Blog da Aegro sobre gestão no campo e tecnologias agrícolas

Florada do citros: 3 manejos essenciais para garantir uma boa produção

- 4 de novembro de 2019

Florada do citros: Irrigação, recomendação de  adubação mineral e foliar, controle de doenças e outras recomendações para a melhor produtividade do pomar!

A ocorrência de florescimentos fracos e de doenças nas flores é um problema comum em citros.

Assim como para outras frutíferas perenes, a florada é apenas o primeiro passo em direção a uma boa produção.

Por isso, precisamos estar atentos às condições ambientais, nutricionais e fitossanitárias de nosso pomar.

Confira a seguir como podemos fazer os melhores manejos para uma boa florada e, consequentemente, para uma boa produção!

Florada do citros: Fisiologia do florescimento do citros

Para entender o manejo, precisamos conhecer um pouco a respeito da fisiologia do florescimento.

As plantas cítricas quando cultivadas em clima subtropical apresentam de 2 a 5  fluxos de crescimento durante o ano.

O fluxo de primavera, que ocorre do final de julho a meados de setembro, após o repouso fisiológico, é o precursor da principal florada dos citros.

Já em regiões de clima tropical (mais quentes), o crescimento e o florescimento podem ocorrer durante todo o ano, desde que ocorra a indução.

O principal fator responsável pela indução do florescimento das plantas cítricas é o estresse hídrico.

Apesar de simples e belo, a florada do citros é um processo complexo, que envolve a ação conjunta de fatores endógenos e exógenos

O teor de carboidratos e de hormônios, assim como a temperatura média do ar e as relações hídricas e nutricionais, são alguns deles.

As perfumadas flores cítricas se formam em inflorescências, que são conjuntos de flores que podem ou não apresentar folhas.

Isso ocorre de acordo com as condições ambientais que a planta passa durante a época de indução.

Em grande parte das cultivares cítricas, é nas inflorescências com folhas que ocorre maior fixação das flores e, consequentemente, mais frutos.

Isso acontece graças a melhor condição endógena proporcionada pela folha, presença de carboidratos, hormônios, entre outros.

florada do citros

Esquema do tipos de inflorescências formadas nas plantas cítricas: inflorescências sem folhas (1 e 2); inflorescências com folhas (3 e 4) e ramo vegetativo sem flores (5).
(Adaptado de Yair Erner e Ilan Shomer, 1996).

Desenvolvimento floral

O desenvolvimento floral apresenta 7 estágios diferentes antes da fixação e desenvolvimento do fruto, como você pode ver na figura abaixo:

estágio floral do citros

Estágio de desenvolvimento floral dos citros. (R1) botões verdes cobertos pelas folhas; (R2) botões verdes cobertos pelas sépalas; (R3) botões brancos; (R4) botões brancos alongados ‘cotonete’; (R5) flores abertas; (R6) queda das pétalas (70% de queda) e (R7) frutificação ‘chumbinho’.
(Adaptado de Silva-Júnior et al., 2014)

De forma geral, esse é o processo da florada do citros.

Agora que entendemos e conhecemos a fisiologia, confira a seguir 3 manejos essenciais para não errar e aumentar a produção!

Florada do citros: 3 manejos essenciais para aumentar a produção

1. Irrigação

Como vimos, o estresse hídrico é essencial para a indução do florescimento das plantas cítricas.

Porém, as plantas cítricas demandam cerca de 900 mm a 1.200 mm de chuvas por ano, sendo este um fator limitante para a sua produção.

A produção de citros em regiões cujo déficit hídrico anual supere 300 mm, exige a instalação de um sistema de irrigação.

Muitas vezes nos prendemos muito à quantidade de chuva e nos esquecemos da distribuição delas ao longo do ano.

Períodos de déficit hídrico superiores a 2 meses podem reduzir drasticamente nossa produção.

Para atingirmos bons níveis produtivos, a demanda hídrica nos meses de verão pode chegar a até 4 mm/dia. No inverno, isso varia de 2 a 3 mm/dia.

Lembre-se: a demanda hídrica pode variar

Além dos aspectos ambientais, ela também é alterada pela copa/porta-enxerto usado, características do solo, espaçamento, idade da planta, sanidade, entre outros.

