Milho para silagem: veja sobre cultivares, espaçamento, entre outras dicas essenciais para garantir a sua produtividade.

O milho é a planta mais utilizada para fazer silagem, isso porque temos híbridos adaptados a todas as regiões produtoras.

A planta produz muita massa verde e a silagem possui um bom conteúdo energético devido à presença de grãos, sendo bem consumida pelos animais. 

Por isso, separei algumas dicas que vão te ajudar a melhorar a sua lavoura de milho para silagem. Confira a seguir!

Cultivares de milho para silagem

As cultivares usadas na produção de milho silagem nem sempre são as mesmas utilizadas nas lavouras de grãos.

No milho para silagem, em torno de 55% a 65% da massa seca é composta por parte da planta.

Assim, temos que nos atentar às quantidade de fibras da cultivar, ou seja, aos valores de FDA (Fibra Detergente Ácido), FDN (Fibra Detergente Neutro), pectina, celulose, lignina e hemicelulose.

Isso porque uma boa silagem tem teor de FDN entre 38% e 45%. 

Além disso, quanto maior o teor de FDA, menor a qualidade e digestibilidade da silagem. Já que, o FDA representa a celulose e a lignina, esta última é a parte não digestível da planta. 

Por isso, recomenda-se sempre realizar a análise bromatológica da silagem.

Outras características das cultivares de milho ideais para silagem são:

  • Resistência ao acamamento;
  • Estabilidade de produção em diversas épocas e nas diferentes condições de plantio e de altitude;
  • Resistência ou tolerância às principais doenças (ferrugens, enfezamentos, phaeosphaeria e cercospora);
  • Alta produtividade de grãos, pois é dos grãos que sai a maior parte da energia digestível;
  • Ciclo prolongado de enchimento de grãos, pois assim tem-se um maior período de colheita;
  • Porte médio a alto, pois assim você terá maior volume de massa seca por hectare. 

Portanto, leve em consideração três pontos para a escolha do melhor híbrido de milho para silagem:

  • Boa digestibilidade da parte fibrosa das plantas (análise bromatológica);
  • Grande quantidade de massa verde produzida;
  • Alta porcentagem de grãos na forragem.

Quando plantar milho para silagem

A época de plantio é a mesma recomendada para a produção de grãos.

Estudos realizados pela Embrapa mostram perdas de 24 a 30 kg de grãos/ha/dia de atraso após a época ideal de plantio. 

Desta forma, o atraso no plantio causa alguns problemas como:

  • Menor porcentagem de grãos;
  • Plantas estioladas;
  • Menor porcentagem de espigas viáveis;
  • Falhas de polinização;
  • Maior presença de planta daninhas, pragas e doenças (altas temperaturas e umidade);
  • Elevada possibilidade de seca no florescimento ou enchimento dos grãos.

Assim, você pode utilizar uma cultivar de ciclo longo de enchimento ou maturação para ampliar a janela de colheita.

Espaçamento de milho para silagem

No caso de milho para silagem, pode-se reduzir o espaçamento entrelinhas.

Entretanto, não aumente mais do que 10% a população de plantas, pois pode comprometer a qualidade da silagem causando aumento nas porcentagens de FDN e FDA.

Lembrando que o aumento de FDN reduz o consumo da silagem e que, o aumento da FDA, reduz a digestibilidade da silagem.

Adubação e correção do solo

A grande pergunta sobre adubação e correção do solo para milho silagem é se são as mesmas realizadas para a produção de grãos.

E a resposta é não! Neste caso, não existe ‘depende’. Se fosse assim, estaria retirando nutrientes do campo que ficariam na palha como cálcio (Ca), magnésio (Mg) e potássio (K).

milho para silagem

Extração média de nutrientes pela cultura do milho destinada à produção de grãos e silagem em diferentes níveis de produtividade
(Fonte: IPNI)

Desta forma, as regras de preparo do solo são diferentes para produção de milho silagem. Por isso, fique atento aos valores abaixo:

  • Eleve a saturação de bases (V%) para 70%;
  • Eleve o potássio para 5% da Capacidade de Troca Catiônica (CTC) do solo;
  • Adubações de 30% a 50% a mais do que a utilizada para grãos;
  • Análise do solo de 0 a 20 cm e de 20 a 40 cm;
  • Realize rotação de cultura para melhorar o desenvolvimento da cultura.

A rotação de cultura pode ser feita, por exemplo, com: sorgo, crotalária, tremoço branco, guandu, girassol, canola, aveia, triticale, braquiária ou milheto.

milho para silagem

Potencial produtivo de grãos e da planta e teor de matéria seca da planta de milho conforme estágio de maturação
(Fonte: Embrapa)

Aproveite e baixe nossa planilha de adubação do milho!

Ensilagem do milho

Quando se colhe o milho antes do ponto ideal, este estará com baixo teor de matéria seca (25% a 29%), além de pouco enchimento de grãos. Consequentemente, haverá perdas de qualidade nutricional e de fermentação.

O momento ideal para o processo de ensilagem deve ser baseado na matéria seca da planta ou no nível de enchimento dos grãos. 

No caso de você escolher a porcentagem de matéria seca como ponto de ensilagem, leve em consideração: 

  • A qualidade da fermentação;
  • A facilidade de compactação;
  • O nível nutricional, que deve estar entre 32% a 37% de matéria seca (tolerância entre 30% e 39%). 

Já, se você optar o nível de enchimento dos grãos como ponto ideal de ensilagem, preste atenção na linha de leite.

Para isso, no campo, quebre a espiga ao meio e observe a linha de leite. O ponto ideal é quando ela está a 1/3 do milho grão e indo até a fase de 3/4 do grão. 

Caso não veja a linha de leite, a planta já deverá estar com porcentagem de matéria seca superior a 40%. 

Em ambas as formas demonstradas de avaliação do ponto de ensilagem, minha recomendação é realizar frequentemente esta avaliação na área, em várias espigas e pontos da lavoura.

Progressão da linha do leite

Progressão da linha do leite
(Fonte: Compre Rural)

Altura de corte para silagem

Neste item, a grande dúvida é sobre altura de corte da planta de milho para silagem.

De acordo com vários estudos que focaram na busca pelo melhor custo-benefício, os melhores resultados foram obtidos com a altura de corte em torno de 25 cm do solo. 

Os benefícios e vantagens para o corte em torno de 25 cm são:

  • Evita-se a quebra das facas e danos por pedras, paus, torrões ou materiais espalhados no solo;
  • Melhora a qualidade de fermentação;
  • Melhora o rendimento de massa/ha.

Conclusão

Neste texto, vimos alguns fatores que podem auxiliar a melhorar a produtividade da sua lavoura de milho para silagem.

Também abordamos sobre o momento certo de colheita e a altura de corte da planta de milho para ensilagem.

Além de quais fatores observar na hora da escolha da cultivar, do híbrido, do espaçamento entrelinha e época de plantio para produção de silagem de milho.

Gostou do texto? Tem mais dicas sobre produção de milho para silagem? Adoraria ver o seu comentário abaixo!

Veja também nossa palestra online e gratuita sobre principais pontos no manejo do milho para alta rentabilidade: 

webinar milho