Sistema de gestão agrícola: Organização dos dados, visualização geral da fazenda e também dos detalhes que fazem a diferença. Veja como um produtor obteve tudo isso.

 

O administrador Adriano Matias Quiste procurava um sistema de gestão para facilitar a parte financeira de sua fazenda em Rio Verde, Goiás.

O excel já não “dava conta do recado”, sendo difícil visualizar o negócio em números e ter um bom controle das finanças.

A visão clara da propriedade veio quando conseguiu organizar suas informações e acessá-las de modo fácil e rápido.

Mas essa foi só a primeira percepção ao começar em um sistema de gestão agrícola, o qual hoje utiliza há 3 anos. Confira a história completa e os desafios enfrentados abaixo!

 

Como foram os primeiros passos com um sistema de gestão agrícola

Adriano Quiste possui uma propriedade de 251 hectares em Rio Verde- GO, na região do Rio Preto, onde cultiva soja, milho e sorgo.

Administrador de formação, ele logo percebeu que as planilhas já não resultavam em uma boa gestão da fazenda e começou a procurar um sistema que possibilitava isso.

sistema de gestão agrícola
Adriano Quiste em sua fazenda de Rio Verde, Goiás

 

Se cadastrando no Aegro, Adriano começou a registrar suas atividades no software agrícola. Com a ajuda do treinamento, foi possível entender rapidamente como tudo funcionava e iniciar essa nova forma de gestão agrícola.

“O Aegro é fácil e tem uma ótima assistência. Se tenho qualquer dúvida, na hora consigo falar e isso conta muito. Esse suporte é muito importante”

 

sistema de gestão agrícola
A Aegro possui o chat com suporte no aplicativo de celular e computador, além de vários vídeos explicativos (neste canal do YouTube) e este site do suporte com diversos artigos e dúvidas frequentes.

 

Após esse início, as primeiras impressões sobre o uso foram as diferenças na organização geral das informações, especialmente dos custos.

Sempre é difícil a visualização ampla da fazenda (a chamada “visão aérea”) no excel, já que os dados não se integram. E é exatamente essa percepção que ressalta os gargalos da produção, dos investimentos e as oportunidades que podemos aproveitar.

Ao mesmo tempo que o detalhamento fica confuso de ser observado com tantas planilhas, dados e arquivos.

Adriano relata como o sistema melhorou esses aspectos na sua fazenda de Rio Verde – GO:

“Quando coloquei o Aegro, comecei a lançar os dados, fazer a gestão toda, e melhorou muito a parte organizacional. A minha administração ficou mais eficiente pela organização também.”

 

O sistema de gestão funciona mesmo com os desafios da tecnologia em campo?

O primeiro obstáculo que pensamos em utilizar uma tecnologia que é tão ligada ao campo é a conectividade.

No entanto, existem vários aplicativos hoje, como o Aegro, que podem funcionar sem internet.

Especialmente com o aplicativo de celular, você pode registrar suas atividades e elas serão integradas ao sistema quando o celular tiver acesso à internet. Dessa maneira nenhum dado é perdido ou esquecido.

Outra barreira que vemos, inclusive também apontada por Adriano, é a barreira cultural. Quando temos o hábito de fazer a gestão de outras formas, como caderno e excel, podemos pensar que nada seria tão eficiente quanto isso.

Mas a verdade é que a tecnologia veio para facilitar e otimizar essa rotina de gestão, como o produtor de Rio Verde ressalta:

“Um sistema te dá a visão do que você está fazendo. Quando você coloca os dados corretamente e imprime um relatório, consegue enxergar toda sua trajetória dentro da safra. E isso, caderno nenhum te dá. Hoje, com um celular na mão, com o Aegro, você faz tudo.”

Outra preocupação muito comum ao usar uma tecnologia na fazenda é a utilização pelos funcionários.

No entanto, o Aegro possui uma lógica de campo, o que o torna didático e muito intuitivo. Mas também há outras formas de levar o sistema à equipe, como Adriano fez:

“Feita a recomendação, imprimo para eles (funcionários), através do Aegro, o que eles têm que fazer.”

 

O que mudou depois de usar um sistema de gestão agrícola no dia a dia?

