Software agro no Senar Goiás: Como isso está facilitando e estendendo a assistência técnica e como você pode facilitar sua gestão com o mesmo sistema.

 

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Goiás) tem o objetivo de educação profissional, assistência técnica e gerencial.

Com tantos produtores rurais por todo o Estado, esses objetivos poderiam ficar prejudicados, não fosse a inovação.

Para a educação, vieram os cursos online a distância, mas e na assistência técnica e gerencial?

Foi pensando nisso que surgiu a parceria entre Aegro, Ifag e Senar Goiás.

Conversamos com o coordenador do Ifag, Fernando Borges, sobre o projeto e aqui você pode ver como ele funciona.

Mais que isso: confira como os produtores estão utilizando o sistema e como você também pode utilizá-lo!

 

O projeto de expansão da assistência técnica e gerencial por meio de um software agro

Até o meio de 2018, o Senar não atendia os agricultores de Goiás por falta de um software de gestão agrícola.

A entidade contava com softwares para bovinocultura de leite e corte, ovinocaprinocultura, olericultura e cafeicultura.

Mas para produtores de soja, milho, feijão e tomate industrial, por exemplo, não existia um software e era inviável o atendimento na base da “planilha, papel e caneta.”

“O Aegro foi fundamental para podermos fazer o atendimento ao agricultor de grandes culturas, uma vez que temos a possibilidade de fornecer acesso ao software para o produtor e seus funcionários. Além disso, o aplicativo de celular favoreceu a inclusão de funcionários de campo, como gerentes e tratoristas”.

Como projeto piloto, a partir de agosto de 2018 começaram a ser atendidos 60 produtores, totalizando 44 mil hectares e englobando as culturas de soja, milho, feijão, tomate rasteiro, girassol, aveia e trigo.

software agro
Fernando conheceu o Aegro quando ainda era consultor do Sebrae Nacional, através de um levantamento de softwares de gestão que existiam no mercado. Falando com a Aegro, percebeu que era uma oportunidade de projeto. A parceria começou em agosto de 2018 e agora começa a colheita dos frutos.

 

Esses agricultores receberam treinamento gratuito para a utilização do software agro, começando uma gestão facilitada e em que o Senar possa dar assistência.

Agora, é possível realizar o planejamento adequado de toda a safra, acompanhar a evolução das operações agrícolas e analisar os resultados após a safra.

Tudo isso de maneira rápida, fácil e sem perder nenhum dado.

software agro
A verificação do quanto foi gasto por hectare por categorias pode ser feita em apenas alguns cliques com o Aegro.
*Dados da imagem são meramente ilustrativos

 

Os resultados são tão positivos que Senar e Ifag devem lançar mais quatros grupos de produtores rurais que terão a gestão de suas fazendas acompanhadas pelas instituições com uso do Aegro.

No total, entre 100 e 120 novos produtores serão beneficiados até o fim do ano (nas mesmas culturas com acompanhamento hoje).

 

Resultados a curto e longo prazo de uma gestão agrícola efetiva

Como vimos, com o software agro foi possível começar uma gestão agrícola muito mais efetiva.

Com isso, os resultados a curto prazo para os produtores atendidos foi a realização de um planejamento estruturado para a safra.

No software, eles colocam o orçamento da próxima safra e, conforme a realização da mesma, é verificado como os gastos estão sendo feitos em comparação ao que foi planejado.

Assim, é possível conhecer onde os custos estão maiores do que deveria ou qual categoria deveria receber mais investimentos. Isso permite correção dessas falhas antes mesmo que a safra acabe.

software agro

Agora eles também podem acompanhar o pré-plantio, plantio e depois a condição da lavoura e a colheita de maneira fácil e rápida.

Sobre a colheita, por exemplo, o Aegro tem uma parte de indicadores específicos:

software agro

Até mesmo alguns produtores da pecuária entraram no projeto depois dos benefícios percebidos. Esses produtores utilizam a parte financeira do software nas atividades de bovinocultura de corte e leite.

“Como o produtor gostou muito, alguns utilizam a parte financeira para pecuária de corte e de leite, com ótimos resultados”.

A longo prazo, essa nova forma de fazer a gestão resulta em safras com um histórico de informações completo, permitindo que a cada ano os manejos sejam melhorados.

A gestão financeira também vai se tornando mais completa e robusta com o passar do tempo, possibilitando realizar estratégias mais assertivas, especialmente quanto ao custo de produção e comercialização.

Para o Senar também há vantagens:

“Para o técnico também é uma capacitação, pois ele passa por um ‘baita’ treinamento de gestão e fica dois anos acompanhando um grupo de produtores rurais.”

 

software agro
O técnico do Senar, Augusto Souza Batista, com os produtores Adilson Sopran e Rodrigo Sopran, realizando a gestão de fazendas com o Aegro

 

Importação de nota fiscal automatizada: Rapidez e segurança das suas informações

De todas as funcionalidades do software agro, o que os produtores mais gostam é a importação da nota fiscal direto para o sistema.

Ou seja, você pode pegar a nota fiscal eletrônica (arquivo XML) de sua compra na revenda ou qualquer outro lugar e importar para o Aegro.

Dessa forma, todos os seus custos são importados de forma automática e em alguns cliques.

Isso garante um padrão nacional de escrituração fiscal e também traz mais segurança e eficiência na fiscalização.

Sem falar que, com isso, seu custo de produção e toda sua parte financeira fica muito mais fácil de colocar em ordem.

 

Você pode começar essa gestão bem sucedida na sua fazenda agora mesmo, já que o Aegro tem algumas opções gratuitas e o software agro completo com teste grátis:

Para a versão completa, fale com um de nossos consultores aqui!

 

Conclusão

Através do Aegro, as instituições oportunizam ao produtor rural uma nova forma de fazer gestão.

“Muitos até compravam softwares, mas não havia acompanhamento. Com o técnico [do Senar], o sucesso é 100%.”

Segundo Fernando, desde o início do projeto (em agosto do ano passado), apenas quatro produtores foram substituídos no grupo.

Isso mostra a importância de uma gestão agrícola bem feita, inclusive dentro de entidades de assistência técnica ao produtor.

>>Leia mais: “5 maneiras de melhorar seu gerenciamento rural”

 

E você, já usa um software agro? Tem alguma dúvida? O que acha dessa nova forma de fazer gestão? Deixe seu comentário abaixo!