Blog da Aegro sobre gestão no campo e tecnologias agrícolas

Resistência do solo: quais são as causas, consequências, como avaliar o problema e como evitar que ele aconteça na sua lavoura

A resistência do solo à penetração das raízes é um processo grave de degradação que afeta a produtividade das culturas e, com toda a certeza, merece a sua atenção.

A identificação e correção dos níveis críticos de resistência são essenciais para um bom desenvolvimento das raízes da sua lavoura.

Neste artigo, você terá informações sobre como evitar esse problema e como ele afeta a produtividade das culturas. Confira a seguir!

Causas da compactação do solo

Esse processo de degradação causa limitações ao sistema radicular, que não encontra espaço, água e ar suficientes para se desenvolver. Consequentemente, há redução da produtividade das culturas.  

O intenso tráfego de máquinas agrícolas em condições inadequadas de manejo causa a compactação do solo. As alterações físicas do solo formam uma camada compactada (pé-de-grade). 

Elas são causadas devido à pressão feita por máquinas e implementos agrícolas.

Solo sem impedimentos que passou por operações de revolvimento e, consequentemente, se tornou compactado e com crescimento radicular limitado

Solo sem impedimentos que passou por operações de revolvimento e, consequentemente, se tornou compactado e com crescimento radicular limitado
(Fonte: Embrapa)

Sintomas visuais de um solo compactado:

  • menor infiltração de retenção de água;
  • folhas com coloração fora do normal;
  • raízes deformadas, tortas e/ou rasas;
  • baixa emergência das plântulas;
  • potência maior para o preparo do solo;
  • erosão acentuada;
  • empoçamento de água;
  • presença de crostas e zonas endurecidas sob o solo.

Como evitar a resistência do solo à penetração das raízes?

São várias as formas de evitar a resistência do solo:

Essas práticas auxiliam na melhoria da qualidade do solo e no aumento da produtividade das culturas, garantindo a sustentabilidade do sistema produtivo.

Consequências da resistência do solo à penetração das raízes 

No período de desenvolvimento inicial, as plantas são bastante afetadas pela compactação do solo. Isso acontece devido ao desenvolvimento das raízes, e ao fato de a parte aérea estar atrelada à ocorrência ou não de restrições físicas no solo.

tabela com consequências da resistência do solo à penetração das raízes com classes e limites.

(Fonte: adaptado de Canarache)

Os valores críticos de resistência do solo à penetração de raízes variam de acordo com a classe de solo e com a espécie cultivada.

Porém, de modo geral, é considerado que 2,0 MPa seja o valor crítico de resistência ao crescimento radicular das culturas.

Você verá abaixo algumas consequências do aumento da resistência do solo:

  • menor germinação de sementes;
  • crescimento atrasado e não uniforme da lavoura;
  • crescimento radicular lento, reduzindo a produtividade das culturas;
  • aumento dos custos com combustível em operações de descompactação do solo;
  • maior suscetibilidade das culturas à veranicos;
  • predisposição do solo a erosão;
  • menor aeração do solo.

Conhecer os limites críticos de resistência do solo à penetração é importante para empregar o manejo do solo adequado, viável e sustentável para o sistema produtivo.

O manejo deve favorecer o crescimento, desenvolvimento e a produtividade das culturas.

Como avaliar a resistência do solo à penetração?

O penetrômetro é um equipamento muito utilizado para avaliar a resistência do solo à penetração de raízes. Ele perfura o solo para medir sua resistência à penetração e detectar quaisquer camadas compactadas em seu perfil.

Por meio da avaliação, é possível obter informações sobre as condições físicas do solo de sua propriedade, auxiliando no diagnóstico de quão compactado está o perfil do solo.

Além disso, a avaliação informa onde o problema se encontra, permitindo que você tome a decisão de manejo o mais rápido e precisamente possível. Assim, você evita gastos excessivos com a subsolagem do solo, onde o procedimento não é necessário.

Veja alguns benefícios dos medidores de compactação do solo:

  • identificação de camadas compactadas no solo;
  • simples e de fácil utilização;
  • torna possível o manejo adequado para eliminar a compactação do solo;
  • ajuda a assegurar uma melhor estrutura do solo;
  • a identificação precoce da compactação do solo evita perdas de produtividade das culturas.
ilustração de medidor eletrônico de compactação do solo

Medidor eletrônico de compactação do solo
(Fonte: Falker)

Além da precisão de onde fazer a correção, o resultado pode indicar a adoção de práticas agrícolas sustentáveis.

Como corrigir um solo resistente à penetração de raízes?

Algumas técnicas podem te ajudar a corrigir a resistência do solo à penetração. A principal delas é o uso de subsoladores e escarificadores.

Com a utilização desses dois equipamentos é possível romper, de forma mecânica, as camadas compactadas do perfil do solo.

A utilização de culturas de cobertura, adubos verdes e rotação de culturas também podem diminuir a resistência do solo à penetração das raízes.

De preferência, essas culturas devem possuir sistema radicular abundante e agressivo para romper as camadas compactadas e contribuir para a agregação do solo.

Veja abaixo algumas espécies que podem ser utilizadas para esta finalidade:

e-book culturas de inverno Aegro, baixe agora

Conclusão

O aumento da resistência do solo à penetração limita o crescimento das raízes e a absorção de água e nutrientes, além de afetar a produtividade das culturas. 

O tráfego excessivo de máquinas e implementos agrícolas, dependendo das circunstâncias, é uma das causas do aumento da resistência do solo à penetração.

Utilizando o penetrômetro, você terá acesso a informações de quão compactado está o perfil do solo. 

Ao observar a resistência do solo em sua propriedade, você pode garantir a máxima produção potencial da sua lavoura.

>>Leia mais:

“Entenda o Diagnóstico Rápido da Estrutura do Solo (Dres) e como ele pode ser útil para sua lavoura”

Você já passou por problemas com a resistência do solo em sua lavoura? Conte-nos a sua experiência aqui nos comentários!