O Blog da Aegro sobre gestão no campo e tecnologias agrícolas

O Blog da Logo da Aegro
foto de trator sobre solo agregado

Saiba quais práticas de manejo favorecem a agregação do solo

- 3 de janeiro de 2022

Agregação do solo: entenda o que são os agregados, como é a estrutura ideal e as práticas que prejudicam ou beneficiam essa condição

Você sabe manejar corretamente o solo para garantir maior estabilidade dos agregados?

Os agregados são responsáveis pela estruturação do solo. Com uma boa agregação, você melhora a retenção de água e nutrientes e diminui a compactação do solo.

Além disso, você pode beneficiar muito o desenvolvimento das suas culturas.

Neste artigo, você saberá tudo sobre como deixar seu solo bem agregado e com qualidade! Boa leitura.

O que são agregados do solo?

Os agregados do solo são formados da união de partículas orgânicas e minerais (areia, silte e argila). A organização dessas partículas no solo é responsável pela estruturação.

Importância de uma boa estrutura do solo

A agregação influencia diversos processos, como:

  • a retenção de água e nutrientes;
  • a respiração do solo;
  • a aeração;
  • a infiltração e disponibilidade de água;
  • o desenvolvimento das raízes;
  • a atividade biológica, entre outros.

O monitoramento é muito importante para a qualidade do solo

Afinal, uma boa agregação proporciona benefícios aos atributos químicos, biológicos e físicos do solo.

Por outro lado, a desagregação do solo prejudica a atividade agrícola.

Estrutura do solo agregado

A identificação da desagregação do solo é fundamental.

No lado esquerdo da figura abaixo, você pode perceber que o solo está desagregado, devido ao intenso revolvimento

Isso favorece a compactação e deixa o solo suscetível à ocorrência de processos erosivos.

No lado direito da figura, você pode observar que os agregados são grumosos devido à intensa atividade biológica. Eles têm sinais de conservação.

Imagem de referência de agregação do solo. Do lado esquerdo, há fotos de amostras de solo que parecem pó de café. Do direito, as amostras de solo estão grumosas, com pedaços maiores.

Agregados pulverizados no lado esquerdo e agregados grumosos <1 cm no lado direito, em solo argiloso (A) e arenoso (B). Escala em centímetros

Fonte: (Henrique Debiasi, 2017)

Os solos desagregados são mais vulneráveis à compactação do solo. Além disso, sofrem mais impacto das gotas de chuva e perdem mais matéria orgânica.

Veja alguns indícios da adequada agregação do solo:

  • raízes crescendo sem restrição, explorando o interior dos agregados;
  • predomínio de agregados com tamanho entre 1 cm e 4 cm, com baixa coesão, arredondados, faces de ruptura rugosas;
  • presença de agregados grumosos e alta atividade biológica.

Agentes agregadores

Os agentes agregadores são responsáveis por unir as partículas minerais do solo. Os principais são:

  • matéria orgânica;
  • microrganismo;
  • formigas, minhocas e cupins;
  • exsudatos de raízes de plantas;
  • carbonatos, óxidos de ferro e alumínio, entre outros.

Eles atuam como uma cola, unindo pequenas estruturas responsáveis pela proteção do carbono do solo. Assim, há estrutura para receber as culturas agrícolas.

Fatores que prejudicam a agregação do solo

Os agregados são extremamente vulneráveis ao manejo e aplicação de práticas agrícolas. Abaixo, você pode verificar as principais práticas que prejudicam a agregação do solo:

  • preparo convencional do solo;
  • compactação do solo;
  • ausência de cobertura do solo;
  • queima dos resíduos vegetais após a colheita;
  • sucessão de culturas;
  • utilização de escarificadores e subsoladores para romper a compactação do solo.

Fatores que beneficiam a agregação do solo

A adoção de práticas conservacionistas pode preservar e melhorar a agregação do solo. Veja algumas estratégias de manejo que podem ajudar:

  • controle de tráfego e adequação dos rodados de máquinas na lavoura;
  • correção do solo;
  • intensificar o enraizamento e a atividade biológica do solo;
  • adoção do sistema plantio direto;
  • utilização de plantas de cobertura;
  • integração lavoura-pecuária;
  • utilizar as máquinas agrícolas no solo seco;
  • adoção de sistemas de rotação de culturas, utilizando espécies com diferentes sistemas radiculares.

Lembre-se também de realizar, periodicamente, a manutenção das suas máquinas

Afinal, máquinas em bom funcionamento irão percorrer a lavoura menos vezes, impactando menos o solo.

A melhoria da agregação do solo será possível com o aumento da atividade biológica. Ela é favorecida pelo emprego de culturas com sistemas radiculares abundantes e bem distribuídos.

curso manejo de solo Aegro

Conclusão

Os agregados do solo são formados pela união de partículas orgânicas e minerais.

Uma boa agregação promove maior infiltração e retenção de água, diminui a ocorrência de processos erosivos e facilita o desenvolvimento das plantas.

O solo deve sustentar altas produtividades agrícolas e, ao mesmo tempo, desempenhar as suas funções ambientais.

Fique de olho e cuide bem da qualidade do solo da sua lavoura. Assim, você garantirá boas produtividades e uma cultura mais saudável.

>> Leia mais:

Saiba como a drenagem do solo na agricultura melhora as condições da sua lavoura

Construção do perfil do solo e como ela impacta sua produtividade

Conheça os 9 indicadores de fertilidade do solo e saiba usá-los ao favor da sua lavoura

Você já teve problemas com a falta da agregação do solo? Quer contar sua experiência ou tirar suas dúvidas? Adoraria ler seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.