Blog da Aegro sobre gestão no campo e tecnologias agrícolas

Ervilhaca para cobertura do solo: melhores práticas para cultivo e os benefícios para a produção de grãos em sucessão 

Você está procurando uma boa alternativa para cobertura do solo no outono-inverno? A ervilhaca pode ser uma ótima opção!

Essa leguminosa é uma excelente alternativa como cobertura do solo e adubação verde, além de servir como forrageira de alta qualidade nutricional para alimentação animal.

Você sabia que a inserção dessa cultura no sistema produtivo também é interessante para as culturas sucessoras?

Neste artigo, você verá alguns motivos pelos quais você deve investir na cobertura do solo com ervilhaca, além de como e quando utilizá-la. Confira!

Quando e como a ervilhaca pode ser cultivada?

A ervilhaca é uma leguminosa anual de inverno, com hábito de crescimento trepador e boa resistência a períodos de geada. Ela não resiste à seca ou ao calor excessivo.

Sua semeadura ocorre entre os meses de março e junho. Quanto mais tardia for, menor será a produção de biomassa vegetal.

A semeadura pode ser realizada a lanço ou em linhas com espaçamento de 20 cm. A profundidade ideal de semeadura deve ser de 3 a 5 cm, distribuindo 40 a 60 kg de sementes por hectare.

A cultura  não tolera solos ácidos e encharcados. Ela se desenvolve bem em solos argilosos e férteis, e se adapta também a solos arenosos, desde que bem fertilizados.

Ela é utilizada principalmente no Sul do Brasil, antes da semeadura do milho primeira safra, e é uma ótima opção para anteceder o cultivo de grandes culturas como soja e feijão.

O cultivo da ervilhaca pode ser solteiro ou em consórcio com outras espécies como aveia, centeio e azevém.

A importância da consorciação está na decomposição mais lenta e na cobertura residual prolongada dessas gramíneas, ao passo que a ervilhaca contribui com o maior aporte de nitrogênio e rápida decomposição dos seus resíduos.

Também é interessante o consórcio da ervilhaca com plantas como o nabo forrageira, que atua na descompactação do solo e ciclagem de nutrientes.

Essa associação aumenta a proteção do solo, devido ao maior aporte de resíduos vegetais e à supressão de plantas daninhas.

Por que utilizar a ervilhaca para cobertura do solo?

Com a inserção da ervilhaca no sistema produtivo, o cultivo de culturas sucessoras pode ser muito mais vantajoso.

Alguns benefícios do cultivo da ervilhaca são:

  • proteção do solo e diminuição dos riscos de erosão;
  • minimiza os danos causados pelo uso intensivo do solo;
  • eleva as taxas de infiltração e retenção de água no solo;
  • adubação verde (leguminosa que fixa nitrogênio e incorpora ao solo);
  • maior disponibilidade de nutrientes;
  • raízes profundas e ramificadas que reduzem a compactação do solo;
  • boa resistência ao frio;
  • forrageira de excelente qualidade nutricional para alimentação animal;
  • pode ser inserida na sucessão, consorciação e rotação de culturas;
  • eficiente no controle de plantas daninhas;
  • cultura de baixo investimento.

Por ser uma leguminosa de inverno, ela mantém o solo coberto na entressafra, o protegendo de diversos problemas relacionados à erosão e lixiviação de nutrientes.

A ervilhaca, solteira ou em consórcio, produz volume considerável de resíduos vegetais para cobertura do solo.

tabela com produção de massa seca da parte aérea de ervilhaca solteira e consorciada com aveia-preta ou nabo forrageiro

Produção de massa seca da parte aérea de ervilhaca solteira e consorciada com aveia-preta ou nabo forrageiro
(Fonte: Adaptado de Forte et al. 2018)

Essa cobertura proporciona melhorias na fertilidade do solo, além de auxiliar na supressão de plantas daninhas.

A importância da consorciação com essas espécies gramíneas está na baixa relação C/N da ervilhaca, com rápida decomposição dos seus resíduos vegetais, deixando o solo descoberto e sujeito a erosão.

Por outro lado, essa rápida decomposição dos resíduos vegetais é benéfica para as culturas sucessoras, devido à rápida liberação dos nutrientes no solo.

Como a ervilhaca impacta a produção de grãos em sucessão

Manter o solo coberto durante a entressafra é a melhor forma de garantir a produtividade da lavoura em sucessão.

A ervilhaca é uma excelente planta de cobertura do solo e beneficia as culturas em sucessão, já que reduz a utilização de adubos nitrogenados devido a sua capacidade de fixar nitrogênio da atmosfera e incorporá-lo ao solo.

A utilização dessa espécie como cobertura do solo produz em torno de 20 a 30 toneladas de massa verde por hectare e 4 a 6 toneladas de massa seca por hectare. Por isso, é uma alternativa rentável e sustentável para a sua propriedade.

tabela com produção de massa verde e seca da parte aérea de ervilhaca

Produção de massa verde e seca da parte aérea de ervilhaca
(Fonte: Ademir Calegari, 2016)

Além disso, é uma ótima opção para o Sistema Plantio Direto e rotação de culturas, pois os nutrientes da planta permanecem na palhada e favorecem a fertilidade da cultura em sucessão.

Veja o aumento da produtividade de grãos de milho e feijão após o cultivo de ervilhaca.

tabela com a cobertura do solo com ervilhaca contribui consideravelmente no aumento da produtividade de grãos de milho e feijão em sucessão

A cobertura do solo com ervilhaca contribui consideravelmente no aumento da produtividade de grãos de milho e feijão em sucessão
(Fonte: adaptado de Forte et al. 2018)

Essa é uma espécie de ampla versatilidade, podendo ser utilizada como cobertura do solo, adubação verde e como forragem para alimentação animal.

Aqui no Lavoura10 também já falamos sobre outras culturas que podem ser interessantes para cobertura de solo no inverno. Faça download gratuitamente clicando na imagem abaixo!

e-book culturas de inverno Aegro, baixe agora

Conclusão

A ervilhaca para cobertura do solo é uma alternativa com inúmeras vantagens

Ela pode ser utilizada na rotação e/ou sucessão de culturas como cobertura do solo e adubação verde, além de ser uma excelente forrageira para alimentação animal.

Ela aumenta o aporte de nitrogênio pela fixação biológica e reciclagem de nutrientes. Suas raízes profundas e ramificadas auxiliam na descompactação de solos adensados.

Além disso, é ótima na supressão de plantas daninhas por formar um “colchão” sobre o solo. A produtividade das culturas geralmente é mais elevada em sucessão à ervilhaca.

Agora que você tem essas informações, utilize a ervilhaca como cobertura do solo no outono-inverno em sua propriedade e garanta a produtividade da sua lavoura!

Veja também: “Perspectivas para a safra de inverno!

Restou alguma dúvida sobre o tema? Você já utilizou ervilhaca para cobertura do solo em sua propriedade? Adoraria ler seu comentário abaixo!