NDVI: entenda esse e outros índices de vegetação, saiba como utilizá-los na fazenda e veja opções de ferramentas.

Todos concordamos que compreender o estado de saúde das nossas culturas é a melhor coisa a fazer. 

Você pode apenas observar, fazer algumas análises por amostras e outras técnicas de medição direta. 

Mas, e se houvesse uma maneira fácil, rápida e eficiente de ver a saúde da sua lavoura? E ainda conferir o seu desenvolvimento ao longo do tempo? 

É exatamente aí que entram os índices de vegetação, como o NDVI e EVI. 

A princípio, pode parecer complicado, mas garanto que isso faz a diferença na gestão da fazenda.

Além de que, aqui explicamos sobre os mapas NDVI sem “rodeios” e ainda mostramos como conseguir esses mapas! Confira:

O que são mapas NDVI ?

O NDVI é a sigla em inglês para Normalized Difference Vegetation Index, ou seja, é o índice de vegetação por diferença normalizada.

Em termos simples, o NDVI é uma medida da saúde das plantas com base em como uma planta reflete a luz (geralmente a luz solar) em frequências específicas. 

Quando a luz solar atinge uma planta, certos comprimentos de onda são absorvidos enquanto outros são refletidos. 

Em uma planta saudável, a clorofila absorve fortemente a luz visível, enquanto a estrutura celular das folhas reflete fortemente a luz do infravermelho próximo (NIR)

Quando uma planta se torna desidratada, doente, afetada por pragas agrícolas, etc., a planta absorve mais dessa luz infravermelha. 

Portanto, observar como o NIR varia em comparação com a luz vermelha fornece uma relação com a saúde das plantas.

Para ser mais específico, o NDVI é uma medida da refletividade das plantas. É uma tecnologia na agricultura que veio nos auxiliar no manejo da lavoura.

Essa refletividade é expressa pela equação que considera a refletividade do infravermelho próximo (NIR) menos a refletividade vermelha (VIS), dividido pelo NIR mais o VIS: 

Fórmula NDVI

ndvi

(Fonte: Sentera)

A partir dessa equação temos valores de NDVI que variam entre 0 e 1, os quais significam:

índices ndvi

(Fonte: Sentera)

Lembrando que esses números são apenas noções gerais e variam de acordo com o tipo de planta e outras condições. 

A partir dos valores de fitossanidade do NDVI entre -1,0 e +1,0 é possível obter os mapas NDVI.

Dessa forma, para cada faixa de valores é atribuída uma cor. 

Por exemplo na figura abaixo, as áreas com NDVI de -1 a 0 são exibidos em vermelho, de 0,0 a 0,33 são laranjas a amarelos, 0,33 a 0,66 alguma variação de verde e acima de 0,66 são verdes.

exemplo de mapa ndvi

(Fonte: Sentera)

Agora você já sabe o que são mapas NDVI, mas como eles podem te ajudar na lida do campo? Veja a seguir:

Como os mapas NDVI te ajudam na lavoura

Para você entender melhor, vamos pegar o caso do mapa NDVI acima.

Perceba as grandes áreas vermelhas ao longo de cada lado são as estradas para a fazenda, ou seja, são objetos inanimados.

Agora dentro da forma delineada temos a lavoura, e ali você nota que há partes verdes (alto NDVI, indicando boa saúde das plantas) e áreas mais vermelhas, indicando algum tipo de problema em campo.

O produtor dessa área olhou esse mapa e foi a campo entender melhor porquê essas áreas em vermelho estavam ruins.

Em campo, ele conseguiu identificar dois problemas que estavam ocorrendo: infestação de plantas daninhas e irrigação desregulada.

Ele fez a aplicação complementar nas infestações dessas áreas, procurando saber também porque a pulverização falhou naquela área. 

Isso pode ter ocorrido pela má regulagem do pulverizador, descuido do operador ou mesmo a existência de plantas daninhas resistentes.

O produtor também regulou a irrigação e, por meio dessas medidas, conseguiu evitar a perda de produção.

Veja que esse mapa NDVI funciona como um sensoriamento remoto da lavoura. Não importa onde você esteja, com esses dados é possível verificar como estão as plantas.

Perceba também que, sem os mapas NDVI, ele até poderia ter encontrado esses pontos de infestações e desregulagem da irrigação.

Mas isso levaria muito mais tempo e ainda sim ele não saberia ao certo todas as áreas com problemas. 

Os mapas NDVI trazem agilidade, rapidez e segurança na tomada de decisão do produtor rural, fazendo com que o manejo seja ainda melhor.

Uma opção de NDVI gratuita para a sua fazenda

Sem dúvida, as soluções pagas de NDVI oferecem mais precisão e resolução. Sendo que opções de imagens que são integradas à gestão da fazenda facilitam a utilização prática dessa tecnologia.

Mas para quem procura uma solução gratuita e simplificada para testar na propriedade rural, existe o SATVeg – Sistema de Análise Temporal da Vegetação desenvolvida pela Embrapa Informática Agropecuária.

