Cigarrinha-do-milho: Veja agora 4 motivos realmente preocupantes para você não ignorar mais esse inseto e confira como fazer seu manejo. 

Você já entrou na sua plantação de milho e se deparou com a cigarrinha-do-milho?

Esse inseto é responsável por redução de até 70% da produtividade da cultura do milho, e que está cada vez mais presente nas lavouras!

Nesse artigo vou listar alguns dos motivos pelos quais essa praga não deve passar despercebida por você.

cigarrinha do milho

Cigarrinhas em folha de milho
( Fonte: Foto de Fabiano Bastos em Embrapa)

1. Enfezamentos são transmitidos por cigarrinha do milho

Por acaso você já chegou na lavoura e se deparou com alguns dos sintomas abaixo:

enfezamento-do-milho

Foto à esquerda mostra o enfezamento pálido, enquanto que foto à direita mostra o enfezamento vermelho
(Fonte: Biogene)

Esses sintomas são característicos das doenças conhecidas por enfezamentos, que são causadas por molicutes.

O enfezamento pálido é causado por um espiroplasma (Spiroplasma kunkelii) e o vermelho por um fitoplasma (Maize Bushy Stunt Phytoplasma).

Mas até então você deve estar se perguntando: o que isso tem a ver com a cigarrinha-do-milho?

O que tem a ver, meu amigo leitor, é que essas duas doenças são transmitidas pela cigarrinha-do-milho (Dalbulus maidis).

Esse é o primeiro motivo pelo qual você não deve deixar de prestar a atenção nessa praga. Veja a lista abaixo de prejuízos que podem ocorrer para o milho (Embrapa e Biogene):

  • Internódios curtos;
  • Planta pequena e improdutiva;
  • Espigas pequenas;
  • Falhas na granação;
  • Planta atacada seca precocemente;
  • Grãos chochos;
  • Proliferação de espigas;
  • Brotamento nas axilas das folhas;
  • Emissão de perfilhos na base das plantas;
  • Má formação das palhas das espigas;
  • Proliferação de radículas;
  • Colonização de outros patógenos causado acamamentos;
  • Perda total de produção.

Observe a figura abaixo e veja como a cigarrinha-do-milho é capaz de transmitir os agentes causais dos enfezamentos:

esquema-cigarrinha

(Fonte: Phytusclub)

O mapa abaixo representa a pesquisa feita pela DuPont Pioneer com objetivo de visualizar a presença da cigarrinha do milho e de enfezamentos.

enfezamentos-mapa-cigarrinha do milho


Mapeamento da doença e da praga na Safra Verão 16/17
( Fonte: Agronegócio em Foco)

>>Leia mais:

Tudo o que você precisa saber na pré-safra sobre as principais pragas de milho e sorgo”

Percevejos: Você conhece tudo sobre esses insetos?

2. Virose pode ser transmitida por cigarrinha do milho

Além dos enfezamentos, a cigarrinha também pode transmitir uma virose conhecida por Maize Rayado Fino Virus (MRFV).

MRFV virus na cultura do milho com cigarrinha do milho


Folha de milho com sintomas de Maize Rayado Fino Virus (MRFV) – folhas com riscas amareladas, paralelas às nervuras e com aparência pontilhada
(Fonte: Encolombia)

>> Leia mais: 

Se prepare na pré-safra: Como combater as principais doenças de milho, feijão e sorgo

“Principais pragas agrícolas: Como se preparar”

3. Ciclo biológico da cigarrinha do milho

Em 27 dias a cigarrinha do milho completa seu ciclo biológico, podendo ter de 5 a 6 geração por ano, dependendo da temperatura.

ciclo-cigarrinha do milho

Ciclo biológico da cigarrinha do milho
(Fonte: Sementes Agroceres)

4. Controle da cigarrinha do milho

Devemos estar atentos, pois utilizar apenas um controle não será o suficiente caso haja altas infestações, o ideal é realizar o manejo integrado de pragas (MIP).

Os manejos mais utilizados são o cultural e o químico, mas também dá para utilizar o biológico!

Controle cultural da cigarrinha do milho

  • Adequar a época de plantio;
  • Evitar sobreposição de ciclos da cultura;
  • Evitar plantios consecutivos;
  • Eliminar plantas hospedeiras (milho tiguera);
  • Sincronizar época de plantio.

Como ainda não foram identificadas variedades resistentes para os enfezamentos, o principal método de controle é manejar a cigarrinha.

Porém, segundo pesquisa feita por Palma (2017), alguns híbridos apresentaram maior ou menor grau de suscetibilidade ao enfezamento vermelho.

pesquisa-enfezamento-milho

(Fonte de: Palma, 2017)

Para ler mais sobre MIP, recomendo estas leituras:

>> Reduza drasticamente suas aplicações utilizando o Manejo Integrado de Pragas
>> As perguntas (e respostas!) mais frequentes sobre manejo integrado de pragas
>> Manejo integrado de pragas: 8 fundamentos que você ainda não aprendeu

Controle químico da cigarrinha do milho

O melhor método químico é através do tratamento das sementes com inseticidas, o que vai propiciar uma maior proteção as plântulas de milho.

Na tabela abaixo estão listados os produtos químicos que podem ser utilizados no manejo da cigarrinha do milho.

planilha-controle-químico

Controle biológico da cigarrinha do milho

Você sabia que além do controle químico também dá para utilizar o controle biológico?

Ele é feito através de produtos que contenham como ingrediente ativo o fungo Beauveria bassiana.

Os fungos têm a capacidade de penetrar na cutícula do inseto e se multiplicar no seu interior (Cultivar). Há diversos produtos já registrado no mercado para manejar a cigarrinha.

Para saber quais são os produtos e como aplicá-los baixe esta planilha gratuita:

planilha-controle-cigarrinha-do-milho
planilha-controle-biológico

Quer saber mais sobre o assunto? Recomendo esse vídeo da Embrapa sobre “Enfezamento do Milho”.

O quadro abaixo resume as medidas que devem ser tomadas para o manejo da cigarrinha:

(Fonte: DuPont Pioneer)

Além disso, disponibilizamos gratuitamente uma planilha para você fazer seu MIP: Saiba qual o Nível de Controle de cada praga e quando você deve aplicar, mantendo tudo organizado. Baixe aqui!

planilha-mip

Conclusão

Saber o histórico da sua área é essencial para monitorar a presença da cigarrinha do milho.

Apenas o controle químico não vai resolver o problema, medidas culturais e preventivas devem ser adotadas.

Aqui você viu todos os danos que esse inseto pode causar, e como evitá-los. Agora é só não descuidar de sua lavoura e adotar medidas preventivas de controle!

Leia mais:

>> Não erre mais: tudo o que você precisa saber para a compra de sementes de milho
>> O Combate às ferrugens: Controle essas doenças nas culturas do milho e soja
>> 5 pragas agrícolas resistentes a defensivos agrícolas e como combatê-las
>> Não cometa erros no manejo: 5 métodos de controle da lagarta-do-cartucho
>> Percevejo marrom:  7 Estratégias de controle na soja

Gostou do texto? Restou alguma dúvida? Ou tem outras dicas sobre a cigarrinha-do-milho? Adoraria ver seu comentário abaixo!