem diferente, normalmente é feito na forma de ferirrigação e as concentrações dos fertilizantes são bem menores quando comparadas às plantas em campo, pois elas ainda estão pequenas.

      Você pode conferir um pouco mais a respeito da produção de mudas citricas nesse texto que escrevi:
      https://blog.aegro.com.br/producao-de-mudas-citricas/

      Espero que tenha te ajudado!

      Um abraço

  13. Jacy Alves de Oliveira Júnior disse:

    Boa noite Elias!
    Saúde e paz!
    Possuímos dois pés de limões, um Taiti e outro galego; ambos estão com muitos fungos nas folhas, empretecidas… Li a pouco em outro canal, que pode ser excesso de Nitrogênio, como corrigir?
    O que fazer?
    Obrigado.

    1. Marcelo Santoro disse:

      Boa taede Jacy, tudo bem? Espero que sim!

      Aqui é o Marcelo do Lavoura 10.

      Qualquer nutriente, em falta ou em excesso, pode ser prejudicial.

      O excesso de nutrientes é sempre mais difícil de ser resolvido do que a falta.

      No caso do nitrogênio não há muito o que fazer, você pode tentar reduzir as doses das próximas aplicações de fertilizantes nitrogenados e, como são poucas plantas, trabalhar colocando um pouco de serragem ao solo, na projeção da copa.

      Espero que tenha conseguido te ajudar.

      Um abraço e até a próxima!

  14. Mário Luciano Pereira disse:

    Valeu pelas dicas disponíveis, eu sou técnico de campo em uma fazenda, sou bacharel em agronomia e os vossos artigos me têm ajudado muito… continuem a publicar gente do aegro. Diretamente de Angola

    1. Marcelo Santoro disse:

      Boa tarde Mário, tudo bem com você? Espero que sim!

      Fico muito feliz que tenha gostado e esteja aproveitando o conteúdo do Blog Lavoura 10!

      Fique ligado que sempre temos novidades por aqui.

      Forte abraço

  15. Rute C. Ramos disse:

    Gostei muito do texto, prático e de fácil entendimento. Aproveitei bem os ensinamentos para a correção do solo com árvores cítricas que não se desenvolvem em uma determinada área na cidade Caçapava do Sul – RS, onde vizinhos a 1000 m apresentam excelentes desenvolvimentos da mesmas espécie. Aprendendo agora a teoria para por em prática! Obrigada!

    1. Marcelo Santoro disse:

      Boa tarde Rute, tudo bem? Espero que sim.

      Que maravilha!

      Fico contente que tenha conseguido aproveitar a teoria e aplicado ela na prática em sua lavoura!

      Estamos sempre postando conteúdo novo aqui no Lavoura 10, continue acompanhando a gente.

      Forte abraço!

  16. Joelinho disse:

    Olá, as minhas laranjeiras crescem muito lentamente. Foram plantadas há 12-15 anos e têm agora cerca de 1-1,5m de altura. Tenho um solo argiloso muito duro de cerca de 40cm de profundidade. Até as oliveiras jovens crescem muito mais depressa. As raízes das laranjeiras são demasiado fracas para quebrar o solo ou são todas laranjeiras anãs? Não consigo encontrar nenhuma doença, dão frutos todos os anos mas são terrivelmente pequenos. Nunca foram podados, excepto para remover a madeira morta e os rebentos de água. O que posso fazer? Até agora, só fertilizei com estrume de cavalo (É um composto (grau V) da classe I proveniente de 85% de estrume maturado de cavalo e 15% de Siro Agro 1 (Húmus de casca de pinho – certificado pela RAL).
    Características físicas/químicas
    Azoto total (N) – 2.98 %
    Fósforo total (P2O5) – 0.44 %
    Potássio total (K2O) – 1.08 %
    Cálcio total (CaO) – 2.64 %
    Magnésio total (MgO) – 0.32 %
    Boro total (B) – 16.15 mg/kg
    Carbono orgânico – 41.45 %
    Razão Carbono /Azoto – 12
    Humidade – 34 %
    Matéria orgânica – 70 %
    pH – 7.8)
    Estou a ficar desesperado ….

  17. Marcelo Santoro disse:

    Olá Joelinho, tudo bem?
    Acredito que seu problema seja realmente o solo.
    A combinação de solo raso com elevados teores de argila com certeza está interferindo no desenvolvimento de suas plantas.
    O mais adequado seria ter feito um preparo profundo desse solo antes e o plantio elevado (camalhões).
    Para plantios futuros sugiro que siga esse caminho e faça uma boa correção com base na análise do solo. Caso não seja um plantio comercial, mas sim uma chácara ou quintal de casa, uma alternativa seria o plantio em vasos grandes, utlizando um mix de substrato + esterco.
    Outro ponto importante é que o esterco de cavalo não é tão eficiente e bom quanto o esterco de gado ou aves.
    Espero que com essas dicas eu te ajude na tomada de decisão.
    Forte abraço!

  18. Joelinho disse:

    Bom dia Marcelo,
    Muito obrigado pela sua resposta rápida.
    Tentarei soltar o solo com girassóis, rabanete e phacelia. Na verdade só quero fertilizar as minhas árvores organicamente, faria sentido dar uma dose de um fertilizante químico para estimular o crescimento? Li que as laranjeiras também precisam de muito cálcio, preciso de acrescentar esse extra? Seria útil um fertilizante foliar, e o que poderia eu usar? Dissolver o grão azul e pulverizar?

    Muito obrigado
    um abraço
    Joelinho

  19. Luciana disse:

    Excelente esse artigo sobre adubação de citros. Sou totalmente leiga no assunto, apenas planto um pomar na fazenda da família, mas essas instruções são perfeitas!
    Muito obrigada por compartilhar essas informações de forma simples e objetiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Banner de teste grátis do Aegro na cor verde com uma imagem no meio de uma máquina trabalhando no campo