Custo de produção de milho por hectare: Quais dados considerar e como isso otimiza seu gerenciamento para obter mais rentabilidade.

Insumos, tecnologia, maquinário… Tudo isso está envolvido nos custos de produção de uma lavoura.

Mas você sabe o que considerar na hora de calcular o custo de produção de milho por hectare na sua área hoje?

Anota tudo e depois não sabe o que fazer com as informações?

Neste artigo, vou explicar quais dados você precisa ter em mãos para fazer esse cálculo e como otimizar seu gerenciamento para obter mais rentabilidade na lavoura. Veja a seguir.

Calcule o custo de produção de milho por hectare

O custo de plantio nada mais é do que a combinação dos insumos, serviços, máquinas e implementos utilizados no processo produtivo.

Esses valores, por unidade de área, são conhecidos por coeficientes técnicos de produção.

Os coeficientes técnicos de produção podem ser medidos em tonelada, quilograma, litros, horas ou dia de trabalho, dependendo de qual deles estamos considerando.

O custo de produção de milho por hectare vai depender se você utiliza média ou alta tecnologia e da região de cultivo.

custo de produção de milho por hectare


(Fonte: IMEA)

Para calcular os gastos do plantio de milho é preciso ter anotado os valores de todos os componentes.

Os custos de uma lavoura são divididos em:

  • custo variável: despesas de custos com a lavoura, despesas de pós-colheita e despesas financeiras;
  • custo fixo: depreciação e exaustão;
  • custo operacional: custo variável + custo fixo, renda de fatores (remuneração esperada sobre o capital fixo e terra);
  • custo total: custo operacional + renda de fatores.

Hoje vamos falar sobre os custos variáveis, mais especificamente nas despesas de custeio da lavoura que incluem:

  • Operação com máquinas e implementos (manejo pré-plantio, adubação e plantio);
  • Mão de obra e encargos sociais e trabalhistas;
  • Sementes;
  • Fertilizantes (corretivos, macro e micronutrientes);
  • Defensivos (herbicidas, inseticidas, adjuvantes e fungicidas);
  • Despesas com irrigação;
  • Despesas administrativas

1. Máquinas e implementos agrícolas

As máquinas e implementos agrícolas serão utilizados para a correção e preparo do solo, plantio, tratos culturais, colheita e pós-colheita.

Os coeficientes técnicos para cálculo do custo do plantio incluem: horas trabalhadas por hectare, preço do combustível, salário do operador e seus encargos sociais.

A hora/máquina corresponde ao gasto com insumos, operadores e manutenção.

Para o cálculo da hora trabalhada pelas máquinas, você precisará saber o preço e a quantidade consumida dos itens de cada equipamento, em cada hora de trabalho.

Assim, considera-se a potência, gastos com óleo diesel, filtro/lubrificantes, energia e salários e encargos sociais e trabalhistas dos operadores.

O consumo de óleo diesel, segundo a Conab, é igual a 12% da potência da máquina.

Já para motores estacionários elétricos, o consumo de energia elétrica é igual a 75% da potência da máquina.

Os gastos com filtro e lubrificantes podem ser estimados em 10% das despesas de combustível.

A remuneração dos operadores geralmente é expressa em horas trabalhadas no mês.

O valor é dividido por 220, que é média de horas trabalhadas em um mês, considerando-se 8 horas de trabalho por dia, durante 5 dias por semana.

custo de produção de milho por hectare


Controle de horas trabalhadas e custo operacional das máquinas de modo ágil e fácil com software agrícola Aegro

2. Insumos

Defensivos

Aqui devem ser incluídos os gastos com herbicidas, inseticidas, fungicidas e adjuvantes.

Para saber o gasto com esses produtos, você precisará ter anotado a dose utilizada por hectare e o preço pago pelo produto.

Fertilizantes

Neste item, você deve considerar os gastos com calcário, gesso agrícola, macro e micronutrientes.

Assim como no gastos com defensivos, você também precisará saber as doses e quantidade utilizadas, assim como o preço pago por quilo, litro ou tonelada.

Sementes

Neste caso, o custo é calculado pela quantidade de semente de milho utilizada no plantio, multiplicado pelo preço pago.

Veja o exemplo de estimativa dos custos de milho para a safra 2019/20 feita pelo Imea:

custo de produção de milho por hectare


Estimativa dos custos de milho para o Estado do Mato Grosso, maior produtor de grãos do país
(Fonte: Imea)

Essa é uma boa planilha para você ter como base para fazer a sua própria e começar a controlar seus custos no decorrer do tempo.

3. Irrigação

Caso você opte pela plantação de milho irrigado, a irrigação deverá ser incluída nos custos de plantio e da safra como um todo.

Para este cálculo você precisará saber: aspectos ligados a clima, solo, turno de rega, topografia e método de irrigação. Considere ainda legislação, regras de cobrança e isenção de pagamento do uso da água.

O cálculo será a soma dos gastos com a outorga, captação, consumo e efluentes, dividida pela produtividade da cultura.

Caso você não se enquadre no pagamento do uso da água, o custo de produção será o gasto com o conjunto de motobomba e/ou motores utilizados (hora/máquina), depreciação, manutenção, seguro e remuneração do investimento no conjunto de irrigação.

4. Outros custos variáveis

Além do que já falamos, é importante considerar outros custos que variam conforme a produção.

