máquinas agrícolas

Máquinas agrícolas: Os principais e melhores modelos do mercado

- 26 de março de 2019

Máquinas agrícolas: Confira a lista com 10 máquinas e implementos de sucesso no mercado e as dicas para acertar na sua próxima compra.

Muitos produtores frequentam as maiores feiras de máquinas agrícolas em busca de novidades.

A Agrishow, por exemplo, alcançou em 2018 a marca de R$ 2,7 bilhões em negócios.

E isso não é à toa. O investimento no maquinário é alto e envolve inúmeros fatores de decisão.

Por isso, apresento uma seleção das melhores máquinas e implementos agrícolas no mercado e que são fundamentais para o sucesso das atividades. Confira a seguir!

O que considerar para escolher seu maquinário agrícola

Evidentemente, uma máquina agrícola não consegue realizar todas as operações na fazenda.

E, para o correto funcionamento, cada máquina possui suas peculiaridades e formas de utilização.

A escolha deve levar em conta fatores como: tamanho da propriedade, velocidades de operação desejadas, gasto de combustível dos equipamentos.

Também é importante considerar a facilidade de operação e tecnologias necessárias (GPS, piloto automático, fechamento automático de seções, etc).

Existem máquinas agrícolas para grandes extensões e terrenos planos, assim como outras mais curtas e articuladas para fazendas menores.

A escolha e utilização do maquinário correto pode significar vida útil maior e melhor rendimento operacional, considerando que hoje temos janelas de colheita e plantio cada vez menores.

A Agrishow, maior feira de tecnologia agrícola do Brasil e uma das maiores do mundo, apresentará mais de 800 marcas na edição 2019.

Frente a essa diversidade, apresentarei algumas que merecem destaque pela tecnologia e aceitação de mercado.

A Agrishow 2019 acontece de 29 de abril a 3 de maio e é sempre uma ótima opção para a aquisição de implementos e máquinas novas, modernas e mais tecnológicas.

A seguir, destaco as principais em minha opinião.

Tratores

Trator Valtra BH 224

Para aqueles que procuram um trator agrícola de grande porte para trabalhos pesados nas lavouras, o Valtra BH 224 de 220 cv é uma excelente opção.

O modelo da Geração 4 chega ao mercado com motor moderno e mais econômico, atendendo também à legislação Proconve MAR-I.

O trator é equipado com motor eletrônico AGCO Power de 4 e 6 cilindros e possibilita boas performances no campo. Também possui sistema iEGR, que reduz a emissão de gases poluentes no ar.

foto de trator valtra BH 224 - máquinas agrícolas

(Fonte: Valtra)

Seu motor eletrônico permite programar rotações e gerenciar o consumo de combustível, o que significa melhor eficiência no campo.

Como são tratores mais econômicos, eles também fornecem maior autonomia de trabalho aos produtores.

Estão preparados ainda para o trabalho com piloto automático e sistema de telemetria (AgCommand).

O BH 224 apresenta raio de giro reduzido, o que auxilia os produtores na realização das manobras e ganhos operacionais.

MF 4275 Compacto Cabinado

Para quem procura um trator menor e mais compacto para atividades do dia a dia, o MF 4275 atende boa parte das demandas.

Considerado o Trator do Ano do Brasil em 2017, na Agrishow, a linha 4200 da Massey Ferguson cumpre bem sua função.

Possui cabine de fábrica na versão compacta.

foto de um MF 4275 Compacto Cabinado vermelho

(Fonte: Massey Ferguson)

É um trator realmente muito bom e que já utilizei diversas vezes. Destaca-se por questões de ergonomia e rentabilidade.

A distribuição dos controles e instrumentos, a posição das alavancas de comando dos três pontos e controle remoto facilitam o trabalho do operador.

O MF 4275 é uma máquina robusta e ágil, capaz de realizar manobras rápidas em pequenos espaços.

Pulverizadores

Pulverizador John Deere 4730

Para fazendas grandes, que produzem em extensas áreas, o pulverizador John Deere 4730 é uma excelente opção de máquina.

Possui barra de 30m ou 36m em fibra de carbono, o que a torna mais leve e propicia uma maior qualidade de aplicação em altas velocidades.

