Blog da Aegro sobre gestão no campo e tecnologias agrícolas

custo-de-produção-de-soja

Custo de produção de soja: entenda por quanto vender sua saca

- 14 de janeiro de 2019

Atualizado em 13 de agosto de 2021.
Custo de produção de soja: saiba o seu custo real por saca, as principais dicas e como saber se sua lavoura está te dando lucro

Não deixe a colheita começar antes de saber por quanto vender a saca para cobrir os custos.

Para isso, é necessário ter em mente o custo real de produção de soja, o mais exato possível.

Mas, com tantos insumos, contratempos e atividades envolvidos na produção, é fácil se perder nos números.

Neste artigo, separamos as principais informações para que você conheça o custo de produção de soja e saiba se está obtendo lucro.

Você sabe exatamente quais são seus custos de produção de soja?

Entender o custo de produção de soja é fundamental na sua gestão agrícola. Com ele, você pode analisar os custos e os benefícios gerados por esses gastos.

Comparando esse custo com o preço de mercado, você consegue identificar os riscos e as oportunidades que estão à sua disposição.

Isso faz com que suas decisões de mercado sejam tomadas de forma mais consciente e eficaz.

Com a pandemia de coronavírus, os preços sofreram grandes mudanças. Seu custo certamente subiu nesta última safra, correto?

Na figura abaixo, você pode ver que o custeio da lavoura de soja vem aumentando nas últimas safras. Porém, houve um grande acréscimo para a safra 2021/22.

tabela com valores do custeio da soja de 2018 a 2021

Valores do custeio da soja
(Fonte: Imea)

No custeio, não são considerados os gastos com:

  • manutenção de máquinas ou locais;
  • impostos e taxas;
  • parte financeira, como seguro da produção e de máquinas e financiamentos;
  • custos pós-produção;
  • gasto com combustível;
  • arrendamento;
  • depreciação;
  • custo de oportunidade.

Segundo o Imea, o custo de produção total para a região Centro-Sul do país está estimado em R$ 4.793,90 por hectare.

Observar essas estimativas te ajudam na tomada de decisão antes e após a produção. Decidir quando plantar, que tecnologia utilizar, o que e quando aplicar são dúvidas que sempre surgem.

Conhecer a sua renda e os custos de diferentes manejos e talhões da sua propriedade também te ajuda a tomar decisões.

Com isso, você pode decidir qual cultura irá semear, verificando qual será sua lucratividade. Tenha sempre em mente que os preços pagos aos produtores pela saca de soja também aumentaram.

gráfico do Cepea com preço pago em reais por 60 kg de soja em Paranaguá

Preço pago em reais por 60 kg de soja em Paranaguá
(Fonte: Cepea)

Veja na tabela abaixo o preço da saca de 60 kg da soja em Paranaguá e Paraná.

Principais fatores do custo de produção de soja

Dentre as variáveis que compõem os custos, o gasto com fertilizantes tem sido o destaque.

O aumento do dólar fez o preço dos adubos aumentarem, com destaque para os macronutrientes. Isso fez elevar o custo de produção de soja.

tabela com estimativa de custo de produção de soja, safra 2020/21

Estimativa de custo de produção de soja, safra 2020/21
(Fonte: Ifag)

Pela imagem, você pode observar que dentre as variáveis que compõem o custo de produção, os insumos representam o maior gasto. Eles correspondem a 73,62%.

As operações com máquinas, financeiro e administrativo praticamente fecham o custo. Essas operações consideram a depreciação de máquinas e implementos agrícolas.

Veja abaixo os principais produtos utilizados para produção da soja.

Sementes

A qualidade das sementes faz toda a diferença na produtividade da lavoura. Com isso, se torna um dos insumos mais importantes do custo de produção.

O gasto com sementes é elevado, se o custo de produção de uma safra aumenta, o valor da semente também aumentará, pois o gasto da manutenção da cultura é agregado no valor da semente colhida e que será vendida na próxima safra.

Se observar a média das últimas safras, o preço da semente foi o insumo de maior aumento para os produtores, para a safra de 2021/22 já perdeu seu pódio para os fertilizantes.

Fertilizantes e corretivos

Como você pôde observar na tabela acima, os fertilizantes assumiram o posto de maior insumo que elevou o custo de produção da soja.

O principal fator que ocasionou este aumento foi a elevação do preço do dólar e também a menor oferta destes produtos pelos países produtores.

Entretanto, não foram todos os fertilizantes que registraram aumento. Os macronutrientes, NPK, foram os vilões deste aumento.

tabela com preços dos últimos anos dos fertilizantes e corretivos no custo de produção da soja

Preços dos últimos anos dos fertilizantes e corretivos no custo de produção da soja
(Fonte: Imea)

Veja que o valor dos produtos utilizados para corretivos e os micronutrientes apresentaram pouco aumento.

Defensivos

Os defensivos acompanharam o aumento do preço pago pela saca de soja, assim como o aumento do dólar.