Satveg

(Fonte: SATVeg)

É verdade que ele não tem uma precisão e resolução tão incrível assim. A resolução espacial é de aproximadamente 250m.

Mas também é verdade que, para quem está iniciando esse tipo de manejo, a ferramenta pode quebrar um bom galho.

Com ela, você pode acessar e visualizar os índices vegetativos NDVI e EVI da sua área.

Aliás, EVI é o Índice de Vegetação Melhorado e funciona como o NDVI, mas utiliza a banda do azul para descontar influências atmosféricas.

E como esse acesso é possível?

As imagens derivadas do sensor MODIS, com os satélites Terra e Aqua, são disponibilizadas em composição de no máximo 16 dias no sistema SATVeg.

Assim, a partir do momento que você se cadastra, é possível visualizar as séries históricas completas dos índices vegetativos NDVI e EVI da área que você selecionar.

Para começar a usar o SATVeg, clique aqui e faça o seu cadastro na ferramenta

Veja também: “Software para Agricultura de Precisão: O guia definitivo para escolher um

Por que usar NDVI no seu dia a dia 

O SATVeg ajuda a gerar mapas NDVI de tempos em tempos, mas oferece análises desconectadas com a realidade da sua lavoura.

Se você quer aproveitar o potencial estratégico dessa prática de sensoriamento remoto, deve incorporá-la no seu dia a dia.

É importante monitorar os índices de vegetação de maneira contínua para obter um diagnóstico confiável sobre a saúde da lavoura e acompanhar a evolução da safra.

Além disso, os resultados deste monitoramento precisam ser comparados com as atividades de manejo realizadas durante o mesmo período.

Só assim é possível usar as imagens de satélite para entender o que deu certo ou errado no cultivo e optar por aplicações mais eficientes no futuro.

Neste sentido, soluções de NDVI integradas à gestão rural facilitam a sua vida, pois as análises podem ser feitas de forma contextualizada e sincronizada com o funcionamento da fazenda.

banner do curso de NDVI na agricultura da Aegro

Imagens de satélite integradas à gestão da fazenda

Para os usuários do aplicativo de gestão rural Aegro, que já estão acostumados a monitorar suas lavouras através de tecnologia, acrescentar análises NDVI à rotina da fazenda é muito simples.

Basta contratar a integração Aegro Imagens para ter acesso ao mapeamento por satélite da sua propriedade rural.

Com essa integração, você recebe imagens atualizadas do satélite Sentinel-2 em uma frequência de 3 a 5 dias.

É possível visualizar os índices de vegetação de cada talhão, juntamente com as operações agrícolas que foram realizadas no local.

Afinal, o Aegro funciona como um caderno de campo onde você e sua equipe mantêm o registro detalhado das atividades de manejo. 

Se você ainda não usa o Aegro para gerenciar sua fazenda, comece a testá-lo gratuitamente por 7 dias.

Gerando mapas NDVI no Aegro

Ative o Aegro Imagens pelo seu aplicativo de gestão agrícola e aguarde até que as primeiras imagens de satélite fiquem prontas.

Depois disso, suas imagens poderão ser visualizadas dentro das safras pelo ícone do Aegro Imagens que fica no canto superior esquerdo do mapa.

aegro imagens

Ao clicar em um talhão específico, você vê o histórico de imagens geradas para aquela área.

A graduação de cores indicará se o índice de vegetação é alto ou baixo.

aegro imagens

Nessa listagem das imagens em ordem cronológica, você também descobre se alguma atividade foi realizada entre uma imagem e outra.

Assim, é possível verificar se a atividade teve o resultado esperado.

aegro imagens

Clicando com o botão direito do mouse em uma área problemática do mapa, você ainda pode gerar observações georreferenciadas para que seja feita uma vistoria no local.

aegro imagens

Dentro do Aegro, os mapas NDVI serão extremamente úteis para o planejamento de operações nas suas safras e servirão de base para tomadas de decisões assertivas.

>> Leia mais: O que é SIG na agricultura e como essa tecnologia pode ser útil na sua fazenda

Conclusão

Em geral, o NDVI e outros índices vegetativos são maneiras de medir a saúde das plantas. 

Plantas saudáveis refletem uma grande quantidade de luz infravermelha, enquanto plantas não saudáveis fazem o oposto. 

O NDVI é uma ferramenta extremamente útil para avaliar a saúde das plantas, e entendê-lo é importante.

Mais do que isso, é necessário interpretar os mapas NDVI e investigar os problemas da fazenda.

Tudo isso facilita e aprimora o monitoramento da lavoura, fazendo com que sua gestão fique ainda melhor e que seja possível aumentar sua produtividade sem maiores gastos com insumos.

>> Leia mais:
7 Ferramentas gratuitas que todo consultor agrícola deve conhecer
Guia para iniciantes sobre Agricultura de Precisão (AP)
Como melhorar sua gestão rural com o uso de drones

Como você monitora sua lavoura hoje? E a gestão agrícola? Já usa mapas NDVI? Restou alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!