Entressafra: aproveite o momento menos ocupado para melhorar sua gestão e alcançar maior rentabilidade e eficiência na atividade rural.

Na entressafra, temos menos atividades de campo para realizar na fazenda. Sobra mais tempo, mas também não ficamos parados.

É nessa hora que devemos nos organizar, colocar a “casa” em ordem e nos prepararmos para a safra que virá.

Confira comigo como utilizar o período de entressafra de forma produtiva e nos prepararmos para colher bons frutos na safra seguinte!

Entressafra: tempo de colocar ordem na casa

A entressafra compreende o período entre o fim da colheita – da principal ou das principais culturas –  e o início da próxima colheita.

Como cada cultura tem um ciclo (algumas são anuais e outras perenes), elas podem diferir quanto ao período que caracteriza a entressafra.

Embora o cronograma de atividades seja mais folgado durante esse período, não é hora de ficar parado!

Utilizar essa maior disponibilidade de tempo de maneira produtiva na fazenda pode fazer toda a diferença no final das contas.

entressafra
(Fonte: Adaptado de Heringer)

Em vez de deixarmos tudo para última hora, um bom planejamento pode determinar o sucesso ou fracasso de uma safra.

Isso requer tempo e organização.

Nada melhor que aproveitar a entressafra para planejar as atividades de sua fazenda, garantindo melhores resultados nas safras seguintes.

Listei 4 coisas para você fazer durante essa época. Confira:

4 itens essenciais para realizar na entressafra

1. Finanças: Como estão as suas?

Precisamos registrar tudo o que foi gasto com insumos, serviços, impostos e demais custos, e o que recebemos pela venda dos produtos.

E não há momento melhor para fazer isso que na entressafra. Afinal, todo o ciclo de cultivo anterior já foi finalizado.

Devemos elaborar um fluxo de caixa detalhado, mantendo um histórico da saúde financeira da propriedade.

Para te ajudar, deixo uma planilha gratuita para elaborar seu fluxo de caixa. Aproveite!

banner planilha de fluxo de caixa

Finalizado o balanço da safra anterior, devemos começar os preparativos para a safra seguinte.

Com essas informações, somos capazes de planejar a próxima safra de acordo com o orçamento e melhorar nossa gestão.

2. Coloque seu estoque em ordem

A entressafra é a melhor hora para organizar o estoque da fazenda!

Ninguém quer chegar na hora do plantio e descobrir que está faltando alguma coisa, não é mesmo?

A ideia é planejar para não fazer falta depois. Desde sementes e fertilizantes, até peças de reposição do maquinário e defensivos, tudo deve ser monitorado.

Mantenha o controle sobre o estoque da sua fazenda. Organize um fluxo de entrada e saídas dos insumos: a data da compra, vendedor, valor pago, quantidade disponível, quanto já foi utilizado, etc.

Separei aqui uma planilha gratuita de controle de estoque. Com certeza ela te ajudará nesse controle!

Banner planilha de controle de estoque rural

Essas informações do estoque já vão alimentando nosso fluxo de caixa, tornando tudo mais organizado conforme as operações são realizadas.

3. Planejamento: Prevenir é melhor que remediar

Com nosso estoque e fluxo de caixa em dia, podemos planejar melhor as atividades e fazer a gestão da fazenda.

A ideia é começar revisando todas as máquinas e equipamentos, realizando a manutenção do que for necessário.

Troca de óleo, pneus, regulagens… Tudo deve ser levado em conta. Para isso, é fundamental ter um estoque organizado e abastecido.

Previna-se! Pode parecer perda de tempo, mas na hora que precisarmos do maquinário, ele não nos deixará na mão.

Perceba que as coisas estão sempre interligadas: a parte financeira com o estoque, e, por sua vez, o estoque com a manutenção.

Não adianta apenas melhorar um ponto, devemos melhorar o nosso gerenciamento rural como um todo.

Por isso é tão importante organizar-se e planejar as atividades de sua fazenda.

entressafra
Exemplo de planejamento de atividades fácil e rápido com uso do software de gestão agrícola Aegro

4. Que tal aprender coisas novas?

Conhecimento nunca é demais! Utilize o tempo da entressafra para realização de cursos e participar de eventos da área.