Estes dois fatores elevaram os preços dos herbicidas, inseticidas e fungicidas, que são necessários para manter a lavoura saudável e obter alta produtividade. 

Operação com máquinas e arrendamento

Com o aumento do preço do diesel, as operações mecanizadas se tornaram mais elevadas ao bolso do produtor.

A elevação deste preço segundo o Estado do Paraná passou de R$ 358,81/ha em 2020 para R$ 508,79/ha em 2021.

Outro fator de grande aumento foi o valor do arrendo das terras. Isso é reflexo dos preços pagos na saca de soja.

Com o aumento do valor pago por 60 kg de soja, a procura por compra e arrendo de terras foi maior, com isso o valor pago de arrendamento subiu.

tabelas com diferença no custo de produção da soja, em vermelho maio de 2020 e verde maio de 2021

Diferença no custo de produção da soja, em vermelho maio de 2020 e verde maio de 2021
(Fonte: Seab/Deral)

Demais operações e insumos

Como é possível observar na figura acima, que compreende os principais elementos do custo de produção de uma cultura, houve aumento em todos os itens.

Entretanto, o valor foi baixo, se comparado com os insumos e operações citadas nos tópicos anteriores.

Observar como o mercado se comporta é fundamental para estimar seu custo de produção. Assim é possível saber para onde estão indo os maiores gastos no seu custo.

No site da Conab, você pode pesquisar os custos com insumos agropecuários. A partir deles, avalie se os seus custos estão de acordo com a média da região.

A consulta é dividida em grupos (agrotóxico, fertilizante, implemento, máquinas/motores e material propagativo).

Como atribuir os custos de produção de soja

Antes de tudo, você precisa saber que nem todos os custos da fazenda devem ser apropriados integralmente para a safra. Por isso, os custos de produção de soja podem ser diretos ou indiretos.

Custos diretos

São aqueles custos diretamente ligados à produção agrícola, como os insumos (sementes, defensivos agrícolas, etc.).

Você pode colocá-los como parte direta do custo da cultura da soja por hectare.

Custos indiretos

Esses custos são mais difíceis de atribuir à produção. Para os custos administrativos da produção, por exemplo, devem ser utilizados diversos métodos de rateio.

Rateio é quando você faz 2 safras no ano e decide dividir o custo da administração entre essas duas safras.

O mesmo ocorre com depreciação de máquinas e edifícios da fazenda, veículos da propriedade e outros.

planilha para planejamento da safra de soja Aegro, baixe agora

Cálculo do custo de produção de soja

Registre todos os insumos utilizados, inclusive horas trabalhadas pelo pessoal e máquinas.

Anote também todos os custos de cada insumo. Com essas informações você já consegue calcular o custo de produção.

Você pode fazer isso em um caderno ou planilha de Excel, como no exemplo abaixo:

exemplo de tabela no excel de custos de cada insumo agrícola

*Valores meramente ilustrativos

Neste exemplo, multiplicamos a dose por hectare de cada insumo pela área trabalhada. Depois, multiplicamos esse valor pelo preço por unidade de produto.

Assim, é possível obter o quanto foi gasto naquele talhão por aquele defensivo, semente, ou outro insumo qualquer.

Faça esses registros e cálculos durante a safra. Essa é uma forma de não esquecer nada, e no final da safra, você não tem que se preocupar em juntar essas informações.

Sabendo a produção de sacas por talhão, você terá o custo de produção de soja por hectare e por cada talhão. Por exemplo (dados meramente ilustrativos):

Custo total de um talhão de 20 hectares = R$ 85.500 em 20 hectares = R$ 4.275 por hectare

Supondo uma produtividade de 65 sacas por hectare = R$ 4.275/65 = R$ 65,77 por saca

Portanto, para cobrir seus custos, a venda deve ser de pelo menos R$ 65,77 por saca.

Para te ajudar a registrar esses custos estamos disponibilizando gratuitamente duas planilhas agrícolas:

Com o software agrícola Aegro, esses registros e cálculos ficam mais automatizados, além de facilitar seu entendimento e visualização:

gif que mostra a tela de custo realizado do software de gestão rural Aegro

Saiba mais sobre o software Aegro aqui!

Agora que você já sabe qual o seu custo de produção e tem tudo contabilizado, fica mais fácil definir qual será sua margem de lucro. 

Assim, você pode definir qual a produtividade e preço necessários para chegar na sua meta.

Compare os custos de produção da sua lavoura

Sem dúvida, um custo de produção alto impacta a rentabilidade da sua lavoura. Você pode acabar lucrando menos em função de gastos excessivos durante a safra.

Por isso, é importante saber como estão as suas despesas em relação a outras fazendas. Será que você está gastando mais ou menos que os seus vizinhos?

Existe uma forma fácil de responder essa pergunta.

O Aegro Compara é uma ferramenta gratuita que reúne dados da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento). Ela te oferece uma comparação geral de custos.

captura de tela da ferramenta para comparar custo de produção agrícola

Você insere os seus números e obtém uma análise comparativa, segmentada por cultura e região. Assim, pode entender se os seus custos de produção estão dentro da média.

Essas estimativas vão te ajudar a descobrir gargalos no seu processo produtivo e oportunidades de melhoria. Como consequência, você será capaz de tomar melhores decisões de mercado.

Preço mínimo de venda da soja

A renda (ou lucro) é definida utilizando o preço, a produtividade da soja obtida e os custos de produção.

RENDA = PREÇO X PRODUTIVIDADE – CUSTOS

A renda igual a zero significa que o preço de venda é o mínimo para que cubra os custos.

Assim, conhecendo o custo de produção de soja real, você consegue saber qual é esse preço mínimo de venda.

Destas três variáveis, o preço é a única que não conseguimos exercer influência, exceto quando fazemos um contrato futuro.

O preço é influenciado por alguns fatores como:

  • cotação da soja em Chicago (já que a soja é uma commodity negociada na Bolsa de Chicago, e que oferece um número na equação de formação do preço da soja para a exportação);
  • custos portuários;
  • oferta e demanda;
  • clima;
  • prêmio no porto;
  • custo com frete;
  • estoques no mundo;
  • dólar.

De acordo com os dados de 2007 a 2017 do indicador Cepea/Esalq, os melhores meses para vender a soja no país são agosto e setembro, seguido de dezembro.

Entretanto, com a pandemia do Covid-19, esta curva de venda de preços se inverteu. Segundo especialistas, os melhores meses para comercialização da soja de 2020/21 foram de janeiro a julho.

Devido às incertezas do mercado, houve grande instabilidade dos preços pagos ao produtor.

Por isso, é importante ficar por dentro das informações e da sua planilha de gastos. Dessa forma, você obtém os melhores preços de venda.

Pela imagem, você pode observar a média dos 5 anos da safra 2019/20 e 2020/21. A tendência é a curva voltar ao normal, sendo os melhores meses de venda no segundo semestre do ano.

gráfico com sazonalidade da soja CBOT da média dos últimos cinco anos e de 2020 e 2021

(Fonte: Agroinvest)

Muitos especialistas apontam para a importância de se vender a soja aos poucos, aproveitando os períodos de elevação no preço ao longo do ano.

Essa estratégia também auxilia a garantir maior rentabilidade e já realizando os pagamentos.

Definindo a estratégia de comercialização

  1. Tenha em mãos os custos de produção da safra ou o orçamentamento;
  2. Leve em conta os custos operacionais, depreciação e custos econômicos;
  3. Defina as estratégias de venda;
  4. Considere também as formas de pagamento (crédito bancário, barter ou capital próprio);
  5. Determine a margem esperada. Se for o caso, procure ajuda nessa etapa. Assim, juntos vocês podem discutir sobre cenários de preços possíveis;
  6. Quando o mercado estiver com preço elevado, aproveite para vender o que estiver definido para aquele período;
  7. Não deixe de vender, mesmo que o preço esteja abaixo do esperado, pois o preço pode continuar caindo. Mas obviamente, não se deve vender se isso for gerar prejuízos.
gif com dados de colheita de milho no software de gestão agrícola Aegro

Com o Aegro você obtém uma gestão da sua produção muito mais precisa e simples de ser visualizada!

Conclusão

É importante contabilizar cada detalhe do processo produtivo, para que se possa estabelecer boas estratégias de venda.

Acompanhar os preços, definir estratégias e metas é essencial para não haver surpresas no final. Afinal, cada ano é diferente, e o que aconteceu em uma safra pode não acabar se repetindo na próxima.

Neste artigo, você entendeu um pouco mais onde estão os maiores custos de produção da soja e a importância de gerenciá-los. 

Assim, você poderá atingir a meta de produtividade de soja e margem de lucro.

Gostou do texto? Tem mais informações e dicas sobre custo de produção de soja? Adoraria ver seu comentário abaixo!

Carina Oliveira Redatora

Atualizado em 13 de agosto de 2021 por Carina Oliveira.
Engenheira-agrônoma formada pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), mestra em Sistemas de Produção (Unesp) e doutora em Fitotecnia pela Esalq-USP.

Comentários

  1. Marcos Paulo disse:

    Belo texto Ana Lígia.
    Saber os custos de produção é essencial para trabalharmos a agricultura.

    1. Ana Ligia Giraldeli disse:

      Que bom que gostou Marcos Paulo, fico feliz em poder contribuir.

  2. Renata leão disse:

    Foi de extrema importância para a minha pesquisa,o conteúdo está bem explicativo.

  3. JOÃO VIEIRA DA COSTA disse:

    Muito bom texto sobre custo de produção da soja, ajudou-me muito na análise de projeto na IF em que trabalho.

  4. Genito Manuel disse:

    Gostei bantante foi simples entender

  5. Antonio Carlos Corrêa disse:

    Excelente texto , muito bem explanado, gostei bastante. Parabéns!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Banner de teste grátis do Aegro na cor verde com uma imagem no meio de uma máquina trabalhando no campo