Lista de defensivos agrícolas: Quais dúvidas você tem na hora de elaborar a sua? Neste artigo explicamos o passo a passo para não errar mais.

Está chegando a hora de começar mais um ciclo de cultivo. O solo já está para ser preparado, ou a cobertura morta já está sendo formada. Os vizinhos estão comentando sobre as sementes, adubos e, claro, os defensivos.

Se você não sabe por onde começar  no planejamento da safra, nem como fazê-lo, não se preocupe, a maioria dos produtores se sente assim.

O fato é que a agricultura demanda muito trabalho e é completamente normal esse sentimento.

Mas hoje eu posso te ajudar, pelo menos quanto aos defensivos agrícolas!

Hoje vamos conversar sobre sua lista de defensivos agrícolas e como fazê-la da melhor forma, conseguindo ótimos resultados para sua lavoura e, claro, seu negócio!

Lista de defensivos agrícolas: Quando comprar?

Se atente para ao mercado, acompanhando a flutuação dos preços. Geralmente o valor cai fora do período da safra, já que a procura é menor nesse momento.

Historicamente, a venda de defensivos, e também os custos, são maiores no segundo semestre ano, quando a safra de verão é iniciada.

A compra antecipada de defensivos e outros insumos é uma prática que vem crescendo, especialmente quando o câmbio se apresenta favorável antes do começo da safra. Por isso, além do mercado nacional fique de olho no câmbio.

Nós falamos sobre aplicativos que te ajudam nisso, além de outras ferramentas, no artigo abaixo, vale a pena conferir.

>> 5 Aplicativos Para Planejamento Agrícola Que Você Deveria Conhecer

O crescimento da compra antecipada de insumos é uma prova do maior planejamento dos produtores rurais nos últimos anos.

Conhecendo o seu campo e fazendo o planejamento com certa antecedência, você poderá ter uma maior janela de tempo para a procura de melhores preços, podendo antecipar ou não suas compras.

Como sei quais defensivos comprar?

Isso você vai saber por meio do monitoramento e histórico da área, e melhor será sua estimativa quanto mais detalhado for seu planejamento agrícola, como separar sua área por talhão.

Confira como fazer isso e fazer uma lista de defensivos agrícolas muito mais assertiva:

Monitoramento

Esse ponto já foi abordado em outro artigo meu aqui no blog, que listo abaixo. Mas é sempre bom reforçar esse aspecto.

>> 5 dicas infalíveis para uma aplicação de defensivos agrícolas mais eficaz

O monitoramento é simplesmente ir para o campo e ver o que está acontecendo. Você com certeza já faz isso, mas é preciso fazer com uma certa frequência e registrar  o que você encontra.

monitoramento-aegro

Monitoramento de pragas feito em Aegro

(Fonte: Aegro)

Histórico da área

Os registros dos monitoramentos das safras passadas resultarão no histórico da sua propriedade.

Por isso que para saber na pré-safra o que utilizar e quanto utilizar você verifica o histórico da área, já que não há cultura para fazer o monitoramento.

Com o registro de monitoramentos anteriores (histórico da área) você tem certeza de quais produtos precisa.

E com as observações sobre o nível de infestação das invasoras, insetos ou doenças, também é possível estimar a dose que será usada.

Isso porque os problemas de uma safra, provavelmente serão os mesmos da próxima.

Especialmente se for a mesma cultura de alguma safra anterior que você tenha registros, ou se as pragas atacarem as mesmas culturas que você cultivou e vai cultivar.

Com as informações de dose por hectare e sabendo quantos hectares você plantará, fica fácil estimar de quantos litros de cada produto você precisa comprar.

Recomendo que você coloque 10% a mais nessa conta, em caso de maiores infestações no momento da aplicação ou de outros imprevistos.

Detalhe seu planejamento agrícola e financeiro por talhão

Como já falamos aqui, sobre a importância do planejamento agrícola,  saber o que já foi feito em cada talhão nos últimos anos também é fundamental.

Isso lhe dá uma direção antecipadamente de quais defensivos devem ou não serem utilizados. Isso também fará você entender como está seu solo, pragas, etc.

Ou seja: entender sua propriedade.

Se você já utiliza agricultura de precisão, parabéns! Você está um passo à frente.

Lembre-se de anotar nos seus monitoramentos a eficácia dos produtos também, já que se determinado defensivo vem perdendo a eficácia ao longo dos anos, é melhor escolher outros produtos.

Ressaltando ainda a necessidade de rotacionar os defensivos mesmo que não venham perdendo a eficiência, no sentido de prevenir a seleção de pragas resistentes a defensivos.