Considere os custos com seguro agrícola, transporte, impostos e taxas sobre produção, beneficiamento e outros.

Veja o exemplo do Imea que calculou uma estimativa de outros custos variáveis para a safra 2019/20 de milho:

custo de produção de milho por hectare


(Fonte: Imea)

Repare que esse é um custo bem significativo: cerca de um quinto do custo variável total.

Gestão de custos de produção agrícola pelo Aegro


Visualização de custos de uma fazenda com gestão pelo Aegro (dados são ilustrativos)

Custo de produção de milho por hectare e ponto de equilíbrio

Primeiro, é importante saber que o custo médio da safra vai depender do nível de tecnologia que você irá adotar na sua lavoura.

Observe no exemplo abaixo que o retorno obtido com um elevado investimento foi bem maior:

custo de produção de milho por hectare


(Fonte: Pioneer)

Tendo isso em mente, o custo de produção de milho por hectare está intimamente ligado com o ponto de equilíbrio (PE).

Isso porque, o PE indica o valor por necessário para que os gastos diretos com a produção (custo variável) da safra sejam cobertos.

Com isso você tem uma boa ideia do quanto deveria produzir, ou de quanto o preço da saca está realmente bom para seu negócio e o quanto terá de lucro.

Por exemplo, segundo o Imea, o ponto de equilíbrio de milho de alta tecnologia (produtividade de 121,5 sc/ha) é este nas últimas safras:

Custo de produção de milho por hectare

Podemos ver que o ponto de equilíbrio estimado para a safra 2019/20 é cerca de 20 sacas por hectare.

Por isso, minha principal dica aqui é que você reúna suas informações e saiba qual é seu ponto de equilíbrio ideal para essa safra.

Você pode até produzir menos, mas se as sacas de milho para cobrir o custo são poucas, sua margem de lucro será a mesma. São diferentes estratégias que você pode e deve utilizar para manter sua rentabilidade.

Ou, como já comentamos,  você pode ter uma boa ideia de quanto o preço do milho deve estar para que seu ponto de equilíbrio esteja adequado para um bom lucro.

Como calcular a produtividade de milho por hectare

Com a estimativa da produtividade você já tem uma ideia melhor do ponto de equilíbrio, te auxiliando nas tomadas de decisão.

Além disso, a estimativa da produtividade vai nos mostrar se tudo o que foi investido e, os manejos adotados, foram suficientes para o retorno esperado.  

Veja como estimar a produtividade do milho no artigo “Antes mesmo da colheita: saiba estimar a produtividade de milho por hectare”.

Componentes de rendimento do milho

(Fonte: Agronegócio em foco)

Para te ajudar a ter uma estimativa da produtividade do milho disponibilizamos uma planilha grátis para você baixar e ter um ótimo planejamento.

Qual o custo de produção de silagem de milho por hectare?

A produção de milho de safrinha sofreu grande avanço tecnológico.

Mas nem sempre a redução de custos na implantação de área para silagem vai refletir melhor retorno.

As áreas para silagem devem, assim como as outras, serem planejadas para uma elevada produtividade.

custo de produção de milho por hectare


(Fonte: Agronegócio em Foco)

Qual a produtividade média de milho no Brasil?

A área plantada com milho no Brasil na safra 2017/2018 foi de 16.616,4 mil ha. A produtividade foi de 4.857 ka ha-1 e produção de 80.719,5 mil toneladas.

Para milho de primeira safra, a área plantada foi 5.082,1 mil ha,  5.275 kg ha-1 de produtividade, com produção de 26.810,7 mil toneladas.

Já o milho safrinha alcançou produção de 53.898,9 mil toneladas, em uma área de 11.534,3 mil ha e produtividade média de 4.673 kg ha-1.

custo de produção de milho por hectare


(Fonte: Conab)

Comparando o seu custo de produção de milho por hectare

Um custo de produção de milho por hectare acima da média pode acabar prejudicando a competitividade da sua lavoura.

Portanto, é muito importante que você busque referências externas e entenda como estão os seus resultados em relação a outras fazendas.

Para fazer esse estudo de mercado de forma rápida e eficiente, recomendo que você utilize o Aegro Compara.

Essa ferramenta gratuita reúne dados confiáveis de órgãos como a Conab para te oferecer um comparativo geral de resultados por cultura e região.

Através de gráficos de fácil visualização, você confere se produziu e gastou mais ou menos que as fazendas das proximidades.

Você também pode optar por obter uma comparação mais detalhada com seus vizinhos, analisando ponto a ponto os custos de produção.

As informações do Compara vão te ajudar a identificar oportunidades de melhoria no seu processo produtivo e ter uma próxima safra mais rentável.

Conclusão

O custo de produção de milho por hectare varia conforme a região de plantio e nível de tecnologia adotado.

Neste artigo você viu o que considerar para chegar ao custo de produção na sua lavoura.

Também falamos sobre o ponto de equilíbrio da safra e como calcular a produtividade de milho na sua lavoura.

Acredito que, com essas informações em mãos, você conseguirá fazer um gerenciamento melhor da sua propriedade para obter mais rentabilidade.

Leia mais:
Umidade do milho para colheita: Todas as dicas para não perder seus grãos
Plantação de milho: 5 passos para maior produção e lucro
Principais e melhores manejos na dessecação para pré-plantio de milho

Como você tem calculado seu custo de produção de milho por hectare? Adoraria ver seu comentário!