O Blog da Logo da Aegro

Foto de produtora rural na lavoura, segurando um tablet. Atrás dela há uma máquina e o pôr do sol

5 formas de implementar a automação agrícola na sua fazenda

- 13 de dezembro de 2021

Automação agrícola: veja quais são as possibilidades, os benefícios, áreas de atuação e muito mais!

A agricultura mundial está em um processo de modernização nas últimas décadas. O aumento da eficiência de processos e um controle maior de atividades são os objetivos.

Por isso, o conceito de agricultura 4.0 tem sido bastante discutido no campo.

Tratores, semeadoras, pulverizadores e colhedeiras vêm sendo automatizados. A avaliação de lavouras por meio de drones e softwares de gestão de recursos humanos também.

Neste artigo, você saberá mais sobre como a tecnologia de automação está presente nas atividades agrícolas e todos os seus benefícios. Aproveite a leitura!

Importância da automação para a Agricultura 4.0

Você já deve saber que as principais bases da Agricultura 4.0 são:

  • gestão a partir de dados;
  • produção a partir de novas ferramentas e técnicas;
  • sustentabilidade;
  • profissionalização.

A automação tem papel importante em cada uma dessas etapas. 

Ela gera dados confiáveis e em intervalos de tempos melhores. Isso permite maior assertividade nas tomadas de decisão e gestão da propriedade.

A automação agrícola também é crucial no uso e implantação de novas ferramentas e técnicas agrícolas baseadas em sensores mais modernos. 

Ela permite a implantação da agricultura de precisão

Essa maior assertividade diminui o desperdício e uso indevido de recursos como água, produtos químicos, sementes e combustível.

A consequência é um aumento da sustentabilidade ambiental e econômica do agro.

Esse conjunto de técnicas também aumenta a profissionalização das atividades, desde o campo até a administração. Isso diminui muito os seus riscos. 

Áreas de atuação da automação agrícola

Há várias áreas que podem ser automatizadas ou adaptadas para o uso de avanços tecnológicos. 

Muitos desses avanços estão relacionados ao uso de diversas tecnologias da automação industrial

Sensores, micro controladores e sistemas de localização, como o GPS, são alguns exemplos.

A automação agrícola está presente em áreas como:

  • Captação de dados: o uso de sensores para medições de características de solo, planta e clima aumenta a capacidade de monitoramento dos cultivos;
  • Máquinas e sistemas inteligentes: tratores e implementos com maior tecnologia permitem um manejo diferencial de áreas com características diferentes. Elas são verificadas através dos dados captados;
  • Localização: o uso de tecnologias como o GPS permite o uso combinado de dados e máquinas de sistema inteligente. Eles geram mapas específicos de cada área de acordo com produtividade, características do solo, doenças, nutrição, etc.
  • Armazenagem e análise de dados: o armazenamento de dados em nuvens e o uso de sistemas de análise aumentam a capacidade de entendimento dos processos na atividade agrícola;
  • Gestão: a automação de atividades como controle de estoque, horários de funcionários, compra e venda de produtos auxiliam na gestão da propriedade. Como consequência, os desperdícios são diminuídos e os processos ganham mais eficiência.

5 tecnologias disponíveis para automação agrícola

1. Sensores

Existem inúmeros tipos de sensores para avaliação do sistema de produção agrícola. Alguns exemplos são sensores de:

  • umidade;
  • compactação de solo;
  • temperatura e umidade do ar;
  • coloração e teor de água da vegetação, entre outros.
Sensor de umidade sobre planta. O sensor é pequeno, redondo e prateado.

Sensor de umidade foliar

(Fonte: Walz)

2. Máquinas

Tratores, pulverizadores, semeadoras e colhedeiras com GPS e aplicação diferencial têm grande desenvolvimento tecnológico. O melhor de tudo é que eles têm estado cada vez mais viáveis.

Esquema que mostra como o herbicida é aplicado, através de uma máquina.

Esquema de aplicação diferencial de herbicida

(Fonte: Agronline)

3. Drones e aviões 

O uso de equipamentos que permitam o sensoriamento remoto do cultivo aumenta a capacidade de cobertura e monitoramento da área.

Além disso, eles podem ser usados também para aplicações de produtos com maior alcance e menor tempo.

