Escolher bons laboratórios de análise de solo é o início de um bom manejo do solo. Saber escolher certo e não acabar se frustrando com as análises ruins é um desafio e tanto. Confira agora como fazer encontrar bons estabelecimentos.

A adubação é um dos maiores custos que temos nas lavouras, mas podemos ter retorno desse custo com uma análise de solo bem feita.

Fator tão importante no manejo para a produtividade, a adubação é baseada ou deveria ser orientada a partir da análise do solo.

laboratórios de análise do solo

O primeiro passo para garantir uma análise de solo que te dê retorno é a escolha de laboratórios.

Neste artigo, vou mostrar como escolher laboratórios confiáveis para realizar essa etapa tão importante para a sua lavoura. Confira:

Qual é a importância da análise do solo?

As plantas são produtos do solo, já dizia Ana Primavesi!

E é exatamente esse o nível de importância de identificarmos a fertilidade do solo, é ele o fator principal para a qualidade e produtividade de nossa produção.

A análise química do solo nos traz informações como capacidade de troca de cátions (CTC), matéria orgânica, pH e outros.

Esses fatores são a base para recomendarmos a correção e adubação necessária.

Da mesma forma que um médico pede exames para poder nos diagnosticar corretamente, nós precisamos das análises de solo para diagnosticar a propriedade.

Esse diagnóstico tem como objetivo identificar qual é a necessidade de nutrientes que devemos colocar no solo para que nossa cultura atinja altas produtividades.

Lembrando que não procuramos a máxima produtividade, já que os custos da adubação começam a não compensar os incrementos de produtividade.

>> Cuidados que você deve ter para evitar deficiência de potássio na soja

Além disso, é importante ter em mente que a produção é limitada por qualquer elemento em níveis baixos, mesmo que todos os demais estejam disponíveis em quantidades adequadas.

É isso que nos mostra a figura do barril abaixo, teorizada por um dos principais percussores da nutrição vegetal, o Liebig:

liebig-analise-solo

(Fonte: Phytos Club)

Por isso devemos saber tão bem o que temos no nosso solo por meio das análises.

Assim, veremos agora como fazer uma boa escolha de laboratórios:

>> Como fazer adubação potássica em soja

Como escolher bons laboratórios para análise de solo

Para se ter uma idéia, são mais de 400 laboratórios de solos existentes no Brasil.

Bem, existem muitos bons laboratórios, e isto vem se consolidando ainda mais com as ações como de instituições públicas que asseguram a confiabilidade das análises realizadas.

O IAC implementa o Programa Anual Ensaio de Proficiência, e aqui você pode conferir os laboratórios participantes por região.

Enquanto que a Embrapa Solos possui o Programa de Análise de Qualidade de Laboratórios de Fertilidade (PAQLF), sendo que você pode conferir aqui os laboratórios credenciados.

Saber que o laboratório escolhido passou por algum desses programas dá maior confiança nos resultados que serão entregues.

Por isso eu recomendo fortemente que sua análise de solo seja feita em um laboratório credenciado por essas instituições.

Além disso, é importante saber quais são as análises que devemos pedir aos laboratórios, como veremos a seguir:

>> Por que adubação foliar em soja pode ser uma cilada

Quais as principais análises a solicitar?

A ideia central da análise é que você tenha conhecimento das atribuições químicas e físicas de seu solo, as quais são essenciais.

No entanto, existem vários tipos de detalhamento de análises e é claro que quanto mais detalhada, maiores informações você terá.

No entanto, essas análises não são tão baratas, sendo necessário que você se concentre apenas no essencial.

É recomendado que você faça ao menos a análise química de 0-10 e 10-20 contendo as informações de CTC, soma de bases, saturação por bases, teores dos macronutrientes, pH, teor de alumínio e teor de matéria orgânica.

A análise física deverá conter, pelo menos, os teores de areia silte e argila do seu solo.

No entanto, ao verificar o histórico da sua área você pode ter interesse em conhecer mais informações do solo.

