Blog da Aegro sobre gestão no campo e tecnologias agrícolas

Fertilidade do solo e nutrição de plantas: Saiba reconhecer como está a condição da sua área por diferentes avaliações e veja as melhores dicas sobre o tema.

A fertilidade do solo e a nutrição das plantas envolvem o manejo dos nutrientes essenciais para o crescimento das plantas.

Esse manejo sempre busca atingir os objetivos de produção.

Até porque 60% da produtividade agrícola depende da fertilidade do solo.

Entender a fertilidade do solo é algo muito mais simples do que parece, e as ações que podemos tomar para melhorar esse manejo também.

Aqui mostro você qual o melhor caminho para identificar como está a fertilidade do solo e nutrição de plantas, resultando em ações que aumentem sua lucratividade. Confira!

Fertilidade do solo e nutrição de plantas: O que são e como manejá-las

Fertilidade do solo é difícil conceituar. Seria a capacidade do solo fornecer quantidades suficientes e assimiláveis de nutrientes à planta.

Essa absorção de água e nutrientes deve ser em um ambiente adequado, sem elementos em quantidade tóxica.

Enquanto que a nutrição de plantas resulta da absorção e transporte dos nutrientes extraídos do solo pelas raízes da planta.

A planta não escolhe o que absorve. Por essa razão podemos encontrar na sua composição nutrientes (N K Ca Mg, etc), não nutrientes e até mesmo algum elemento químico tóxico.

O termo fertilidade está associado ao solo. E a nutrição, por sua vez, diz respeito à planta.

As duas coisas estão intimamente ligadas: uma boa fertilidade do solo resultará em boa nutrição de plantas.

1- fertilidade-do-solo-e-nutrição-de-plantas

(Fonte: Satis)

Nós podemos manejar esses fatores para conseguir maiores lucros, ofertando uma quantidade de insumos suficiente para uma boa produção agrícola.

Veja que nem sempre buscamos uma altíssima produção, pelo simples fato de que isso, na maioria das vezes, não cobre os custos.

Por isso, o primeiro passo do manejo da fertilidade e nutrição de plantas é a identificação de como ambos se encontram na sua área.

Normalmente, a identificação da fertilidade do solo é indicada ocorrer pelo menos 4 a 3 meses antes do plantio. Enquanto que na nutrição de plantas há épocas específicas para cada cultura, o que veremos mais à frente.

Como avaliar a fertilidade do solo e nutrição de plantas

A fertilidade é avaliada por amostragem do solo, sendo analisada por “extratores artificiais” que tentam simular as raízes, obtendo a quantidade de nutrientes que uma planta poderia absorver no total.

E na nutrição são as próprias raízes os extratores de nutrientes do solo, sendo analisadas partes da planta. Nesse caso, é analisado o que a planta já absorveu.

O primeiro e principal sinal de como anda a fertilidade do seu solo é por meio da planta. A cultura dá sinais de como está o solo.

É como se fosse uma pessoa, se ela se alimenta corretamente, ela estará com aspecto saudável, caso contrário, manifestações visíveis mostram que ela não passa bem.

Portanto, a fertilidade do solo dá base para uma boa nutrição de plantas. É impossível ter uma cultura bem nutrida com um solo não fértil.

Mas, é possível ter um solo fértil e uma planta com deficiência de nutrientes. Isso pode ocorrer por diversos fatores, como:

  • Algum elemento tóxico no solo;
  • Solo compactado;
  • Doenças que afetam as raízes;
  • Pragas do solo que prejudicam o desenvolvimento do sistema radicular;
  • Nematoides;
  • Falta de água, já que a grande maioria dos nutrientes são absorvidos pela absorção de água (solução do solo) pelas plantas;
  • Mal desenvolvimento inicial da planta, resultando em raízes mal formadas.
fertilidade do solo e nutrição de plantas

Nematoides podem causar sintomas de deficiência nutricional nas plantas
(Fonte: Biosul em Agronomia IFMT)

Assim, é necessário a identificação correta do que está acontecendo na sua área.

Você pode fazer um monitoramento da lavoura mais inteligente, por exemplo, e reconhecer alguma doença ou falta de água em uma mancha de solo, como você pode ver neste artigo.

Mas temos métodos específicos para identificar como está a fertilidade do solo e nutrição de plantas da sua área, veja a seguir:

Método de avaliação da fertilidade do solo e nutrição de plantas

A análise de solo é a melhor maneira para avaliar a fertilidade do mesmo, pois ela fornece informações precisas para corrigi-lo.

Conhecer a composição do seu solo é o primeiro passo para saber quais os procedimentos que você deve seguir na adubação.

Com isso, a nutrição da cultura já está muito bem encaminhada. Mas para saber especificamente sobre a nutrição de plantas também é importante a análise foliar das mesmas.

Ao passo que, se na análise foliar o resultado for de deficiência de nutrientes, é um indicativo que a fertilidade do solo não está bem. Por isso, uma análise complementa a outra.

Existem diversos recursos disponíveis de avaliação da fertilidade do solo e nutrição de plantas. Veremos os principais abaixo:

Sintomas de deficiência e toxidez

Por meio da observação das plantas, muitas vezes, é possível detectar um problema nutricional.

Abaixo você pode conferir as principais dicas para identificar os sintomas de deficiência nutricional de plantas:

3- fertilidade-do-solo-e-nutrição-de-plantas
4- fertilidade-do-solo-e-nutrição-de-plantas

(Fonte: Adaptado de Monteiro, Carmello e Dechen)

Porém, quando são detectados sintomas de falta de nutrientes, a deficiência provavelmente já está em estágio avançado.