Se você tem dúvidas sobre resistência a defensivos agrícolas recomendo a leitura:

Onde consultar os defensivos agrícolas permitidos?

No Brasil, o processo de registro de um defensivo envolve avaliação toxicológica, que é de responsabilidade da Anvisa e do Ministério da Saúde.

Bem como avaliação ambiental, responsabilidade do Ibama e do Ministério do Meio Ambiente.

Além da avaliação agronômica, que avalia a eficácia contra as pragas-alvo, e a seletividade para as plantas cultivadas, que é realizada pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento.

Ou seja, são amplamente estudados e testados, para serem seguros e eficazes na proteção da lavoura. Atualmente o número produtos comerciais com registro para uso no Brasil é de 1868. Todos estes passaram por essas avaliações citadas anteriormente.

O portal Agrofit do MAPA traz a relação de todos os produtos com registro para uso no Brasil.

É possível fazer a busca por classe de defensivo, praga agrícolas, cultura, etc. Eu já falei sobre isso em outro artigo meu. Você pode usar o Agrofit como sua base de busca.

Mas sempre consulte um engenheiro(a) agrônomo(a), pois só ele pode fazer a recomendação adequada e o receituário agronômico para a compra dos produtos.

banner planilha manejo integrado de pragas

Comprar defensivos de marca ou genéricos?

Só sobre este ponto dá para falar muita coisa, é um tema difícil e até polêmico.

Mesmo sendo polêmico, falamos sobre isso neste artigo:

>>”Defensivos agrícolas genéricos ou de marca: a batalha definitiva do que usar na sua propriedade

Por exemplo, você vai usar glifosato em sua lavoura, serão duas aplicações em uma área de 100 ha.

Você já definiu a dose, agora resta o produto comercial. Então faz uma busca no Agrofit.

lista de defensivos agrícolas na agrofit

Vamos então ao resultado da busca!

agrofit-2

São 81 produtos comerciais a base de glifosato, com registro para uso em soja, agora qual usar?

Isto acontece não apenas para o glifosato, diversos outros produtos possuem várias marcas comerciais, de diferentes empresas.

Desde empresas consagradas, até pequenas empresas de produtos genéricos.

De um lado você tem as grandes empresas, o custo para o lançamento de um novo produto é altíssimo.

Estudo da consultoria McDougall estimou o custo para o ano de 2008, desde a descoberta da molécula até o registro, em US$ 256 milhões.

Isso em 2008, hoje esse valor é bem maior. Assim isso ajuda a explicar por que muitas vezes os produtos são caros.

De outro lado, em 2015 segundo dados do SINDIVEG, 75% das importações de defensivos feitas pelo Brasil foram de defensivos genéricos.

Isto devido a redução nos custos de produção. Os defensivos genéricos representam menores custos de produção.

O importante é se informar e conhecer suas necessidades para escolher o que for mais indicado para sua propriedade.

Independente da marca a ser escolhida, siga as recomendações da bula e busque assistência técnica de qualidade.

Controle de estoque

Parece básico, e na realidade é! Só que ainda tem muito produtor que não tem controle dos defensivos em seu estoque.

Como já falamos, o monitoramento e histórico da área são essenciais na hora da definição de quais produtos e qual quantidade comprar.

Isso ajuda, a saber, a quantidade a ser comprada ainda nesta safra, e na próxima. Já pensou chegar na hora de aplicar o seu inseticida e descobrir que não tem a quantidade suficiente?

Pode acontecer ainda de o produto estar em falta no mercado, e ainda com preços mais altos. Por isso o planejamento é fundamental!

Mas para você ter um estoque muito mais fácil e simples de visualizar, além de seguro, você pode pedir a demonstração grátis da Aegro aqui.

Para saber ainda mais sobre controle de estoque veja nosso texto “5 motivos para você começar agora a controlar seu estoque”.

Conclusão

Os defensivos são fundamentais para você produtor garantir a produtividade da sua lavoura!

Uma boa lista de defensivos agrícolas é um conjunto de fatores. Escolha dos produtos envolve conhecimento, planejamento, essa é uma fase muito importante da condução da lavoura, para ser conduzida que qualquer maneira.

Custo e qualidade devem ser levados conjuntamente em consideração, nunca opostamente uma a outra.

Agora com todo o conhecimento de quando comprar, o que comprar e sobre a importância do estoque você pode fazer sua lista de defensivos agrícola muito mais assertiva e eficiente!

>> Leia mais: “Armazenagem de defensivos agrícolas: Como fazer e o que é preciso saber”

Gostou do texto? Tem mais dicas sobre a escolha de defensivos? Seu comentário é muito importante para nós! Adoraria ver seu comentário abaixo.