Um exemplo é a análise em maior profundidade devido a uma mancha de solo em que sua cultura nunca cresce bem.

Ou mesmo a análise de outros elementos no solo já que você desconfia de algum elemento tóxico presente na área.

>> Rotação entre Arroz e Soja: Adubação fosfatada para melhorar a fertilidade do solo

Novamente, nada é receita de bolo, por isso é tão importante ter os registros do que ocorreu nas safras passadas.

Além disso, você pode saber mais sobre os métodos de análise na publicação da Embrapa: Manual de Métodos de Análise de Solo.

Neste manual há também o Diagnóstico Rápido da Estrutura do Solo (DRES), muito utilizado no plantio direto.

Esse é um método de campo que avalia visualmente a qualidade estrutural do solo em amostras superficiais.

sequencia-DRES-analise-solo

(Fonte: Sequência de Procedimento do DRES)

Para a interpretação de análises a Embrapa lançou o Guia Prático para a Interpretação de Resultados de Análise de Solo que pode te auxiliar nessa etapa.

interpretacao-solo-embrapa

Valores utilizados para interpretar resultados de análise de solo utilizando-se os métodos da rede Embrapa de Laboratórios

(Fonte: Embrapa)

Outros fatores a considerar ao realizar a análise de solo

A época de envio das amostras também é importante, pois devemos ter tempo para fazer as correções e adubações.

Com essas informações antecipadamente você também pode ter maior janela de tempo para a compra de seus insumos.

Já falamos das melhores épocas para negociar insumos (adubação e defensivos) aqui no blog.

Outras informações relevantes para se considerar ao entrar em contato com os laboratórios são:

  • Preço das análises;
  • Prazo de entrega do resultado;
  • Orientações de amostragem;
  • Procedimento para o envio das amostras, como embalagem, acondicionamento, identificação da amostras e outros;
  • Disponibilidade dos resultados online.

Falando nisso, a grande maioria dos laboratório já disponibiliza os resultados de forma online.

Alguns até mesmo já propõem interpretações e recomendações de adubação e calagem.

Como por exemplo o laboratório de análises de solo da ESALQ/USP:

Mas não adianta escolher o melhor laboratório se a sua amostra não for bem realizada:

Veja mais sobre calagem e gessagem aqui:

>> Gessagem: Tudo o que você precisa saber sobre está prática agrícola

>> Como fazer calagem e gessagem nas culturas de soja, milho e pastagem

>> Curiosidades sobre calagem em 5 casos especiais

Importância da amostragem na análise de solo

Ao entender a importância de analisar o solo, você tem que saber que laboratório nenhum elimina o erro de uma amostragem mal feita!

Você deve ser cauteloso ao realizar a amostragem, por isso peça informações do laboratório ou de um profissional para fazer a amostragem da melhor maneira.

A amostra encaminhada ao laboratório, em geral, será aquela composta de muitas amostras simples coletadas.

Ela será a representatividade da condição média de fertilidade do seu solo.

Ademais, é importante realizar a coleta de amostras e análise das mesmas uma vez ao ano, verificando as diferenças que ocorreram no solo.

Isso porque a fertilidade do seu solo é consequência direta do material de origem, mas também do seu histórico de práticas e manejo.


Conclusão

Solo é uma ciência por si só!

Ele é a base da nossa produção e deve ter investimentos condizentes com a sua importância.

A análise do solo é o primeiro passo para isso, possibilitando que a adubação e correção do solo dê um retorno impressionante.

Para tanto, faça a amostragem correta e as envie para laboratórios de análise de solo credenciados, solicitando as principais análises para o seu solo.

Posteriormente, interprete os resultados e faça seu planejamento agrícola.

Dessa maneira, tenha ótimos resultados de produtividade e rentabilidade!

>>Leia mais: “O manual rápido do manejo de boro nas plantas

Gostou do texto? Restou alguma dúvida? Como você faz seu manejo de solo? Adoraria ver seu comentário abaixo!