Assim, fica mais difícil de reverter esse quadro. Por isso se há suspeita de deficiência nutricional durante a safra já faça a análise foliar da sua cultura.

Análise foliar ou de tecidos vegetais

É uma análise química de planta ou análise foliar onde é possível, por meio da coleta de amostra de folhas e da análise em laboratório, conseguir identificar os problemas nutricionais.

Essa análise pode ser pelo modo convencional, em que você poderá verificar os os teores de macro e micronutrientes na planta e avaliar seu estado nutricional.

Também há o método DRIS, onde se avalia o balanço nutricional das plantas, cruzando os dados entre os teores analisados e um banco de dados de alta produtividade.

Essa análise representa um auxílio muito importante para qualquer recomendação da calagem, adubação, avaliação dos níveis mínimos adequados de nutrientes ou da toxidez de elementos.

Abaixo você pode ver a época de coleta foliar para as culturas de soja, milho e trigo:

5- fertilidade-do-solo-e-nutrição-de-plantas 6- fertilidade-do-solo-e-nutrição-de-plantas 7- fertilidade-do-solo-e-nutrição-de-plantas
(Fonte: Laborsolo)

Ensaios biológicos com plantas

É feito com base em experimentos que podem ser desenvolvidos em casa de vegetação ou no campo.

É utilizada uma tecnologia apropriada que consegue identificar qual o elemento que está faltando ou em excesso.

Métodos microbiológicos

Como o próprio nome diz, são métodos onde se utiliza microrganismos para avaliar a fertilidade do solo.

Normalmente, são mais utilizados na pesquisa acadêmica, pelos custos e o tempo requerido.

Análise química do solo

É importante ressaltar que a análise do solo é uma técnica de fácil acesso para a avaliação direta da fertilidade.

Na prática, a análise de solo tem sido uma alternativa que proporciona resultados muito confiáveis e bastante utilizada na identificação de fertilidade do solo.

Depois de identificada a composição do solo, é necessário corrigi-lo para atender as demandas da planta.

A correção do solo depende de amostragem representativa, dividindo as áreas em glebas homogêneas, como já falamos neste artigo específico sobre amostragem de solo.

Também é essencial escolher um laboratório credenciado de confiança para essas análises, veja como aqui.

Além disso, como já comentei, é importante a realização dessas análises pelo menos 4 meses antes do plantio.

Isso porque, é com ela que você baseará sua calagem, gessagem, fosfatagem e adubação, sendo necessário um tempo adequado para a correção do solo e para a montagem do programa de adubação escolhido por você.

Interprete a análise de acordo com o método utilizado

Existem diferentes métodos para se avaliar a concentração de um mesmo nutriente no solo.

De acordo com a região, uma metodologia pode ser mais utilizada do que a outra.

Dependendo do procedimento que você adote,  a análise da fertilidade do solo pode nos dar resultados diferentes para um mesmo nutriente, o que pode gerar confusão na interpretação da análise de solos.

É importante, dessa forma, sempre ter o acompanhamento de um profissional capacitado na interpretação da análise de fertilidade do solo.

A relação entre os níveis de produtividade das lavouras e a fertilidade do solo está intimamente associada ao equilíbrio entre os diversos fatores que a constituem.

A necessidade dessa harmonia entre produção e fertilidade é o grande objetivo dos agricultores atualmente.

Por que então o conhecimento sobre a fertilidade do solo é importante?

A Ciência do Solo é uma área abrangente com diversas subdivisões devido a sua alta complexidade.

A interação do solo com as plantas envolve fenômenos físicos, químicos e biológicos todos interligados e direta ou indiretamente dependentes entre si.

8- fertilidade-do-solo-e-nutrição-de-plantas

(Fonte: Brunetto em Fertilidade do Solo)

Para obtenção de boa produção, é necessário que os nutrientes estejam em quantidades adequadas às plantas.

A aplicação de fertilizantes minerais adequadamente garante as quantidades adequadas exigidas pelas plantas e a reposição no solo.

Na ausência dessa aplicação e/ou reposição, a cultura busca nutrição nas reservas do solo, com riscos de esgotamento.

Além disso, ocasiona a diminuição da matéria orgânica do solo que, a qual é fornecedora de nutrientes e favorece a retenção de água.

Sem a adubação com fertilizantes, haveria a degradação área e a respectiva deficiência na oferta de alimentos.

Por isso, o conhecimento sobre fertilidade do solo e nutrição de plantas é essencial para os produtores que almejam atingir maiores níveis de produtividade.

curso manejo de solo Aegro

Conclusão

A fertilidade do solo e nutrição de plantas são alguns dos aspectos mais importantes da agricultura.

Devido à sua complexidade, muitas vezes é difícil explicar ganhos ou perdas em produtividade agrícola apenas pela análise química do solo.

No entanto, é de fundamental importância que você acompanhe o conteúdo de nutrientes de sua área com frequência, porque muitas práticas agrícolas como adubação e correção do solo dependem das informações contidas nela.

Através de uma boa gestão agrícola, considerando as análises e programas de correção e adubação, é possível evitar excessos ou deficiências, obtendo altas lucratividades.

>> Leia mais: 

Rochagem: Como essa prática pode beneficiar sua lavoura
“Adubação de sistemas: como fazer para ter mais economia e alta produtividade”

Como você avalia hoje sua fertilidade do solo e nutrição de plantas? Sabe de outros métodos e orientações que não citei aqui? Deixe seu comentário abaixo!