Após 3 anos utilizando o sistema de gestão agrícola Aegro, Adriano observa outros aspectos que antes não percebia:

“Quando você passa a usar uma plataforma de gestão, começa a ver as lacunas existentes quando se fazia a gestão por conta própria.”

Hoje ele consegue verificar o custo por hectare exato, onde pode estar ocorrendo desperdícios e outras questões financeiras e operacionais.

O inventário da fazenda (estoque), por exemplo, não era eficiente. A fazenda sempre acabava comprando um produto que já tinha, o que não ocorre mais:

“Temos na fazenda um inventário completo e com acesso pelo celular, de qualquer lugar. Neste momento, por exemplo, estou na Tecnoshow, fazendo compras de produtos, e estou usando a plataforma pelo celular.”

O produtor ainda enfatiza que isso fez com que houvesse grande economia de tempo e de dinheiro.

sistema de gestão agrícola
*Dados meramente ilustrativos

Outros pontos da gestão também foram transformados na fazenda em Goiás:

“Mudou totalmente. Eu sai de uma linha escura, onde não enxergava muito o que eu fazia, e hoje estou em um “dia claro”, sei 100% do que acontece na propriedade, sei das contas, como está meu operacional, devido à eficiência com uso do Aegro”.

Vemos claramente que o Adriano melhorou essencialmente 3 pontos em sua propriedade rural:

 

1.Gestão de custos e redução de desperdício

A melhora ocorreu graças ao aumento do controle sobre as finanças (gestão de recursos) e processos. Agora ele é capaz de ver qualquer falha em pouco tempo, diminuindo os riscos de perder seu rendimento.

 

2.Maior eficiência por meio da automação

Ao usar o sistema de gestão muitos dados podem ser incluídos automaticamente (como a nota fiscal eletrônica) ou pelo registro de atividades, economizando tempo e dando maior precisão dos dados.

 

3.Maior qualidade

O melhor controle sobre o processo de produção ajuda a manter de qualidade nas operações agrícola e evita os erros de campo que prejudicam a produção.

Até por isso, o produtor afirma que sempre recomenda o sistema de gestão agrícola, sendo que seu primo já utiliza o Aegro por sua indicação:

“Recomendo sempre o Aegro. Faço parte da Aprosoja e eu sempre recomendo o software para os outros produtores”

 

Sistema de gestão agrícola: O financeiro integrado com o campo

Uma das maiores dificuldades em um software de gestão é quando trazemos ele para a realidade do campo.

Embora tenhamos que olhar nossa fazenda como uma empresa, a agricultura nos traz particularidades que precisam ser atendidas para o sucesso da gestão. Sobre isso, Adriano relata:

“A parte operacional me surpreendeu muito, dá para fazer lançamento das operações facilmente na fazenda. Você pode lançar hora máquina, produto aplicado, quem tá aplicando…”

Com essa integração, conforme as atividades agrícolas são feitas, a baixa do estoque de insumos é realizada e o custo disso vai sendo contabilizado dentro ou fora da safra, como o produtor rural preferir.

No sistema também é possível registrar a venda de sua produção agrícola, além de verificar as entradas e saídas por um fluxo de caixa ágil e simples de visualizar:

sistema de gestão agrícola

Teste por você mesmo o sistema de gestão agrícola Aegro. Temos algumas opções grátis para você começar agora:

Para a versão completa, fale com um de nossos consultores aqui!

 

Conclusão

Utilizar um sistema de gestão agrícola ajuda a você acessar usar suas informações para tomar decisões melhores.

Isso faz com que suas estratégias de compra de insumos, manejo, venda de produção e  outros, sejam mais precisas, diminuindo o risco inerente à atividade agrícola.

Outro ponto importante, é que um sistema que integre o financeiro com o campo, como é o Aegro, se torna essencial para que as necessidades de uma empresa rural sejam atendidas.

Estude bem suas opções de gestão e escolha a que faz mais sentido para seu negócio!

>>Leia mais: “Como o Senar Goiás atende os produtores com um software agro

Você usa caderno ou planilhas? Já testou um sistema de gestão agrícola? Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!