Fertilizantes fosfatados: Produtos mais utilizados, melhores formas de aplicação e estratégias para maximizar sua eficiência na lavoura

A presença de fósforo (P) no solo é indispensável para uma boa produção vegetal. Mas, de forma geral, esse macronutriente costuma ser deficiente nos solos brasileiros.

Para aumentar a eficiência e absorção de P pelas culturas, é fundamental saber aplicar e manejar corretamente os fertilizantes fosfatados.

Assim você pode se planejar e maximizar sua eficiência, obtendo ganhos produtivos!

A seguir, vamos mostrar algumas estratégias para aproveitar o máximo potencial dos fertilizantes fosfatados em diferentes culturas. Confira!

Como funciona o fósforo no solo

Os teores de fósforo disponíveis em nossos solos normalmente são baixos. Isso se deve ao fato dos nosso solos serem fortemente intemperizados. E, além disso, temos outro agravante, que é a forte retenção do fósforo na parte sólida do solo. 

Dentre os macronutrientes primários, o P é o que as plantas exigem em menores quantidades, mas mesmo assim, em nosso solos, os teores de P disponíveis ainda não suprem essa demanda.  

E os fatores que mais influenciam nos teores de P no solo são a rocha de origem da qual o solo é derivado; as condições climáticas; o grau de exposição ao tempo e erosão e a remoção pelas plantas.  

Desta forma, visando disponibilizar maiores quantidades de fósforo para as plantas, é de essencial importância o cuidado na dosagem; definir como esse fósforo será disponibilizado; atenção à granulometria e como será aplicado ao solo. 

Além disso, algumas estratégias de manejo (como é o caso da rotação de culturas e até mesmo o sistema de preparo do solo) influenciam. 

No solo, o P total está na forma mineral e orgânica. 

O P mineral encontra-se na forma de  HPO4 ou H2PO4na solução do solo, estando adsorvido nos colóides ou componente estrutural do solo.

Já o P orgânico está presente nos componentes da matéria orgânica e resíduos vegetais.

fertilizantes fosfatados

 (Fonte: USFM

Agora que você já sabe como funciona o fósforo no solo, vamos falar sobre os diferentes tipos de fertilizantes disponíveis no mercado!

Principais fertilizantes fosfatados

Fertilizantes fosfatados são um dos investimentos mais altos para a agricultura brasileira, visto que temos solos altamente demandantes deste nutriente. 

Com isso, o mercado já dispõe de diversos produtos e formas de produção de fertilizantes. Dentre eles podemos destacar:

  • Superfosfatos triplo, duplo e simples;
  • Fosfato parcialmente acidulado;
  • Fosfatos de amônio (MAP e DAP);
  • Termofosfato;
  • Fosfatos naturais.
fertilizantes fosfatados

(Fonte: do Autor)

A diferença desses fertilizantes consiste na forma como são produzidos e no que é adicionado no momento dessa produção, como pode ser visto nos figura abaixo:

fertilizantes fosfatados

Rota de produção dos principais fertilizantes fosfatados produzidos no Brasil

(Fonte: Adaptado de BNDES)

Onde aplicar fertilizantes fosfatados?

A forma de aplicação de fertilizantes fosfatados pode influenciar em sua eficiência e deve variar em função do clima, cultura implantada e sistema de preparo. 

As formas de aplicação de P no solo mais utilizadas são: a lanço, na superfície, com ou sem incorporação, no sulco de plantio, em cova e em faixas.

Entre os adubos fosfatados solúveis mais utilizados na agricultura se destacam os grânulos devido à sua praticidade de aplicação. Isso é uma estratégia para diminuir a  insolubilidade de fósforo no solo, visto que diminui a quantidade de solo que entra em contato com o adubo. 

Fertilizantes fosfatados em milho, soja e pastagens

Em plantações de milho, quando a recomendação após análise de solo for igual e/ou superior a 160kg/ha de P2O5, tendo como fonte o superfosfato simples, recomenda-se que a aplicação seja feita a lanço. Estudos comprovaram que ocorre favorecimento da absorção desse nutriente pela cultura se comparada à aplicação no sulco. 

Já na cultura da soja, estudos mostraram que, com a aplicação de 80Kg/ha de super triplo em sistema de cultivo convencional, o comportamento da produtividade foi semelhante tanto a lanço quanto no sulco de plantio

Em solos que demandem até 100 Kg/ha para culturas anuais, recomenda-se aplicação localizada, ou seja, em sulcos. Isso aumenta a eficiência de utilização do fertilizante solúvel e traz praticidade na aplicação, que será conjunta à semeadura. 

No caso de pastagens já estabelecidas, pode-se utilizar fertilizantes fosfatados em coberta, sem que haja a necessidade de incorporação. Isso pode ocorrer desde que não haja compactação no solo. 

Quando estamos trabalhando com fontes de baixa solubilidade em água, como os fosfatos naturais, recomenda-se a aplicação a lanço, devendo ser incorporado no solo visando a aceleração do processo de solubilização. 

E quando o solo está bem nutrido de fósforo, a aplicação interfere na produtividade? Estudos relatam que o modo de aplicação de fertilizantes fosfatados nesses solos não interfere na eficiência desses fertilizante. 

fertilizantes fosfatados

Respostas de algumas culturas a doses de fertilizantes fosfatados solúveis em água aplicados a lanço e incorporados em latossolo argiloso do Cerrado, com disponibilidade de fósforo muito baixa

(Fonte: IPNI

>> Leia mais: “A fertilidade do solo como seu plano para alcançar altas produtividades

Como aumentar a eficiência dos fertilizantes fosfatados?

Há duas vertentes: uma é a utilização de fontes fosfatadas de menor solubilidade. A outra,  a utilização de aditivos ou revestimentos no processo industrial. 

A primeira (fontes de menor solubilidade) refere-se ao uso direto de rochas fosfáticas, fontes mistas e fertilizantes acidulados de baixa solubilidade em água.

Já a utilização de aditivos está sendo estudada na associação de fontes orgânicas e minerais para aumento de eficiência. 

E, por último, para aumento de eficiência, tem-se pensado em revestimentos com ação de liberação lenta ou controlada dos nutrientes.

Com isso, percebe-se que conhecer os mecanismos envolvidos na liberação de nutrientes e suas reações com o solo é de suma importância, como é o caso da solubilidade. 

A solubilidade dos diferentes fertilizantes é muito variável, dependendo muito do processo de fabricação. 

Por isso, abaixo irei elencar alguns fertilizantes e suas respectivas solubilidades para facilitar sua tomada de decisão:

(Fonte: Ufla

>> Leia mais: “Identifique como está a fertilidade do solo e nutrição de plantas da sua área

Conclusão 

Vimos neste artigo a importância da utilização dos fertilizantes fosfatados, principalmente em nosso país, com solos intemperizados. 

Além disso, discutimos como o fósforo está presente no solo e como os teores deste macronutriente podem sofrer alteração.

Você viu ainda quais fertilizantes fosfatados são mais utilizados e como conseguir uma melhor forma de aplicação, correlacionando com o tipo de cultura. 

Assim você pode se planejar e maximizar a eficiência no uso de fertilizantes fosfatados, obtendo ganhos produtivos!

>> Leia mais: “Fertilizantes orgânicos e seu uso na agricultura de larga escala

>> Leia mais: “Fertilizantes NPK: Como obter alta eficiência das fórmulas comerciais

Você costuma utilizar fertilizantes fosfatados? Restou alguma dúvida? Tem alguma dica? Ficarei contente em responder seu comentário!