Foto de drone sobrevoando lavoura

Drone em uso em área agrícola

(Fonte: Atomic Agro)

4. Sistemas inteligentes

Sistemas automáticos que recebem dados e tomam decisões são uma opção para manejos automáticos. A irrigação é um dos principais.

Um conjunto de sensores e microcontroladores são suficientes para automatizar um sistema de irrigação.

5. Softwares de gestão 

Atualmente, existem opções de softwares de gestão que auxiliam no controle de equipamentos, bens de consumo e pessoas, tanto no campo quanto no escritório. 

Eles substituem o uso de planilhas físicas, uma vez que oferecem uma análise de dados mais rápida, segura e eficiente, otimizando a administração da lavoura.

Um bom exemplo disso é o Aegro, sistema que garante maior controle da fazenda de ponta a ponta, automatizando processos e organizando fluxos de trabalho com poucos cliques.

Foto de uma tela do app Aegro, na apa de operações de safra. Na tela, é possível ver todas as tarefas em andamento.

Planeje e acompanhe todas as operações da safra a partir do Aegro

A partir dessas informações, o software gera indicadores de produção que te ajudam a entender os custos por cultivar, qual o talhão mais produtivo, entre outras métricas de desempenho. 

Foto de uma tela do app Aegro, na aba de análise de cultivos. O andamento dos cultivos é exposto através de barras verdes.

No Aegro, você consegue personalizar sua análise do cultivo

Além disso, ele reúne diversas soluções em tecnologia agrícola, inclusive algumas que citamos anteriormente, em uma só ferramenta.

Como a integração com os sistemas de maquinário da Climate FieldView™ e o Operations Center da John Deere, as imagens NDVI por satélite e os mapas de calor para o manejo de pragas e doenças.     

Você pode pedir uma demonstração do Aegro clicando nesse link, ou testar o app gratuitamente na sua propriedade por 7 dias!

A agricultura digital e de precisão

O uso do conjunto de tecnologias de automação e comunicação é uma das bases da Agricultura Digital.

Um dos benefícios do uso da agricultura digital é a possibilidade de aumentar a eficiência e assertividade das atividades agrícolas. 

Isso também é conhecido como agricultura de precisão.

A agricultura de precisão é extremamente dependente da automação agrícola na captura de dados por meio de sensores, direta ou remotamente. 

Ela também necessita dos sistemas de localização precisos, que se comuniquem com máquinas automáticas e tecnologia de ponta, como os recursos do Aegro.

Tela do app Aegro, na aba de informações das máquinas. É possível ver todas as tarefas realizadas pelo maquinário.

O Aegro conecta informações das operações realizadas pelas suas máquinas

Isso permite criar e armazenar informações em tempo real ou avaliar no detalhe áreas específicas de talhões. 

Esse processo auxilia no entendimento dos possíveis pontos de melhoria.

Por exemplo, é possível realizar um manejo diferente e mais eficiente em uma área que teve menor produtividade. 

Afinal, você poderá enxergar os problemas de maneira mais prática e rápida, e terá mais tempo hábil para tomadas de decisões.

Foto de uma tela do app Aegro, na aba de imagens NDVI. É possível ver a lavoura através de vista aérea, com as marcações de NDVI na tela.

Monitoramento da saúde e produtividade da lavoura pelos mapas NDVI no Aegro

Conclusão

A agricultura moderna tem sofrido extrema pressão para o aumento da produtividade agrícola. O uso sustentável de recursos e a proteção ambiental também estão nessa agenda. 

Os métodos citados neste texto deixaram de ser um diferencial e estão sendo obrigatórios no meio rural.

A aplicação de técnicas de automação tende a aumentar a capacidade de produção e de uso de recursos

Elas mapeiam os pontos limitantes e dão a você maior autonomia e capacidade de gerenciamento da sua propriedade.

>> Leia mais: “Conheça as 8 melhorias que a mecanização agrícola traz para a sua fazenda

Quais meios de automação agrícola você já utiliza na sua fazenda? Quais ainda não utiliza, mas implementará em breve? Deixe seu comentário abaixo!

Comentários

  1. Thiago Candido disse:

    Excelente material João. Parabéns e obrigado pelas informações!

  2. João Paulo Pennacchi disse:

    Obrigado Thiago. Sempre feliz em trazer informações úteis. Seja sempre bem-vindo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *