Como acabar com as lagartas: Veja 5 dicas para se livrar dos prejuízos causados por esses insetos e sem perder a rentabilidade da fazenda!

Visitar a lavoura e ver as folhas raspadas nunca é um bom sinal. As lagartas estão entre as principais pragas agrícolas do Brasil e do mundo.

Sua importância é tamanha que um acordo entre o governo do Marrocos e a Embrapa foi firmado com intuito de adotar medidas estratégicas de controle contra a lagarta-do-cartucho.

Outras espécies também têm causando estragos, como a Helicoverpa armigera no algodão da Bahia onde os prejuízos ultrapassaram os R$ 10 bilhões.

Mas como acabar com as lagartas e se livrar desses prejuízos? Veja a seguir com estas 5 dicas:

como acabar com as lagartas

(Fonte: Frutíferas)

1º Dica de como acabar com as lagartas: Conheça sua área e sua cultura

É importante saber o histórico de ataque de pragas agrícolas na área e as principais espécies de lagartas que podem atacar sua cultura

Este é um momento de planejamento realizado na entressafra em que o produtor deve levantar informações a respeito das possíveis espécies de lagartas e momento que poderão atacar a(s) sua(s) cultura(s) de interesse.

Vejamos abaixo o exemplo das espécies de lagartas e outros grupos de pragas que poderão atacar a cultura do milho conforme seu estágio fenológico.

2- como-acabar-com-as-lagartas

Através desse planejamento o agricultor visualizar quais as medidas ou estratégias de controle serão mais efetivas e/ou adequadas a serem utilizadas para conter o ataque das pragas.

É importante que nesse momento você contemple as espécies de pragas que podem ser comuns ao sistema de cultivo.

Por meio disso ele poderá delinear estratégias de médio longo prazo para reduzir a pressão populacional dessa praga.

Entre essas espécies comuns ao sistema agrícola brasileiro, podemos citar as lagartas Spodoptera frugiperda e Helicoverpa armigera.

Ambas espécies possuem potencial para atacar a maiorias das plantas cultivadas e são consideradas pragas-chave nas culturas do milho, soja, algodão, feijão e tomate.

Além de vorazes, essas espécies são encontradas infestando várias regiões do globo. Um exemplo disso é a recente notícia sobre a devastação da lagarta S. frugiperda na África e sua disseminação para o continente Asiático.

2º Dica de como acabar com as lagartas: Plante na janela favorável

Isso permite a máxima expressão do potencial produtivo da sua cultura e a menor exposição às pragas

Ainda durante o planejamento, o produtor ao seguir o zoneamento agrícola da sua  região permitirá ao mesmo plantio e colheita em épocas favoráveis.

Do ponto de vista do Manejo de Integrado Pragas, a semeadura no início da janela de plantio contribuirá para que o mesmo não venha a sofrer com “alta pressão populacional” das pragas.

No caso do manejo da soja, há uma ressalva. Embora o plantio no início da janela dê ao agricultor melhores condições climáticas na 2ª safra, em algumas regiões esse período poderá coincidir com períodos de veranicos (estiagem).

Isso pode favorecer o ataque de algumas lagartas, como a lagarta-elasmo e a lagarta-do-cartucho,  na fase de estabelecimento da nova cultura.

Diante disso é importante o conhecimento do histórico da região de pragas, das variáveis climáticas e o planejamento agrícola.

3- como-acabar-com-as-lagartas

Calendário agrícola para a cultura da soja nas regiões Centro-Oeste e Sudeste
(Fonte: Conab)

3º Dica: Não acabe com todas as lagartas da lavoura

Após o plantio o agricultor ao se deparar como o complexo de lagartas em sua lavoura deve estar ciente que nem todas elas serão pragas do ponto de vista econômico.

Para acertar na tomada de decisão no controle das lagartas é importante o monitoramento da praga a nível de talhão para verificar sua densidade populacional.

É importante que você realize o monitoramento semanalmente ou, pelo meno, de duas em duas semanas.

Abaixo podemos verificar um exemplo sobre o nível de controle (ação) adotado para as lagartas Helicoverpa armigera, Chloridea (=Heliothis) virescens e S. frugiperda na cultura da soja.

4- como-acabar-com-as-lagartas


(Fonte: Embrapa )

Assim, registre seus monitoramentos da lavoura verificando o nível de ação para cada praga e cultura.

Para facilitar esse processo para você estamos disponibilizando aqui uma planilha grátis de monitoramento de pragas para soja e milho. Com ela, seus dados ficam muito mais automáticos e fáceis de serem visualizados.

banner planilha manejo integrado de pragas

4º  Dica de como acabar com as lagartas: Esteja preparado para controlá-las

Após monitorar a lavoura e verificar a necessidade de uma medida de ação, o agricultor deverá estar preparado para tal.

Normalmente nesse momento as medidas adotadas são de caráter emergencial com efeito curativo, no entanto existem outras estratégias preventivas que poderão contribuir em retardar esse momento ou até mesmo conter.

Vamos inicialmente abordar sobre as medidas preventivas para o controle das lagartas.

4.1º Medidas preventivas de controle

Em relação a essas medidas, uma das mais efetivas, no entanto pouco adotada é fazer a rotação de culturas. Note que é a rotação, e não simplesmente a sucessão de culturas como podemos ver na figura abaixo.

6- como-acabar-com-as-lagartas

Sucessão de cultura soja-milho safrinha-soja muito utilizada nas regiões oeste e norte do estado do Paraná
(Fonte: Constantin et al., 2013)

Além da rotação de cultura, a adubação adequada e equilibrada da cultura de interesse, o uso de cultivares de ciclo curto ou precoce, o plantio de materiais genéticos naturalmente resistente, entre outras medidas.

Com relação a essa última, embora pouco exploradas, a escolha materiais genéticos com certo grau de resistência traz para o agricultor uma planta que seja menos preferida pelo inseto para alimentação e oviposição.

Além disso, alguns materiais genéticos mesmo que a planta seja atacada, o inseto é prejudicado devido aos compostos da planta. Esse efeitos também podem levar à morte do inseto.

Do ponto de vista mais prático para o controle de lagartas, uma estratégia que apresentado bons resultados é o plantio de variedades ricas em silício ou a aplicação de fertilizantes à base desse nutriente na planta.

O silício causa o desgaste mandibular das lagartas, como podemos ver na figura abaixo, e ajuda na redução populacional das pragas e nas injúrias causadas na cultura.

7- como-acabar-com-as-lagartas


Desgaste das mandíbulas de lagartas de S. frugiperda do 1º ao 6º ínstar (esquerda) alimentadas com folhas de milho após a aplicação de silício
(Fonte: Neotropical Entomology)

4.2º Medidas curativas de controle

Após o ataque de pragas, estratégias de controle eficiente devem ser utilizadas para evitar o prejuízo financeiro.

A principal estratégia utilizada, sem dúvidas, são os inseticidas químicos e microbiológicos.

Na figura abaixo podemos observar um esquema no qual é proposto a aplicação de inseticidas com diferentes mecanismos de ação por janela na cultura do milho.

8- como-acabar-com-as-lagartas

(Fonte: IRAC-BR)

Vejamos que é importante controlar ou prevenir ao ataque das lagartas na pré-semeadura e no momento do plantio.

Para isso, na dessecação o agricultor pode associar o inseticida ao herbicida.

Também é interessante realizar o tratamento de sementes, sempre ressaltando a alternância de mecanismo de ação para evitar a resistência.

Se você possui lavoura geneticamente modificada (tecnologia Bt), na qual a proteína inseticidas é expressa durante todo seu ciclo, não é recomendável a aplicações de inseticidas a base de Bacillus thuringiensis para evitar a evolução da resistência.

No entanto, a aplicação de inseticidas microbiológicos a base de vírus são permitidos e altamente recomendados por serem específicos aos seus alvos e seletivos aos inimigos naturais de pragas agrícolas.

Além disso, existem diversos outros compostos que podem ser utilizados no controle das lagartas), como podemos ver na figura abaixo.

9-como-acabar-com-as-lagartas


(Fonte: IRAC-BR)

Além do controle químico, o controle biológico aplicado através da liberação de Trichogramma pretiosum é recomendável e já está consolidada. Ele ocorre especialmente em áreas de refúgio e nas regiões que se observam casos de falha de inseticidas.

Uma característica interessante desse inimigo natural é que, por ser um parasitoide de ovos, ele consegue atuar na fase anterior ao dano em campo.

Uma fêmea pode parasitar até 120 ovos e altamente eficaz no controle, com liberações em campo de 50.000 a 200.000 parasitoides/ha.

5º  Dica de como acabar com as lagartas: Integre o maior número de estratégias de MIP

Para garantir que as lagartas não seja um problema em sua lavoura é importante agregar outras estratégias de Manejo Integrado de Pragas.

Podemos citar como exemplo o uso do controle comportamental através de feromônios sexuais que auxiliam no monitoramento populacional de mariposas na área.

Além disso, as práticas culturais permitem a diversidade e sobrevivência de inimigos naturais na área, auxiliando na mortalidade natural.

Não esqueça também de registrar o monitoramento de pragas em local segura e que facilite a visualização das infestações.

10-como-acabar-com-as-lagartas


Com o Aegro você tem seu monitoramento georreferenciado e ainda mais facilitado. Veja como aqui.

Vale ressaltar a importância de um planejamento estratégico para conseguir integrar todas essas medidas e ter como acabar com as lagartas.

Por isso, anote o custo total de cada talhão e de cada manejo diferente. No final da safra, não esqueça de registrar a produtividade de cada talhão.

Verificando os controles que deram mais certo você saberá melhor o que fazer na próxima safra, além de ter maior controle do seu dinheiro.

Conclusão

Manejar lagartas não é tarefa fácil, especialmente no Brasil que possui uma agricultura intensiva e clima tropical que favorece sua multiplicação.

No entanto, com um bom planejamento e o uso adequado das ferramentas do Manejo Integrado de Pragas, você com certeza estará bem preparado e seguro para controlar as lagartas em sua lavoura.

A integração do maior número de táticas de MIP faz-se necessária, especialmente em um momento em que estamos com carência de novas moléculas inseticidas no mercado.

Aqui você conheceu essas táticas, sabendo como acabar com as lagartas sem perder a rentabilidade de sua propriedade rural. Aproveite as dicas e boa safra!

>>Leia mais: “Pragas do milho: Principais manejos para se livrar delas”

Como acabar com as lagartas da sua propriedade afeta seu negócio? Quais os manejos que utiliza hoje? Restou alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!