Vale atualizar seus conhecimentos sobre a produção agrícola, finanças e sobre o mercado.

Ah, e quem sabe até aprender mais sobre o funcionamento das máquinas para facilitar a manutenção e regulagem delas. Quem fica parado acaba ficando para trás!

Estudando um pouquinho sobre os fatores que afetam sua propriedade, você é capaz de tomar melhores decisões e tornar sua propriedade mais eficiente.

Lembre-se: ampliar o conhecimento não é gastar dinheiro, é investir no futuro.

Por exemplo,você pode conferir o curso de “Gestão dos Defensivos Agrícolas” da Aegro neste link.

Aproveite a entressafra para melhorar seu manejo

Buscamos sempre maior eficiência tentando aproveitar ao máximo o potencial produtivo de nossa propriedade.

Contudo, o efeito do clima sobre a culturas agrícolas torna a produção sazonal: a variação anual das condições ambientais faz com que o desenvolvimento das culturas também varie ao longo do ano.

Assim, conforme passa a estação chuvosa, as culturas tornam-se limitadas por um ou mais fatores climáticos, como água, temperatura e fotoperíodo.

O risco de insucesso torna-se maior e, portanto, as opções para ocupar a terra e tirar algum proveito são reduzidas.

A entressafra será tanto maior, quanto maiores forem as limitações para o desenvolvimento das culturas.

De qualquer maneira existem meios de aproveitar esse tempo improdutivo e alguns detalhes que podem ajudar em sua propriedade. Veja:

Uso de culturas de inverno

É uma possibilidade para expandir a janela de produção e garantir uma renda extra ou alimentação animal em locais onde não há limitação hídrica.

Diversificação de atividades

Adicionar a pecuária como atividade pode garantir a produtividade da fazenda durante a entressafra.

Devemos levar em conta que os animais precisam de pasto, silagem e/ou ração, os quais têm sua disponibilidade afetada pelo período de entressafra também.

Um bom planejamento é essencial! Não se faz nada da noite para o dia, ainda mais iniciando uma nova atividade na fazenda.

Manter o solo coberto

É inadmissível deixar o solo descoberto durante a entressafra. Além dos danos causados por erosão, temos uma infestação elevada de daninhas.

Seja com os resíduos da safra anterior ou alguma cultura de cobertura adaptada, mantenha o solo coberto.

Uma opção é o uso do consórcio milho-braquiária, onde a forrageira é mantida para a formação de pasto após a colheita do milho, em sistemas de integração lavoura pecuária (ILP) ou como cultura de cobertura apenas.

entressafra
(Fonte: Embrapa)

>>Leia mais: “Adubação verde e cultura de cobertura: como fazer?”

Oportunidades de negócio: Não se esqueça do mercado de preços agrícolas na entressafra

A sazonalidade da produção concentra a oferta de produtos agrícolas nas águas, quando a maioria das culturas são implantadas.

Isso faz com que o mercado seja inundado com a oferta do mesmo produto, o que derruba o preço.

Da mesma forma, na entressafra, o preço sobe, pois a oferta é mais baixa, já que não há grande produção nesse período.

A ideia aproveitar a entressafra para vender seus produtos, obtendo maior preço.

Claro que não é tão simples assim… É necessário ter uma estrutura de armazenamento da produção para vendê-la depois. Isso requer investimentos.

Pode não ser uma solução em curto prazo, mas é algo para se pensar. Isso pode fazer toda a diferença no futuro.

Conclusão

Conferimos como o período de entressafra pode ser usado de forma proveitosa para a melhoria da fazenda.

Desde planejar a próxima safra e fazer o balanço da anterior, a entressafra pode ser utilizada para ampliar seus conhecimentos e preparar-se para o futuro.

Desse modo, utilizamos a entressafra de forma produtiva em nossa fazenda e conseguimos extrair o máximo potencial dela!

>> Leia mais: 

Safra e safrinha: diferenças, dicas e cuidados para o produtor

Manejos pré-plantio: o que você precisa saber para começar bem a próxima safra

E você, tem aproveitado a entressafra para tirar o máximo do potencial de sua propriedade? Conte nos comentários! Abraços e até o próximo texto!