Big Data no Agronegócio: entenda mais sobre a definição e como é utilizada na agricultura para otimizar os processos.

Cada vez mais a tecnologia está dentro das nossa lavouras, mas você sabe como utilizá-la para otimizar os processos?

A coleta de dados sempre foi feita na rotina da lavoura, mas é preciso aprender a analisar os dados corretamente para utilizá-los da forma certa.

Até porque, não adianta sair coletando uma enorme quantidade de dados se depois não saber interpretá-los, não é mesmo?

Por isso, no texto de hoje, vamos entender mais sobre como utilizar Big Data na agricultura, além das vantagens e onde ela está sendo aplicada no agro. Confira!

O que é Big Data?

Primeiro, é necessário definirmos o conceito de Big Data para entendermos como ele pode ser aplicado na agricultura.

Podemos definir Big Data como a interpretação de grandes volumes de dados.

big data no agronegócio

Big Data e a agricultura na era do conhecimento
(Fonte: Fundação Shunji Hishimura de Tecnologia)

Com as ferramentas disponíveis hoje é possível aumentar a produtividade, reduzir custos e tomar decisões mais assertivas.

Os principais aspectos do Big Data são definidos pelos 5 Vs: Volume, Variedade, Velocidade, Veracidade e Valor. 

Os aspectos de Volume, Variedade e Velocidade, referem-se à grande quantidade de dados não-estruturados. Estes dados precisam ser analisados com as soluções de Big Data em grande velocidade e, em sua maioria, em tempo real.

A Veracidade nos diz que as fontes e a qualidade dos dados precisam ser confiáveis. 

O V de Valor se refere aos benefícios que essas soluções de Big Data vão trazer para sua empresa. 

Agora que abordamos o conceito de Big Data, vamos ver como podemos utilizá-lo na agricultura.

big data no agronegócio

(Fonte: Vision Agropecuária)

Como a análise de dados otimiza a lavoura?

Como vimos, o Big Data é um conjunto de dados que precisa ser analisado. Agora vamos trazer o conceito para o campo. 

Você sabe como ele pode ser útil e quais as vantagens que traz?

Entre as tecnologias mais conhecidas de análise de dados no campo podemos citar o entendimento e análise de dados meteorológicos.

Com a interpretação correta de dados sobre a previsão meteorológica, o agricultor consegue administrar outras operações como a semeadura, a colheita, a irrigação e as aplicações de defensivos agrícolas.

Outro exemplo que podemos citar da agricultura digital são as tecnologias que garantem o ajuste das doses de fertilizantes que são aplicados, o que reduz custos e perdas.

Além disso, outra importante ferramenta que pode ser utilizada é o cruzamento dos dados de produtividade com os dados dos manejos adotadas em cada área, como por exemplo: adubação, análise de solo, deficiência de nutrientes, precipitação e aplicações.

(Fonte: Boas Práticas Agronômicas)

Agora que vimos alguns exemplos de como o Big Data pode ser utilizado na agricultura, vamos ver quais as vantagens para a gestão agrícola e financeira.

Big Data no Agronegócio: Vantagens para a gestão agrícola

Além das vantagens que já citamos em relação ao uso do Big Data no agronegócio, veja abaixo uma lista com outros benefícios em utilizá-lo na sua lavoura.

  • Dados sobre a fertilidade química do solo, por meio das análises de solo;
  • Redução de desperdícios, reduzindo os custos de produção;
  • Estande de plantas, gasto de sementes e velocidade de semeadura;
  • Ações mais assertivas após interpretação dos dados;
  • Pluviosidade, temperatura e dias nublados, que ajudam na tomada de decisão para aplicação de defensivos, fertilizantes e corretivos;
  • Possibilidade de controlar tudo isso do escritório;
  • Informações sobre monitoramento de pragas, doenças e plantas daninhas;
  • Informações sobre consumo, aplicações de defensivos agrícolas, dados de produtividade, velocidade e perdas na colheita;
  • Aumento de produtividade com tomadas de decisão mais assertivas.
big data no agronegócio

(Fonte: GeoAgri)

Big Data no agronegócio: Vantagens para a gestão financeira

O uso do Big Data na agricultura pode nos auxiliar em diversas ações na lavoura.

Assim, na gestão financeira podemos utilizar softwares que nos ajudam a manejar estes dados e informações relevantes, a fim de otimizar os processos.

Com o uso de um aplicativo como o Aegro, por exemplo, é possível otimizar a gestão agrícola da sua fazenda. 

Desta forma, você consegue fazer o fluxo de caixa, estoque, financeiro e agrícola integrados e automatizados, reduzindo custos.

aegro integração

É possível realizar um teste gratuito do sistema de gestão agrícola Aegro. Algumas opções grátis para começar agora:

Curso de Big Data no Agronegócio

Uma busca rápida na internet e você já consegue encontrar diversos cursos sobre Big Data.

Em um curso de Big Data para o agronegócio, você vai ser capacitado para manusear grandes volumes de dados de maneira rápida e eficiente. 

Também vai aprender a como interpretar os dados para ser desenvolvido no agronegócio.

Esses cursos, geralmente, abordam as disciplinas de: algoritmos avançados, arquiteturas cloud, banco de dados, cálculo, estatística, fundamentos de administração geral, geometria analítica, inglês, internet das coisas, matemática discreta, manejos agrícolas de solo e semeadura, monitoramento de pragas e doenças e sociedade, tecnologia e inovação.

De acordo com o Canal Rural, a demanda por um profissionais capacitados nesta área são:

  • Empresas de infraestrutura de TI (tecnologia da informação);
  • Desenvolvimento e revenda de softwares para web;
  • Empresas de desenvolvimento e revenda de softwares para dispositivos móveis;
  • Fabricantes e revendedores de equipamentos de agricultura de precisão;
  • Fabricantes e revendedores de tratores e implementos agrícolas;
  • Empresas de produção agrícola e propriedades rurais;
  • Usinas de açúcar e etanol;
  • Indústria de insumos agrícolas;
  • Prestação de serviços na área de TI;
  • Prestação de serviços na área agrícola.

Conclusão

Neste texto você viu como podemos utilizar Big Data no agronegócio, sua definição, alguns conceitos e as vantagens que as análises trazem para as lavouras.

Com a correta interpretação dos dados levantados é possível otimizar processos na lavoura, reduzir custos e tomar decisões mais assertivas sobre os manejos.

Também vimos que com o aplicativo de controle e gestão agrícola, consegue-se gerenciar diversos dados coletados do campo.

Agora que você compreendeu mais sobre como utilizar Big Data na sua empresa rural, que tal colocar em prática? 

Gostou do texto? Tem mais dicas e informações sobre Big Data no Agronegócio? Adoraria ver o seu comentário abaixo!