2. Adubação

O manejo da adubação dos citros é essencial para seu ciclo produtivo. E deve ser realizado sempre com base em análises de solo e folha. 

Normalmente, a adubação é realizada na época das águas (de setembro a março), englobando a pré-florada e o pós-florada. 

Esta é a época de maior demanda nutricional da planta, onde se concentra o crescimento vegetativo, florescimento e fixação de frutos.

Normalmente, o adubo deve ser aplicado em faixas de largura igual ao raio da copa da planta, sendo dois terços dentro e um terço fora da mesma.

O parcelamento é uma técnica comum e recomendada, podendo ser feito em duas ou três vezes no período chuvoso.

Confira na tabela que eu separei:

Época de aplicação e parcelamento de nitrogênio, fósforo e potássio em plantas cítricas de 2 ou mais anos.
(Adaptado de Embrapa Informação Tecnológica, 2005).

Os micronutrientes também são essenciais para o bom desenvolvimento das plantas e falarei deles mais à frente!

Nos últimos anos, as técnicas de fertirrigação e adubação foliar se destacaram como essenciais para a melhora da florada dos citros.

>> Leia mais: “Como fazer amostragem de solo com estes 3 métodos diferentes.

Adubação foliar para florada do citros

A adubação foliar na citricultura ganhou espaço devido à crescente produtividade dos pomares cítricos, buscando complementar a nutrição via solo. 

A técnica busca a manutenção ou correção dos níveis nutricionais das plantas, principalmente no que diz respeito aos micronutrientes.

Os principais micronutrientes aplicados via foliar são: manganês (Mn), molibdênio (Mo), zinco (Zn), cobre (Cu) e boro (B).

As adubações foliares devem ser realizadas nas épocas de fluxos de crescimento (primavera – verão), sempre nas horas mais amenas do dia.

Enquanto as brotações ainda são novas, sua cutícula ainda não está completamente desenvolvida e isso permite melhor absorção dos nutrientes.

Alguns macronutrientes também podem ser aplicados via foliar buscando melhorias na florada do citros. É o caso do nitrogênio (N) e do cálcio (Ca).

Mas, lembre-se: devido à elevada demanda dos macronutrientes, estes não devem ser restritos à adubação foliar.

Muitas vezes a adubação foliar é realizada em conjunto com defensivos agrícolas, desde que haja compatibilidade entre eles.

Fertirrigação

As principais vantagens desta técnica são a aplicação localizada e em solo molhado dos fertilizantes, via água de irrigação.

A projeção da copa engloba maior quantidade de raízes ativas, portanto, otimizamos a absorção de nossos fertilizantes.

Mas, como nem tudo são flores, para usarmos a fertirrigação precisamos que nosso pomar já possua sistema de irrigação instalado.

Além disso, precisamos que nossos fertilizantes estejam completamente solubilizados na água para que não ocorram entupimentos.

O uso dessa técnica exige monitoramento constante para que não aconteça salinização do solo, especialmente na região do bulbo de molhamento.

comportamento do bulbo

Comportamento do bulbo de molhamento em solo argiloso e arenoso.
(Fonte: Solo, planta e atmosfera: conceitos, processos e aplicações. Reichardt & Timm, 2004.)

3. Controle fitossanitário

As plantas cítricas apresentam uma grande quantidade de pragas e doenças que interferem em seu desenvolvimento – e durante a florada não é diferente.

As flores cítricas são alvo do fungo chamado Colletotrichum acutatum, causador da chamada podridão-floral ou “estrelinha”.

florada do citros

Flor saudável (1)  e flor atacada pelo fungo Colletotrichum acutatum (2)
(Fontes: (1) Marcelo Brossi Santoro e (2) Fundecitrus)

Esse fungo infecta flores e frutos jovens levando à queda das flores e, consequentemente, reduzindo a produção das plantas.

As fases R3, R4 e R5 vistas no decorrer do artigo são as mais críticas à infecção do fungo.

O controle deve ser realizado preventivamente no pré-florescimento, com fungicidas do grupo das estrobilurinas e triazóis. 

Mas atenção! Longos períodos de chuva favorecem infecção.

Florada do citros: Particularidade da florada da ponkan

A ponkan (Citrus reticulata) é uma das cultivares de tangerinas mais produzidas no Brasil e no mundo.

Sua maturação, no estado de São Paulo, é considerada de precoce à meia estação, ocorrendo nos meses de abril a junho.

Apesar de ser amplamente cultivada, as tangerinas ponkan apresentam uma particularidade a qual devemos nos manter atentos.

Embora a fisiologia básica seja a mesma, as tangerinas Ponkan podem apresentar a chamada alternância produtiva.

Isso acontece devido a um desbalanço entre as fases vegetativa e reprodutiva da planta, levando a prejuízos na produtividade e trazendo impacto sobre a qualidade dos frutos.

O principal responsável por esse desbalanço é o florescimento excessivo

Esse florescimento exagerado pode esgotar as reservas energéticas das plantas, levando a uma produção muito baixa ou até mesmo nula no ano seguinte.

Portanto, o uso de técnicas que redução da florada podem e devem ser aplicadas de forma preventiva ou corretiva.

As principais técnicas comercialmente utilizadas são o uso de reguladores de crescimento, poda e raleio químico ou manual.

Conclusão

Neste artigo, pudemos perceber que a florada dos citros pode ser afetada por diversos fatores: demanda hídrica, nutricional e aspectos sanitários.

Por isso, precisamos nos manter atentos, sempre alinhando as técnicas de manejo às necessidades fisiológicas e particularidade de nossas plantas.

Dessa forma, transformaremos uma bela florada numa bela produção!

>> Leia mais:
Como não errar na implantação do pomar de laranja valência
Tudo sobre o manejo da Laranja Hamlin

E você: qual manejo não abre mão na florada do citros? Conte pra gente nos comentários! 

Comentários

  1. Denilson disse:

    Tenho pomar de ponca 400 pés todos irrigados. Esse ano apesar de ter feito todos os procedimentos como irritada adubação solo foliar e defensivos. Inclusive se asemelhando muito ao q eu li aqui frutificação foi pífia em torno de 10%

    1. Olá Denilson, tudo bem? Obrigado por entrar em contato!

      A ponkan pode sim apresentar baixa fixação dos frutos, embora 10% de flores fixadas seja um valor bem elevado.

      Isso pode ocorrer devido a exaustão de carboidratos, uma produção muito elevada no ano anterior ou ainda crecimento vegetativo muito intenso!

      Por ser uma característica fisiológica da planta, o uso de reguladores vegetais pode ser uma solução, já que auxiliam na manutenção do equilíbrio da planta.

      Espero ter te ajudado!

      Abraço!

      1. Valéria disse:

        Tenho um pé de bergamota a formiga comeu toda a flor e os frutinhos ela aínda pode florar novamente o que fazer

      2. Eliana Barbosa disse:

        Tenho um pé de mexerica Ponkan, as folhas estão com umas praguinhas brancas e está nascendo novas folhas, fui.dar uma olhada e ví que o pé está cheio de botãozinho de flores.
        O que faço para acabar com essas praguinhas? 😥

    2. Cristiano disse:

      Tenho um pomar e nele um pé mexerica pokan e um de tangerina.
      A pokan tenho ele a três anos e de somente um fruto e nada mais, o que pode ser? E a tangerina tenho ele a seis meses está com um metro e meio de altura estava bastante florido porém a pétalas caíram e o fruto ficou com as pontas pretas e cairam o que pode ser ?

      1. Raíssa Natasha Ciccheli disse:

        Oi, Cristiano
        Sou da comunicação da Aegro.
        Agradecemos por nos acompanhar. Como cada pomar tem suas características, sempre recomendamos a análise de um(a) agrônomo(a) de sua região. Dê uma olhada em nossos outros artigos sobre citros que podem te ajudar: https://blog.aegro.com.br/tag/citros/
        Abraço! 🙂

  2. Matilde disse:

    Minha árvore de pokam,ainda não florio,queria saber ce ainda da fruto???