É equipado com suspensão pneumática e autonivelante, além de possuir como item opcional tubulação de aço inox e sistema anti gotejo. Assim, há economia de insumos e maior durabilidade da barra.

Com tanque de combustível de 503L, tem boa autonomia no dia a dia, com menos paradas para reabastecimento.

foto de um Pulverizador John Deere 4730 em um campo de soja em desenvolvimento


(Fonte: John Deere)

A barra de pulverização possui sensores de altura que auxiliam na eficiência da operação. Desta forma, há redução de derivas, falhas e minimização dos danos da barra tocar o solo.

A cabine do pulverizador proporciona boa visibilidade ao operador. A alavanca que controla o pulverizador se move com o assento, facilitando o trabalho nos talhões das fazendas.

Pulverizador Condor 800 AM18 Jacto

Para produtores de áreas menores, que não necessitam da aquisição de um pulverizador autopropelido, o Condor 800 AM18 da Jacto é uma excelente escolha.

foto de um Pulverizador Condor 800 AM18 Jacto

(Fonte: Jacto)

O pulverizador Condor 800 AM18 possui abertura e fechamento das barras totalmente hidráulicos, o que possibilita ganho de tempo.

Seu tanque tem capacidade para 800L de calda.

Com o tanque e 18 metros de barra, o pulverizador apresenta boa capacidade operacional, conseguindo pulverizar em velocidades de 2 km/h a 6 km/h.

Possui alguns opcionais como sistema de orientação por GPS, desligamento automático de seções, marcadores de linha e incorporador de defensivos.

As barras têm bicos Bijet, com espaçamento de 50 cm. A altura de trabalho do equipamento pode variar de 0,65 m a 1,42 m.

O Condor 800 AM18 também conta com tanque de 15 L de água para limpeza. As bombas têm vazão de 75 ou 100 L/min a 540 rpm, chegando a uma pressão máxima de 300 psi.

Adubadora

Uniporte 3030 NPK Jacto

Outra máquina incrível para grandes áreas é a Uniporte 3030 NPK da Jacto.

A adubadora automotriz é recomendada e foi desenvolvida especialmente para adubação localizada de fertilizantes na cultura da cana-de-açúcar.

O Uniporte 3030 possui reservatório de produto de 3.000 kg e faixa de aplicação de até 15 metros.

foto de uma adubadora Uniporte 3030 NPK Jacto - máquinas agrícolas

(Fonte: Jacto)

Devido a seu amplo reservatório para produtos e a aplicação de fertilizantes em 10 linhas simultâneas, o rendimento operacional dessa máquina é muito bom.

O sistema de distribuição de fertilizantes utilizando fluxo de ar proporciona alta uniformidade na aplicação. Isso resultando em baixos erros operacionais.

O motor do Uniporte é governado eletronicamente e foi ajustado para trabalhar em baixas rotações. Com isso, tem altos valores de torque e menor consumo de combustível do equipamento.

O Uniporte 3030 NPK atende às normas brasileiras de emissão de poluentes MAR-I e pode trabalhar com biodiesel B20 (até 20% na mistura).

A aplicação em 10 linhas simultâneas (1,5m x 1,5m ou 1,5m x 0,9m) pode atingir uma velocidade de até 25 km/h. Assim, proporciona rendimentos que podem chegar a 200 ha/ dia de trabalho.

A altura da barra em relação à cultura da cana permite que esse equipamento seja utilizado em várias fases de desenvolvimento da cultura.

A vazão deste equipamento pode variar de 30 a 600 kg/ha (fertilizante sólido granulado), podendo ser equipado ainda com controlador de 3 seções, piloto automático e telemetria.

banner planilha combustíveis

Semeadora

Semeadora John Deere DB74 e DB50

As semeadoras da linha DB da John Deere são ótimas opções para agricultores que semeiam sem adubação na linha.

Para obter maiores rendimentos operacionais, a John Deere possui a DB74 (48 linhas) e a DB50 (31 linhas) que, combinadas com o sistema VacuMeter, permitem maior velocidade de deslocamento na semeadura.

foto de Semeadora John Deere DB74 e DB50 trabalhando em uma lavoura

(Fonte: John Deere)

O VacuMeter é um sistema a vácuo para distribuição de sementes. Ele é mais preciso que os sistemas mecânicos presentes no mercado, pois está menos sujeito à variação no tamanho das sementes utilizadas.