    1. Olá Matilde, tudo bem?
      Para que o florescimento ocorra as plantas precisam que as condições climáticas, nutricionais e fisiológicas estejam adequadas, assim como vimos no artigo.
      Caso não apresentem as condições adequadas devemos buscar corrigí-las.
      Além disso, outros pontos como a idade da planta e se a muda foi enxertada, devem ser observados pois podem influenciar no tempo para o florescimento.
      Espero ter te ajudado!
      Abraço!

  3. Joaquim Gonçalves disse:

    Tenho umas árvores cítricas, no quintal, 1 pé de laranja pera, 1 pé de laranja baiana e 1 pé de ponkan. A laranja baiana já produziu apenas um fruto, o pé de ponkan ainda é novo, mas o que está me intrigando é o pé de laranja pera, produziu apenas poucas flores é normal Ainda dará mais flores.

    1. Olá Joaquim, tudo bem?
      É comum para as plantas cítricas e outras espécies frutíferas apresentarem uma produção muito pequena (quase nula) no início do seu desenvolvimento. Com o passar do tempo essa produção aumentará gradativamente. Espero que ter ajudado! Forte abraço!

  4. Joaquim Gonçalves disse:

    Sr. Marcelo Santoro, outra coisa que está me intrigando é um pé de abacate que tenho também, as folhas estão com manchas marrons, é normal. Coloquei esterco de curral a uns dias, será que causei algum dano. Digo isso porque meu pé de melissa e alfavaca secaram por completo depois que coloquei o esterco. Obs: esterco bem curtido. logo após irriguei bastante, aliás, irrigação quase todo dia nas plantas.

    1. Olá Joaquim, tudo bem?
      Bom tê-lo novamente por aqui!
      É difícil afirmar com certeza de que se tratam essas manchas foliares sem vê-las, mas acredito que não deve ser nada grave, as doenças mais preocupantes do abacateiro afetam as raízes e os frutos.
      Quanto ao esterco, uma vez estando bem curtido e aplicados longe do tronco (pelo menos 20 cm) não deve haver prejuízos a planta! Uma vez que abacateiros se desenvolvem bem em solos enriquecidos com matéria orgânica.
      Espero que tenha te ajudado! E fique a vontade caso tenha novas perguntas!
      Abraço!

  5. Maria da Penha disse:

    Dr. Marcelo
    Tenho um pequeno pomar com uns 5 pés de laranjas. Estou intrigada porque há uns 3 anos elas não florescem embora dêem frutos . Sinto falta das flores. Obrigada pela atenção.

    1. Olá Maria, tudo bem?
      Os frutos são resultado do florescimento, portanto se tem frutos nas plantas significa que houveram flores um dia!
      O florescimento ocorre num período curto de tempo e muitas vezes pode passar desapercebido, principalmente se ocorrer em baixa intensidade (poucas flores).
      A primavera é a época do florescimento das laranjeiras, e uma fase em que as plantas precisam de muita água, quem sabe você não volta a vê-las esse ano!
      Obrigado pela sua participação no blog e espero que tenha te ajudado!
      Fique a vontade caso tenha novas perguntas! Um abraço!

  6. Caroline Semerdjian disse:

    Tenho um pé de tangerina em vaso e já surgiram 2 flores , uma r5 e outra r3. Em quanto tempo devo ter frutos e com que frequência devo colocar água no vaso? Obrigada

    1. Marcelo B Santoro disse:

      Olá Caroline, tudo bem?
      Muito legal! Se bem cuidadas, as Laranjeiras podem produzir mesmo estando em recipientes pequenos como os vasos.
      O tempo que leva para uma flor se formar num fruto bom para o consumo depende da cultivar copa é da região que você se encontra.
      Quanto a frequência de irrigação do vaso, isso depende da textura do solo em que a planta está e da época do ano. Nas épocas mais frias podemos irrigar menos pois o consumo da planta é menor. Além disso, se for um solo mais argiloso o intervalo entre uma irrigacao e outra poderá ser maior.
      Um truque simples é, antes de irrigar, verificar se a terra do fundo do vaso está muito molhada. Se estiver, significa que ainda não é hora de irrigar novamente.
      Espero que tenha conseguido responder suas dúvidas!
      Fique de olho no blog que sempre tem conteúdo novo!
      Abraços!

  7. Andrea Costa disse:

    Olá, tudo bem?
    Moro em Porto Seguro onde tem um solo bem arenoso.Tenho um jardim com algumas frutíferas. Um pé de laranja e dois pés de limão que já tem 4 anos e simplesmente nao crescem! Um pé de limão deu muitas flores, que caíram todas. O de laranja nunca floresceu. Ja adubei muitas vezes, mas nada

    O que posso fazer?

    1. Olá Andrea, tudo bem?
      Uma planta pode não crescer por uma série de motivos, pode ser por conta de alguma doença que está atacando os ramos ou raízes, ou também por conta de algum problema físico, como muita sombra sobre as plantas, enovelamento das raízes no plantio ou falta de nutrientes.
      Você disse já ter adubado, mas vale lembrar que solos muito arenosos podem ser muito pobres em nutrientes e matéria orgânica sendo necessárias grandes quantidades de corretivos e adubos.
      Quanto as flores do limoeiro que cairam, isso pode estar relacionado a ocorrência de doenças que atacam as flores dos citros, que apresentam sintomas típicos, fique de olho nas próximas floradas.
      Acredito que a melhor alternativa seja chamar algum profissional da região para que possa avaliar o seu caso com mais detalhe.
      Ou, se preferir, outra alternativa, como não estamos falando em nível comercial, você pode optar por cortá-las e recomeçar o plantio. Trabalhando com um bom preparo de solo e novas mudas de qualidade.
      Espero que tenha conseguido te ajudar!
      Obrigado por acompanhar o blog e fique de olho que sempre tem conteúdo novo.
      Um abraço!

  8. Sebastião Carvalho disse:

    Dr. Gostaria de saber se quando a ponkan estar florando posso irrigar normalmente ou diminuo o volume de água?

    1. Olá Sebastião, tudo bem?
      A irrigação pode continuar normalmente durante o florescimento. Muitas vezes se houver estiagem muito forte podemos aumentar a frequencia de irrigação. Mas sempre atentos para que não causar encharcarmentos.
      Espero que tenha conseguido te ajudar!
      Obrigado por acompanhar o blog e fique de olho que sempre tem conteúdo novo.
      Um abraço!

  9. Waldir louro disse:

    Olá marcelo boa tarde, tenho um pé de ponkan de seis anos, ocorre que até o ano passado ele nao havia dado flores e claro nem frutos, nesse ano de 2020 ela deu aproximado seis pontinhos de flores e mais ou menos quatro frutos ocorre que eles alem de poucos nao vingaram, nao sei se pé e enxertado só garanto que ela é bem cuidada com seus estercos e terras de acordo com o que foi me passado, quero contar co vossa ajuda o que devo fazer? Grato pela atençao amigo

    1. Olá Waldir, tudo bem?
      Realmente estranho essa situação, os citros costumam produzir rápido, em no máximo 3 a 4 anos e atingindo o máximo produtivo por volta dos 6 anos. Isso acontece pois as plantas são enxertadas.
      Por ter já mais de 6 anos e apresentar pouca produção começo a desconfiar que sua planta seja um pé-franco, ou seja, uma planta não enxertada.
      Não há problemas em cultivar plantas de pé-franco, mas normalmente demoram a produzir e os frutos não apresentam a mesma qualidade que a enxertada.
      Sugiro que busque um viveiro de qualidade e replante essa árvore, acredito que assim terá mais sucesso!
      Espero que tenha conseguido te ajudar com sua dúvida.
      Fica de olho no Blog que sempre tem novidade por aqui.
      Um abraço!

  10. Aurélio Antonio da Silva disse:

    Prezado Marcelo.
    Hoje ja cultivamos pomar de citrus ponkan, na região de Itapetininga, temos hoje uma plantação de 2000 mil pés e estou preparando a terra para o plantio de mais 2000. Gostaria de algumas dicas de plantio, pois o primeiro pomar foi plantado sem nenhuma técnica, embora muito bom e de boa produção. Esse segundo quero fazer com mais qualidade e técnicas de aprimoramento.
    Para tal gostaria de dicas de espaçamento de plantio, tipo de covas, adubação, e aquilo mais que julgar necessário.
    Grato
    Aurélio Antonio da Silva
    Sitio Recomeço Feliz
    Sarapuí / SP

    1. Olá Aurélio, tudo bem?

      Maravilha, é isso ai, sempre importante buscarmos melhorias!

      Aqui no blog temos outros textos sobre laranja que podem te ajudar a sanar essas questões, apesar de ser para outras cultivares as informações gerais sobre como fazer são as mesmas.

      Esse aqui sobre implantação do pomar
      https://blog.aegro.com.br/laranja-valencia/

      Esse outro sobre o manejo:
      https://blog.aegro.com.br/laranja-hamlin/

      E por fim esse com informações mais gerais:
      https://blog.aegro.com.br/citros-citrus/

      Acredito que com a leitura desses textos grande parte de suas dúvidas serão sanadas.

      Espero ter te ajudado e fique de olho no Blog que sempre tem conteúdo novo por aqui.

      Abraço!

  11. Gilmar Passos disse:

    Olá Marcelo, parabéns pelo site e os artigos. Quero saber qual a porcentagem de pegamento de frutos numa florada para limão e laranja.

    1. Olá Gilmar, tudo bem?
      Muito obrigado pelo comentário! É sempre bom ouvir resposta de nossos leitores.
      As laranjeiras podem chegar a produzir até 100.000 flores e a porcentagem de fixação final pode variar de 0,1 a 3,5%.
      Para os limoeiros é um pouco diferente pois ele apresenta uma florada principal e extemporâneas com fixação de cerca de 1% na principal.
      Em ambos os casos, tudo isso depende muito das condições climáticas e manejos realizados nos pomares.
      Espero que tenha conseguido te ajudar, fique de olho no Blog que sempre tem novidade por aqui.
      Abraços!

  12. Jose Milton disse:

    Olá! Sr Marcelo, estou pesquisando pra implantar um pomar de citros na região de Votuporanga, pretendo diversificar entre as 3 culturas(limão Tahiti, Laranja Pera e Tangerina Ponkan), pelo que pesquisei até o momento devo investir e pomar irrigado(gotejamento), e mudas enxertadas variedades mais produtivas e resistentes. Também pretendo tirar frutos fora de época, quais recomendações poderia me passar, alguma publicação em especial para implantação e tratamento. Desde já agradeço e parabenizo pelo seu blog, suas publicações e colaborações aos produtores.
    Att Jose Milton

    1. Olá Sr José, tudo bem?

      Fico muito feliz que tenha gostado do texto, é sempre importante para nós sabermos que estamos no caminho certo, obrigado pela resposta!

      Vejo que você já está no caminho certo, é sempre importante pesquisarmos a respeito do que planejamos! Votuporanga faz parte do cinturão citrícola, com certeza você terá sucesso na região.

      Para uma boa escolha de porta-enxertos você pode conferir mais informações aqui: https://blog.aegro.com.br/porta-enxertos-na-citricultura/ .

      Quando pensamos em ‘tirar fora de época’ estamos falando em antecipar ou prolongar a colheita, de uma forma ou de outra, o principal ponto que temos de estar atentos é a irrigação.

      O uso da irrigação pode auxiliar na antecipação da florada principal, aumentar a produção e prolongar a época de colheita.

      Outros manejos como aplicação de reguladores vegetais e poda dos ramos podem auxiliar na antecipação da colheita de algumas cultivares. Entretanto, são atividades onerosas e que podem não trazer resultados nos níveis que desejamos.

      Espero que tenha conseguido sanar suas dúvidas!
      Fique de olho no blog que sempre tem novidade.
      Abraço!