Por possui o sistema a vácuo em vez de discos alveolados, com disco duplo na semente, permite chegar a velocidade de até 12 km/h.

O dosador em forma de tubo de perfil parabólico auxilia na condução das sementes até o sulco de plantio. Isso ajuda na manutenção do espaçamento ideal.

Essas semeadoras foram feitas para o acoplamento em tratores John Deere. Porém, existem kits de adaptação que permitem utilizar esse sistema em outros tratores com a mesma precisão do conjunto original.

Segundo a John Deere, as semeadoras conseguem atingir um rendimento operacional de até 18 hectares por hora no plantio. O índice é excelente para a semeadura na época correta.

Além destas configurações, com o auxílio do desligamento automático de seções RowCommand, é possível desligar até 16 seções independentes.

No caso da Semeadora DB50 (31 linhas), podem ser agrupadas de 2 em 2 linhas. Na DB74 (48 linhas), podem ser agrupadas de 3 em 3 linhas.

Além disso, os carrinhos do tipo pantográficos auxiliam na distribuição das sementes na profundidade correta, melhorando a emergência do estande.

Aqui no Lavoura10 nós já falamos sobre os componentes fundamentais de semeadoras e cálculo de sementes por hectare.

Leia mais no artigo: “Semeadoras plantio direto: Como encontrar a melhor para sua fazenda”.

Colhedoras

Colhedora New Holland CR1090

A colhedora CR1090 da New Holland é uma excelente máquina para grandes extensões de colheita.

A CR1090 possui motor que gera 652 cv, conseguindo melhores resultados em economia de combustível do que as versões mais antigas da marca.

foto de Colhedora New Holland CR1090 amarela em uma lavoura

(Fonte: Trade Farm)

Com capacidade para 14.500 L, é a colhedora com maior capacidade de armazenamento do Brasil. E pode ser esvaziada em menos de 2 minutos.

A colhedora chegou a bater recorde no Guinness Book, quando colheu  797.656 toneladas de trigo em oito horas de trabalho, no Reino Unido, em 2014.

A colhedora é realmente um boa aposta para aqueles que buscam maiores rendimentos operacionais com menores tempos de parada para descarregamento dentro dos talhões.

Colhedora Case Axial-Flow 5130

Outro maquinário agrícola que merece destaque no mercado é a colhedora da Case Axial Flow 5130.

O sistema Axial-Flow da Case IH é muito conhecido pelo seu alto desempenho, além de preservar a qualidade dos grãos e propiciar bons desempenhos no momento da colheita.

Esse sistema tem facilidade de adaptação das máquinas ao tipo de cultura a ser colhida.

Elas possuem diversas configurações de peças e kits para cada tipo de grão, sejam eles: feijão, trigo, milho, soja, sorgo ou arroz.

A versão 5130 da Case fica classificada como uma das mais produtivas colhedoras da categoria devido à sua configuração.

A máquina traz novo conjunto de motorização eletrônica e rotor Small Tube associados a um tanque de combustível maior e sistema de limpeza com maior capacidade de processamento.

O sistema de ajuste de tensão elimina a patinação da correia, o que acarreta maior uniformidade no sistema de alimentação, conferindo maior durabilidade das peças.

A capacidade de armazenamento de grãos é de 10.600 L e seu tubo de descarga pode chegar a atingir até 114 L/s.

A colhedora Axial-Flow 5130 possibilita alguns opcionais tecnológicos como softwares e monitores para confecção dos mapas de produtividade das áreas. Esse é justamente um dos passos iniciais à prática da agricultura de precisão.

foto da colhedora Axial-Flow 5130 vermelha em um campo de soja


(Fonte: Case)

Arados

ARH – Arado Reversível Hidráulico Baldan

Um maquinário agrícola muito importante no preparo inicial das áreas é o arado.

O Arado Reversível Hidráulico da Baldan possui versatilidade em terrenos inclinados, não sendo necessário abrir ou fechar quadros de ação.