  13. Riane Samoel disse:

    Boa noite! Tenho um pé de bergamota de aproximadamente uns 8 anos, nunca deu frutos e só é abundante em folhas ,já fizemos poda e a cada dia ele só aumenta o numero de folhas e nunca floresce .Não é de enxerto. Gostaria de saber o que posso fazer .
    Grata
    Riane Samoel

    1. Olá Riane, tudo bem? Espero que sim! Vamos lá!
      Grande parte das espécies frutíferas quando não são enxertadas demoram muitos anos para produzir, esse período é chamado de período juvenil. Esse perído varia de acordo com uma série de fatores, como a espécie, região de cultivo, entre outros.
      Com 8 anos, sua planta não enxertada deve estar proximo do fim desse período juvenil, e logo poderá emitir as primeiras flores. Infelizmente não há nada que possa ser feito, é uma característica das plantas não enxertadas.
      Vale ressaltar que os frutos dessa planta podem não ser iguais aos frutos da qual veio a semente, devido a variabilidade genética.
      Lembre-se a melhor alternativa para produção de citros é com mudas enxertadas e de qualidade!
      Espero que tenha conseguido sanar suas dúvidas!!
      Fique de olho no Blog que sempre tem novidade.
      Abraços

  14. Hélcio Franco disse:

    Gostei muito desse blog, traz bastante informação para quem gosta de cultivar plantas frutíferas. Já aprendi bastante consultando este blog. Tenho um pé de limão tahiti que produz o ano todo…chega a ter ao mesmo tempo flores, frutos pequenos e grandes. Cuido muito da poda e da adubação.

  15. VIVIANE DE OLIVEIRA disse:

    Amei as dicas, se tivesse uma casa com amplo terreno, plantaria muitas árvores frutíferas!
    Recentemente adquiri 2 pés de limão Tahiti e 1 Siciliano, em vasos.
    Deixei uma pé de cada em casa, e levei o Tahiti para o escritório (ele fica na varanda), folhou bem, e agora esta repleto de flores, gostaria de saber o que posso colocar nele para ajudar na floração e para que os frutos “vinguem”.
    Já os que tenho na varanda da minha casa não se desenvolvem :(, o Tahiti folheou mas as folhas estão ressecando e enrolando, mas nem sinal de flores. O Siciliano, não se desenvolve. Tudo que coloco em um coloco no outro, e nas mesmas proporções.

  16. aureo orlandini disse:

    ola bom dia meu amigo
    tenho um pomar cerca de 3.000 pes de ponkan ja com 4 anos este mes dei um stress hidrico neles onde libeirei a agua fiz uma ferti com map ureia boro maginesio manganes zinco mas ate agora nada de floracao tirei ate agora neste pomar no maximo uns 800 kg minha propriedade fica no norte de minas

    1. Raíssa Natasha Ciccheli disse:

      Oi, Aureo
      Sou da comunicação da Aegro.
      No seu caso valeria uma avaliação mais precisa de um(a) agrônomo(a) para que verifique as características de seu solo e seu pomar.
      Temos um teste sobre estresse hídrico, dê uma olhada: https://blog.aegro.com.br/estresse-hidrico-nas-plantas/
      Veja também outros artigos sobre citros: https://blog.aegro.com.br/tag/citros/

      Agradecemos por nos acompanhar,
      Abraço! 🙂

  17. Jaime Narukawa disse:

    Posso aplicar óleo mineral na época da florada dos citros em geral ?

  18. Camila flores disse:

    Olá! Tenho uma laranjeira e um limoeiro, os dois deram super certo na floração, o meu problema é que após o último estágio (R7) que é o chumbinho, a parte retinha dele queimou, ou caiu, em quase todos os frutos, sou de primeira viagem, pq isso acontece? Isso quer dizer que o fruto não cresce mais?

  19. Marcelo Santoro disse:

    Olá Helcio, tudo bem?
    Fico muito feliz em estar levando informação para você e para tantos outros que acompanham o Blog, fica de olho que sempre tem postagem nova.
    Forte abraço!

  20. Marcelo Santoro disse:

    Olá sr. Jaime, tudo bem?
    O óleo mineral é registrado para a cultura do citros e pode ser aplicado na cultura como acaricida, inseticida e fungicida, mas a principal função dele é de adjuvante.
    É importante tomar cuidado com aplicações em plena flor pois podem dificultar a ação dos agentes polinizadores (abelhas) ou ainda já ser tarde demais para o controle de algumas doenças.
    Espero que tenha conseguido te ajudar.
    Forte abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Banner de teste grátis do Aegro na cor verde com uma imagem no meio de uma máquina trabalhando no campo