Pode ser utilizado para a construção de curvas de nível e possui inúmeras regulagens nos discos, como altura, giro e inclinação. Desta forma, possibilita um correto ajuste para cada tipo de solo.

foto de ARH - Arado Reversível Hidráulico Baldan


(Fonte: Baldan)

ASTH – Arado Subsolador Tubular Hidráulico 7/7

foto de ASTH - Arado Subsolador Tubular Hidráulico 7/7 - máquinas agrícolas

(Fonte: Baldan)

O arado subsolador da Baldan é capaz de descompactar camadas do solo provocadas pelo transporte de máquinas pesadas no terreno.

As camadas compactadas são prejudiciais ao bom desenvolvimento radicular e acarretam redução na produção.

O rompimento dessa camada pode ser feita com um subsolador.

O subsolador tubular da Baldan é um equipamento robusto e de fácil manuseio.

Vale lembrar que, quanto maior for a quantidade de hastes no subsolador, bem como seus ângulos de ataque, maior será a potência requerida pelo trator no momento de uso.

>>Leia mais: “Tudo o que você precisa saber sobre dimensionamento da frota agrícola”

Conclusão

A indústria de máquinas agrícolas a cada dia apresenta novidades e novos pacotes tecnológicos para cada cultura e equipamento.

Existe uma infinidade de máquinas e implementos agrícolas presentes no mercado. E cada cadeia produtiva irá absorver os melhores equipamentos do ramo.

Cabe a cada produtor escolher seu maquinário agrícola de acordo com sua propriedade e sistema produtivo.

Feiras como a Agrishow, Show Rural Coopavel, Expodireto Cotrijal são ótimas oportunidades para fechamento de negócio com bons descontos!

ferramenta para calcular os custos operacionais das máquinas agrícolas, calcule agora

Você já conhecia todas estas máquinas e implementos que apresentei? Possui outras máquinas agrícolas que também merecem destaque nessa lista? Adoraria ver seu comentário!

Comentários

  1. Pedro disse:

    Excelentes informações.
    Algo extremamente importante também na escolha do maquinário é em relação a disponibilidade de assistência técnica na região da propriedade. Por melhor que seja o equipamento, em algum momento será necessário a assistência de técnicos, e geralmente precisa-se de agilidade para não haver atraso nas operações, o que pode comprometer o planejamento.

  2. Luis disse:

    Olá Pedro, excelente comentário!

    Além da qualidade dos equipamentos, outros fatores são importantes de serem avaliados. Um deles é exatamente a assistência técnica do concessionário. Certamente uma peça quebrada ou mau calibrada fará com que o melhor equipamento não funcione de maneira adequada. As manutenções preventivas e as formas de utilização dos equipamentos nas fazendas também irão influenciar na vida útil e disponibilidade da máquina para trabalho. Outro fator a ser levado em conta na aquisição das máquinas são os treinamentos e capacitações dos operadores, fundamentais para que o trabalho seja executado da melhor maneira possível.

    Continue acompanhando o blog Lavoura10 que sempre buscamos trazer conteúdos de qualidade para vocês.

    Grande abraço.

    Luis

  3. Henrique Hettwer disse:

    Olá. Você tem o ranking de 2019 de venda de tratores, implementos agrícolas e colheitadeiras, por marca?

    1. Raíssa Natasha Ciccheli disse:

      Olá, Henrique
      Sou da comunicação da Aegro. Não temos esse ranking para te informar, mas aqui no blog você pode encontrar outros conteúdos sobre máquinas e implementos agrícolas.
      Obrigada por nos acompanhar. Abraço!

  4. Kilder da Silva Poltronieri disse:

    Bacana Pedro conhecimento nunca é demais.

  5. Joel Sebastião Alves disse:

    Gostaria de destacar ainda a importância de de verificar a qualidade do pós venda de cada marca ou modelo oferecido, pois além da tecnologia a assistência, a disponibilidade de atendimento e recurso técnico com profissionais qualificados é fundamental. E o pós venda é muito flutuante; aqui no Rio Grande mesmo possuímos uma variação muito acentuada nesse atendimento. Não raras vezes já me deparei com máquinas novas e paradas na propriedade por falta de assistência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *